Horta - como plantar Couve-flor (Brassica oleracea var. botrytis L.)

 A Couve-flor desenvolve-se mal em solos de acidez elevada

 

Couve-flor (Brassica oleracea var. botrytis L.) é uma planta herbácea, bienal, com sistema radicular superficial, com caule curto e grosso, de cor verde-claro a escuro. As folhas são inteiras ou ligeiramente fendidas, oblongas e elípticas.

A parte comestível da couve-flor, chamado vulgarmente de cabeça da Couve-flor, é um conjunto de ápices imaturos, hipertrofiados, e indiferenciados. É considerado um alimento funcional, não só pela sua função reguladora do trânsito intestinal, como pela grande quantidade de fibras, sais minerais, de cálcio, potássio, enxofre, sódio, fósforo, magnésio e ferro. Além disso, é rica em vitaminas A, B1, B2, B5 e C. É muito utilizada em fresco para a confecção de sopas e cozidos. As Couves-flor são matéria prima de indústrias de transformação de congelados e pickles.

A Couve-flor desenvolve-se mal em solos de acidez elevada e como consequência, as folhas tornam-se compridas, estreitas, com a lâmina foliar reduzida, encrespada e com a nervura principal saliente, correspondendo ao chamado “rabo de chicote”.

As exigências no que se refere ao solo, não diferem muito das exigências de outras brássicas. Preferem solos soltos, bem drenados e ricos em húmus. O pH deve situar-se entre os valores 6,0 e 7,0. Se necessário fazê-la, a correção do pH não deve ser brusca, sendo por isso desaconselhável fazer aplicações de calcário superiores a 5-6 ton. /ha.

Deve-se escolher, para a cultura de couve-flor, solos com fraca acidez, com boa fertilidade, ricos em matéria orgânica e em nitrogênio. Devem ser firmes, argilo-silicosos, pois os solos arenosos e os soltos, como os do tipo salmourão, são facilmente percolados pela água da chuva ou da irrigação, que arrasta os elementos nutritivos para as camadas inferiores, onde não chegam as raízes da planta. Esses solos tem, em geral, teores baixos em matéria orgânica e nitrogênio e são muito deficientes em boro, todos de grande importância para couve-flor e brócolos. Necessitam, para boa produção, de forte e completa adubação e frequentes irrigações.

A boa drenagem do solo é essencial para essas plantas, principalmente para a couve-flor, cujo crescimento precisa ser rápido e regular.

O clima propício para o desenvolvimento normal da maioria das variedades de couve-flor é temperatura fresca, sem geadas e umidade do ar relativamente alta. Tais condições são especialmente importantes na época da colheita. Temperatura alta e forte insolação durante a formação da cabeça fazem-na crescer muito rapidamente, sem atingir bom tamanho. Surgem, ainda, defeitos na cabeça, como sua rápida divisão e aparecimento de pequeninos botões e, mesmo, de manchas avermelhadas na variedade do grupo “Bola de Neve".

Quando a temperatura está acima de 350C, com noites quentes, o rendimento da maioria das variedades de couve-flor é afetado, pois bá redução no tamanho das folhas, por conseguinte, a cabeça não será bem desenvolvida, visto existir estreita correlação entre o desenvolvimento das folhas e a formação das cabeças. Da mesma forma, temperaturas abaixo de 16oC, com noites frias, também afetam a produção, pelo fraco desenvolvimento da planta.

Por isso, as plantações comerciais de couve-flor, no mundo, estão distribuídas em regiões onde a temperatura é fresca, ou devido à latitude ou à altitude, é relativamente úmida, pela proximidade de grandes massas de água.

Como plantar Couve-flor

Como mencionado anteriormente, a couve-flor requer solos trabalhados, adubados, bem estercados, profundos e bem drenados. É bom notar que a espécie, diferente do repolho e do brócolos, não tolera solos ácidos e é mais exigente em nutrientes. Por isso, recomenda-se escolher os locais para a produção. As plantas devem ser cobertas com redes para afastar aves, borboletas e insetos. Deixe um bom espaço entre as plantas. Para evitar que elas espiguem e também para evitar que ela não venha a parar de crescer, regue regularmente.

- Apesar de ser considerada uma hortaliça de clima frio, alguns cultivares da couve-flor podem ser cultivados em regiões de clima quente.

- Gostam de alta luminosidade, e preferem locais nos quais batam pelo menos algumas horas de sol direto diariamente.

- Certifique-se de que o solo tenha boa drenagem. Também é necessário que ele seja fértil e que tenha disponibilidade de matéria orgânica e nitrogênio.

- Para manter o solo sempre úmido, irrigue-o com frequência.

- Plante as sementes em sementeiras, vasos ou canteiros. Quando transplantadas, as mudas devem ter de 4 a 6 folhas.

