Resultados da busca para "o-que-sao-atividades-coletivas-na-educacao-infantil"

Artes Plásticas na Educação Infantil: atividades abertas X atividades dirigidas

O trabalho com Artes Plásticas na Educação Infantil amplia o repertório de imagens das crianças, estimulando a capacidade destas de realizar a apreciação artística e de leitura dos diversos tipos de artes plásticas, como escultura, pintura, e outros. Para tal, o professor pode pesquisar e trazer, para a sala de aula, diversas técnicas e materiais, a fim de que as crianças possam experimentá-los, interagindo com eles, a seu modo, e produzindo as suas próprias obras, expressando-se por meio das artes. Assim, as crianças aumentarão suas possibilidades de comunicação e compreensão acerca das artes plásticas.

Saiba um pouco mais sobre metodologia ativa

Na aprendizagem ativa, o ensino-aprendizagem não ocorre de forma passiva, com os alunos recebendo e anotando informações. Na metodologia ativa, os alunos participam ativamente das atividades, em sala de aula, o que torna a aprendizagem muito mais efetiva. Por meio dela, o professor busca meios, que potencializam a autonomia e a autodeterminação dos alunos.

Musicalização infantil - formação do coral infantil

Todas as atividades apresentadas até agora podem ser utilizadas de uma forma coordenada, enriquecendo diversas atividades na escola. Você pode, por exemplo, formar um coral com as crianças. Formar um coral não é uma iniciativa tão difícil. Você irá, na verdade, formar grupos de crianças, por turma, que irão cantar juntas. Você irá se preocupar muito mais com a interação entre as crianças e a música, do que com a técnica musical.

Musicalização infantil - atividades lúdicas

Inicialmente, vamos definir as atividades lúdicas como sendo aquelas desenvolvidas por meio de jogos e brincadeiras. São atividades que normalmente são muito bem recebidas pelas crianças, e trazem resultados fantásticos em termos de envolvimento. Uma das brincadeiras pode ser feita com cones de plástico, que são sucatas de confecções. Esta é uma atividade em que a criatividade e a improvisação se mostram como fatores fundamentais para o trabalho de musicalização.

As artes plásticas atuam positivamente no desenvolvimento mental da criança

Na educação infantil, trabalhar com as artes plásticas é um mecanismo de grande importância para o desenvolvimento intelectual da criança. Quando ela pega no lápis e descobre seus primeiros registros no papel, começa a rabiscar obsessivamente. Ao final do seu primeiro ano de vida, porém, ela já é capaz de manter ritmos regulares e produzir seus primeiros traços gráficos, fase conhecida como dos rabiscos ou garatujas. A permanência da linha no papel se investe de magia e esta estimula sensorialmente a vontade de prolongar este prazer, o que significa uma intensa atividade interna. Ao mesmo tempo em que a criança faz a associação de gestos e traços desenvolve sua atividade mental.

Educação física: atividades de Baixa Organização (B.O.)

As atividades de Baixa Organização (Krebs, 1995) são constituídas de jogos simples, de baixa complexidade, cujo objetivo especifico é a aquisição de noções de espaço e tempo. Elas dividem-se em: Jogos de Corrida Variada, Jogos em Linha, Jogos em Círculo e Jogos de Interpretação. “A ideia foi criar um sistema que incluísse todos os jogos realizados pelas crianças da Educação Infantil, ou seja, atividades que dão ênfase ao grupo e têm como objetivo principal desenvolver a orientação espaço-temporal, estimulando a sociabilização e a criatividade”, afirma Rodrigo William Ferreira, professor do Curso a Distância CPT educação Física Infantil, em Livro+DVD e Curso Online.

Musicalização infantil - atividades rítmicas usando o corpo

Para quem irá iniciar um projeto de musicalização em qualquer escola, é importante destacar que o primeiro contato com a musicalização pode ser promovido por meio de atividades rítmicas utilizando o corpo. Particularmente, palmas e pés, e ainda por meio de sons e gestos que chegam à criança. Esse tipo de atividade é muito mais simples, o que torna o início do projeto mais fácil. Além disso, as crianças normalmente assimilam mais rapidamente e adoram participar.

Ensino individual por módulos - atividades extras

As atividades extras nada mais são do que um conjunto de atividades elaboradas com o objetivo de sanar deficiências, ou seja, têm como objetivo proporcionar a recuperação da aprendizagem. São atividades de ensino adicionais oferecidas ao aluno que demonstrou não ter alcançado os objetivos do módulo e que precisa trabalhar novamente o conteúdo em parte ou no seu todo. Embora não precisem ter o mesmo volume de trabalho e a abrangência da fase de atividades de ensino, as atividades extras deverão ser elaboradas de forma a garantir uma revisão de todo o conteúdo do módulo, utilizando recursos tão variados quanto os usados na fase de ensino.

Importância dos brinquedos pedagógicos para a aprendizagem infantil

Brincar é um verdadeiro fenômeno. Uma criança consegue brincar ainda que não possua brinquedos. Entretanto, uma vez que se pensa em dar um brinquedo a ela, é importante que ele seja adequado à sua idade e ao seu desenvolvimento. O brinquedo certo é mais do que um meio de gerar consumo e lazer. Ele é, também, uma forma de estimular a atividade criadora e a percepção infantil, possibilitando à criança desenvolver a inteligência, dotando-a de maior capacidade de apreensão e compreensão.

Conheça a diferença entre coleta seletiva e reciclagem

A coleta seletiva deve ser pensada sempre em associação com a melhoria do sistema de limpeza urbana como um todo, desde a ampliação da abrangência e qualidade da coleta convencional, até a adoção de um sistema sanitário adequado para a destinação final dos resíduos. Entre as iniciativas de programas de coleta seletiva e reciclagem, estão aquelas que, desencadeadas por organizações não governamentais em parceria com empresas privadas tendem a melhores resultados.

Atendimento Online
Quer Facilidade