Resultados da busca para "capim-coast-cross"

Gramas e gramados - como fazer o controle de plantas daninhas

As plantas daninhas, como o Capim-pé-de-galinha, o Capim marmelada e o Capim braquiária, quando crescem, interferem no desenvolvimento da grama, causando prejuízos na produção, competindo com a cultura por água, luz e nutrientes, exercendo, em certas vezes, inibição química. Alguns estudos mostram que 20 a 30% da produção nacional de grama se perde por causa do ataque de plantas daninhas, além de elas serem hospedeiras de pragas e doenças. As práticas mais difundidas para o controle das plantas daninhas são: o arranquio, a capina, a roçada e, por fim, o controle químico.

Produção de feno: tipos de forrageiras e cuidados

Em nosso país, os pecuaristas produzem feno com diversos tipos de forrageiras - como alfafa, azevém, aveia, cevada, coast cross e tífton, e até mesmo restos culturais. Entretanto, para alcançar bom padrão de qualidade, o produtor deve seguir alguns cuidados essenciais na produção e no armazenamento do feno.

Capivara - manejo alimentar no sistema intensivo de criação

Os pastos mais frequentemente oferecidos são o capim-fino e a grama estrela. Porém, como o custo de cercar com tela de alambrado é o principal gasto para o estabelecimento da criação de capivaras no sistema semi-intensivo, seria mais interessante cercar apenas uma pequena área em volta de uma lagoa ou açude (10 a 20 m de margem) e o plantio de uma forrageira de alta produtividade fora da área do criadouro, realizando-se o corte e o fornecimento diariamente. A preferência tem sido pelo capim elefante (Napier ou Camerom) cortados em intervalos de 60 dias na estação das águas. Durante a estação seca, em virtude da menor produtividade desse capim, pode-se realizar o fornecimento intercalado com cana-de-açúcar, rolão-de-milho ou ração.

Criação de capivara - a alimentação no sistema semi-intensivo

Os pastos mais frequentemente oferecidos são o capim-fino e a grama estrela. Porém, como o custo de cercar com tela de alambrado é o principal gasto para o estabelecimento da criação de capivaras no sistema semi-intensivo, seria mais interessante cercar apenas uma pequena área em volta de uma lagoa ou açude (10 a 20 m de margem) e o plantio de uma forrageira de alta produtividade fora da área do criadouro, realizando-se o corte e fornecimento diariamente. A preferência tem sido pelo capim elefante (Napier ou Camerom) cortados em intervalos de 60 dias na estação das águas.

Medicina natural - Capim Cidreira (Cymbopogon citratus)

O Capim Cidreira é indicado como analgésico, calmante, para problemas de estômago, pressão alta, febre e estimulante lácteo (galactogogo). Colocar 1 colher de chá de erva por xícara de chá de água fervente. Tomar de 3 a 4 xícaras ao dia. Pode-se fazer, também, o suco das folhas. Planta resistente à diversidade de solos e climas. Prefere locais ensolarados. Espaçamento de plantio: 0,50 por 1,00 m

Galinha Caipira - piquetes reduzem os custos com a alimentação

O cercado do piquete deve ser feito com tela de arame de no mínimo 1,5 m de altura, com uma mureta de 5 cm junto ao solo, que impeça o contato da tela com o chão. Pode-se também utilizar materiais alternativos como cercas de bambu, de madeira, alvenaria e os pré-fabricados, ou até mesmo cercado de pau-a-pique ou de tramas de varas de marmelo, como na região Nordeste.

Pastejo

O capim-elefante é uma gramínea tropical exigente em fertilidade, que se adapta à maioria das regiões brasileiras. Ultimamente, existe grande procura por informações sobre o uso do capim-elefante sob pastejo rotativo para a produção de leite, visando principalmente à diminuição dos custos de produção.

Uma pastagem de qualidade tem seus segredos. Confira!

A correta escolha do capim, o bom preparo do solo, utilizar uma semente de qualidade e ter total respeito ao tempo de germinação da forrageira são os grandes segredos para uma pastagem de qualidade. Mas, as dicas de sucesso não param por aí: é importante que o produtor leve em consideração a época certa de plantar e formar o pasto, que é até meados do mês de janeiro, e escolha corretamente a forrageira.

Saiba mais sobre forrageiras, formação de pastagens e silagem

Na produção de forrageiras, o produtor rural deve levar em consideração o valor nutricional da planta para que o gado apresente bons resultados. Dentre as inúmeras forrageiras cultivadas no Brasil, o milho é a que melhor se destaca, mas também são cultivados sorgo

Substratos utilizados no cultivo do milho hidropônico

Vários tipos de substratos podem ser utilizados no cultivo hidropônico, como a areia, o cascalho, a argila expandida e a lã mineral. “Todos esses substratos desempenham bem seus papéis, que são sustentar as plantas e propiciar o fornecimento de oxigênio para as suas raízes”, afirma Augusto Luis Ruegger Almeida Neves, professor do Curso a Distância CPT Cultivo de Milho Hidropônico - Para Alimentação Animal, em Livro+DVD e Curso Online.

Atendimento Online
Quer Facilidade