- Amarre as folhas da couve-flor com um elástico ou com um barbante de forma que elas protejam a parte comestível do sol e das intempéries do tempo.

O tempo de colheita da couve-flor varia conforme o cultivar utilizado. No entanto, ao decidir por fazê-la, a Colha a couve-flor deverá apresentar-se firme e compacta.

A couve-flor, os brócolos, o repolho, a couve-verde, o nabo, etc. são sujeitos ao ataque das mesmas moléstias e pragas. Por isso, não devem ser cultivados no mesmo local a não ser depois de 3 a 4 anos. Isto é, há necessidade de rotação.

Aprimore seus conhecimentos acessando os Cursos CPT, da área Horticultura, entre eles o Curso Horta Caseira - Implantação e Cultivo, elaborados pelo Centro de Produções Técnicas.

Entre os mais comuns, fáceis de serem cultivados e manejados, listam-se os seguintes vegetais listados nos links de referência abaixo. Clique e confira!

Horta - vegetais cultivados em pequena quantidade para o consumo próprio

Abobrinha (Cucurbita pepo L.)

Acelga (Beta vulgaris cicla)

Agrião (Nasturtium officinale)

Alcachofra (Cynara cardunculus subsp scolymus)

Alface (Lactuca sativa)

Alho Poró (Allium porrum)

Almeirão (Cichorium intybus)

Aspargo (Asparagus setaceus)

Bardana (Arctium lappa)

Batata (Sclanum tuberosum)

Berinjela (Solanum melongena)

Beterraba (Beta vulgaris)

Brócolis (Brassica oleracea)

Cebola (Allium Cepa L.)

Cenoura (Daucus carota)

Chicória (Cichorium endivia)

Couve (Brassica oleracea)

Ervilha (Pisum sativum)

Espinafre (Spinacia oleracea)

Fava (Vicia faba)

Grão-de-bico (Cicer arietinum L.)

Inhame (Colocasia esculenta)

Mandioquinha (Arracacia xanthorrhiza)

Mostarda (Sinapis alba)

Nabo (Brassica rapa L.)

Ora-pro-nóbis (Pereskia aculeata Miller)

Pepino (Cucumis sativus)

Pimentão (Capsicum annuum)

Quiabo (Abelmoschus esculentus)

Repolho (Brassica oleracea var. Capitata L.)

Serralha (Sonchus oleraceus)

Taioba (Xanthosoma sagittifolium)

Tomates (Solanum lycopersicum)

Vagem (Phaseolus vulgaris)

Por Silvana Teixeira

Fontes: Hortamiga, nplantas, Portal do Jardim, Globo Rural, Globo Rural, Jardinaria, O Meu Jardim, Site Unimed, Frutas no Brasil, Saberes do Jardim, Vovó que ensinou, Horta em Casa, Como Fazer Tudo, Portal São Francisco

A Couve-flor desenvolve-se mal em solos de acidez elevada

 

Cursos Relacionados

Curso Hidroponia - Solução Nutritiva Curso Hidroponia - Solução Nutritiva

Com Prof. Dr. Quirino Carmello

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Hidroponia - Controle de Pragas e Doenças da Alface Curso Hidroponia - Controle de Pragas e Doenças da Alface

Com Prof.ª Liliane Teixeira, Prof. Octavio Nakano e P...

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo Orgânico de Hortaliças - Sistema de Produção Curso Cultivo Orgânico de Hortaliças - Sistema de Produção

Com Prof. Dr. Jacimar Souza

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo Orgânico de Brócolis, Couve-Flor e Repolho Curso Cultivo Orgânico de Brócolis, Couve-Flor e Repolho

Com Prof. Dr. Jacimar Souza

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Horta Caseira - Implantação e Cultivo Curso Horta Caseira - Implantação e Cultivo

Com Prof. Dr. João Tessarioli Neto

R$ 446,00 à vista ou em até 12x de R$ 37,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo Orgânico de Hortaliças em Estufa Curso Cultivo Orgânico de Hortaliças em Estufa

Com Prof. Luiz Geraldo de Carvalho Santos

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Alcides Benício Gramosa Filho

3 de abr de 2017

Sou professor da ESCOLA FAMÍLIA AGRÍCOLA SERRA DA CAPIVARA em São Lourenço do Piaui, gosto muito deste site. Gostaria muito de fazer cursos na Área de GEOGRAFIA AGRÁRIA. Estão de parabéns sobre os temas propostos. Aprendo muito com essas dicas de cultivos.

Resposta do Portal Cursos CPT

4 de abr de 2017

Olá Alcides,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Para mais informações nossas consultoras entrarão em contato.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Mais Artigos que abordam as diversas áreas do conhecimento

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade