WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Resultados da busca para "aplicar-soro-n-veia-do-bovino" ()

O bem-estar animal na cadeia produtiva bovina

O bem-estar animal na cadeia produtiva bovina - O conhecimento do comportamento bovino e o uso de estratégias de manejo racional podem assegurar o bem-estar animal e gerar ganhos.

Como se relacionam os parasitas e os bovinos

Como se relacionam as parasitas e os bovinos - De ciclo de vida simples, direto e rápido, os parasitas afetam a eficiência da bovinocultura de corte

Zona de fuga e ponto de balanço em bovinos

Zona de fuga e ponto de balanço em bovinos, nada mais é do que um espaço que os bovinos mantêm como distância de segurança, em relação aos seus predadores

A digestão nos bovinos

A digestão nos bovinos: Os bovinos têm, em seu aparelho digestivo, o rúmen e o retículo, dois órgãos onde ocorrem a maior parte da digestão das fibras

Casqueamento em bovinos

O casqueamento bovino permite através do aparo funcional dos casco reestabelecer o aprumo dos cascos e a distribuição do peso entre as unhas

Contenção de bovinos

A prática de contenção de bovinos é extremamente necessária e utilizada regularmente em todos os locais onde se trabalhe com esses animais

Definição de inseminação artificial em bovinos

A inseminação artificial em bovinos é o ato de deposição do sêmen no útero da fêmea, por meio de materiais apropriados sem a utilização da monta convencional

Objetivos e vantagens da inseminação artificial em bovinos

Muitas são as vantagens da utilização da inseminação artificial em bovinos, motivo pelo qual têm-se verificado grande evolução nesta área

Comportamento alimentar dos bovinos

O comportamento alimentar de bovinos em pastagens caracteriza-se por períodos longos de alimentação, para dietas com baixo teor de energia

Como controlar o inchaço nas pernas durante a gravidez

O inchaço de pernas e pés costuma ser um dos problemas mais comuns entre as gestantes. De acordo com o cirurgião vascular José Luiz Cataldo, isso acontece porque as quantidades de estrogênio e progesterona produzidos pela mulher na gravidez causam a dilatação das veias. Além disso, o crescimento do útero exerce compressão nas veias da região pélvica e na veia cava inferior (responsável por drenar o sangue proveniente dos membros inferiores), aumentando a pressão sanguínea nas veias das pernas e influenciando o desenvolvimento das varizes.

Fique por dentro das novidades!