Resultados da busca para "qual-arvore-pode-plantar-na-beira-tanque"

Criação de tilápias - dimensionamento dos tanques

O dimensionamento, isto é, a determinação do número de tanques que será necessário, bem como a capacidade de cada um deles, deverão ser estabelecidos em função do volume de produção de peixes que se deseja obter. Essa é uma etapa que deve ser feita com critérios, pois, trabalhar com um número de tanques além do necessário elevará o custo de implantação da piscicultura, além de ocupar maior área do terreno, sem necessidade. E, por outro lado, se o número de tanques for inferior ao necessário, não será possível produzir a quantidade de peixes desejada.

Sistema hidropônico de cultivo de hortaliças e plantas medicinais

O sistema hidropônico de cultivo de hortaliças e plantas medicinais, condimentares e aromáticas, é a melhor alternativa para atender a um público cada vez mais exigente em relação a qualidade das plantas, higiene, ausência de resíduos de agrotóxicos e alto teor de princípios ativos. Nesse sistema, as plantas são cultivadas sem contato com o solo, utilizando apenas solução nutritiva para promover o seu crescimento. Com o uso de água de boa qualidade, as plantas não sofrem contaminação por organismos nocivos à saúde.

Como podar acerola?

A acerola exige alguns tipos de podas. Elas devem ser feitas na planta desde o momento em que ela começa a soltar os ramos. "A poda de formação tem o objetivo de promover a formação da copa com três a quatro galhos mestres, distribuídos simetricamente, os quais formarão a estrutura básica da copa", afirma Dr. Flávio Alencar Araújo Couto, professor do Curso a Distância CPT Produção de Acerola, em Livro+DVD. Quando a planta estiver com 50 a 60 cm acima do nível do solo, faz-se um desponte, a fim de diminuir a dominância apical sobre os ramos principais.

Produção comercial de Agapanto - propagação, cultivo, tratos culturais e cultivo em vasos

Planta ornamental, apesar de sua rusticidade, o Agapanto é uma nativa da África do Sul. Possui características de clima subtropical e é muito encontrado em jardins do sul e do sudeste por gostar e tolerar climas frios. Para se desenvolver satisfatoriamente, o Agapanto precisa de solo rico em matéria orgânica. O nome Agapanthus, em latim, significa "flor do amor" e chama mesmo a atenção no jardim, por suas hastes florais de quase 1 m de altura. No auge da beleza, que acontece durante a primavera e o verão, o Agapanto apresenta inflorescências globosas, compostas por inúmeras flores azuladas. A planta é perfeita na separação de plantas altas em jardins e também para embelezar paredes exeternas e muros.

Regras gerais para a colheita das plantas medicinais

As plantas medicinais, da mesma forma que outras plantas, como as hortaliças apresentam um ponto de colheita ideal, que é o momento de maior concentração de princípios ativos na planta. As substâncias com atividade terapêutica, ou princípios ativos, encontrados nas plantas, geralmente concentram-se em maior quantidade em um determinado órgão. Assim, em algumas plantas os princípios ativos estão em maior concentração nas folhas e hastes, em outras, estão nas flores.

Colheita das plantas medicinais: estádio do desenvolvimento, época do ano e hora do dia

A colheita das plantas medicinais varia conforme o órgão da planta que será coletado, seu estádio de desenvolvimento, a época do ano e a hora do dia, caso contrário, seus princípios ativos não serão bem aproveitados, prejudicando a sua função terapêutica. O estádio de desenvolvimento da planta medicinal é muito importante para que se determine o ponto de colheita, principalmente em plantas perenes e anuais de ciclo longo, em que a máxima concentração é atingida após certa idade e/ou fase de desenvolvimento.

Plantas medicinais - loção para a queda de cabelo, complexo emagrecedor e pomada para a psoríase

O uso de plantas para a cura de doenças e sintomas remonta aos primórdios do homem na Terra. Essa sabedoria popular atravessou os séculos e ainda hoje as plantas são remédios de grande valor para muitos povos, principalmente daqueles de baixa renda. Cientificamente, estudos já comprovaram que os efeitos terapêuticos de algumas plantas medicinais sobre certas doenças, além de altamente vantajosos em termos de custos e benefícios para o homem, são muito eficazes. Ao mesmo tempo, é possível notar nas sociedades do mundo inteiro crescente interesse das pessoas por formas de tratamento que têm como base ingredientes naturais, já que são menos agressivo do que o tratamento com produtos sintéticos. A queda de cabelos, a psoríase, o vitiligo, doenças do fígado, a obesidade, são algumas das doenças que afetam populações pelo mundo todo e todas elas podem ser combatidas ou controladas por meio do uso de produtos feitos com plantas medicinais. Quer saber como? Veja algumas receitas amplamente utilizadas dermatologicamente no combate à doenças comuns:

Como construir tanques para criação de tilápias

Para quem quer investir em criatórios de tilápia, dois tipos de tanques são essenciais. Entretanto, a construção e instalação de cada tipo de tanque são distintas. Os tanques de terra são escavados no terreno, mais adequados para a fase de recria da tilápia. Já os tanques-rede são instalados em lagos, rios ou açudes, próprios para a fase de engorda da tilápia

Nutrição de plantas - principais nutrientes e funções

A nutrição mineral de plantas nos fornece informações sobre quais elementos são essenciais às plantas, quais suas funções, como são absorvidos, transportados e redistribuídos. As plantas são compostas por 70 a 90 % de água e o restante é o material seco. No material seco, observa-se que 90% ou mais é formada somente por três elementos: o carbono (C), o hidrogênio (H) e o oxigênio (O). O C vem do ar, o O do ar e da água e o H vem da água. Dessa maneira, observa-se que, na natureza, o solo é responsável por apenas 1% da composição da planta, mas isso não significa que ele é menos importante. Na verdade, todos os elementos que compõem a planta são essenciais.

Horta - como plantar Taro (Colocasia esculenta) de forma orgânica

O taro, Colocasia esculenta, também conhecido como inhame nas regiões Sul e Sudeste do Brasil, é uma planta herbácea, que pode atingir até dois metros de altura. Suas folhas são verde-escuros e têm limbo com formato de coração. Os pecíolos, que são as hastes das folhas, podem ser arroxeados ou verdes. A parte utilizada é composta de um rizoma central esférico, rodeado por vários rebentos laterais, menores, revestidos por uma pele fibrosa, coberta de pequenas raízes. Geralmente, a cor da polpa é branca, mas existem variedades com a polpa mais corada, chegando até a cor de vinho. A planta não produz sementes, talvez por causa da utilização contínua da propagação vegetativa, através dos rizomas. O ciclo de cultivo é muito variável, indo de cinco até doze meses, de acordo com as variedades e as condições de cultivo.

Atendimento Online
Quer Facilidade