WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Horta - Como plantar Brócolis (Brassica oleracea)

Horta - Como plantar Brócolis (Brassica oleracea)

 

O Brócolis (Brassica oleracea) é um vegetal crucífero pertencente à família Brassicaceae, na qual estão inclusas mais de 3.000 mil espécies, entre elas a couve-flor, a couve comum, o repolho, o rabanete, a mostarda e o agrião.

De origem europeia, o brócolis hoje é cultivado em várias regiões do mundo. Porém, se adapta melhor em climas frios e se desenvolve bem quando exposto a uma temperatura que esteja em torno de 18º a 23º graus Celsius.

É uma plana herbácea, bienal e perene. Suas folhas possuem limbo lobado na base e bordas onduladas e suas flores são imperfeitas, com formato semelhante à de um sino, todas reunidas em uma inflorescência do tipo capítulo. O tamanho dos botões florais é variável e possuem colorações encontradas do verde-escuro ao verde-arroxeado.  Tanto as folhas, as flores e os pedúnculos florais dos brócolis podem ser consumidos e destacam-se como sendo poderosas fontes de nutrientes. Quando colhidos, não deve ser demorado o seu consumo, pois os brócolis têm uma curta vida pós-colheita e várias alterações em seu sabor, aroma e coloração ocorrem.

A inflorescência com haste grossa e tenra e com botões florais nas extremidades constitui as partes comestíveis. Pode ser consumida ao natural como salada ou cozida. Trata-se de um vegetal muito rico nutrientes, dos quais se destacam principalmente o cálcio, o magnésio, o potássio, ferro, zinco, sódio e o fósforo. Contribui consideravelmente para a formação e manutenção de ossos e dentes, contração muscular e metabolismo normal dos nutrientes no organismo. Possui, ainda, vitamina A, C, B1, B2, B6, K, antioxidante que atua na proteção contra infecções. Além disso, é um alimento com uma boa quantidade de ácido fólico (folato), importante para a formação de células sanguíneas e formação e fechamento do tubo neural de fetos.

O teor de fibras presente no brócolis auxilia na redução de colesterol e glicose no sangue, além de auxiliar no trânsito intestinal. Por fim, apresenta baixíssimo valor calórico, sendo uma deliciosa opção em dietas de emagrecimento.  Em cada 100 gramas de produto cozido contém: proteína - 3,3 gramas, fósforo - 70 miligramas, riboflavina - 150 microgramas, altos teores de cálcio, 400 miligramas, e vitamina C - 74 miligramas de ácido ascórbico.

Além de tudo isto em sua composição, o brócolis também é conhecido por possuir propriedades anticancerígenas, por conter fitoquímicos como os compostos isotiocianatos. Pesquisas relatam  que o consumo diário de brócolis evita doenças do coração, evita úlceras e gastrites.

É amplamente utilizado na gastronomia, sendo encontrado tanto em saladas quanto em preparações mais elaboradas, como carnes e guarnições, ou até mesmo no famoso arroz com brócolis. Os brócolis são consumidos de variadas maneiras. É muito apreciado em cozidos, grelhados e como um ingrediente de várias receitas, tais como suflês, sopas, tortas, bolos e refogados.

Quando cozidos em excesso os brócolis perdem grande parte de seus nutrientes e sua textura também é alterada. O ideal é cozinhá-los em vapor ou em panela tampada contendo pouca água, por pouco tempo. Assim manterá todas as suas propriedades benéficas a saúde.  Os brócolis são alimentos muito perecíveis e, portanto devem ser guardados em sacos plásticos e mantidos sob refrigeração (geladeira) por no máximo uma semana.

Ao comprar brócolis, é importante verificar se os talos e as flores estão verdes e sem marcas de picadas de insetos, pois folhas amareladas ou pretas indicam que a verdura está velha. As flores também devem estar bem fechadas.

Como plantar o Brócolis

- Os brócolis por serem de clima frio não se adaptam em regiões nas quais a temperatura média passa dos 22º C.

- Para seu pleno desenvolvimento, o Brócolis deve ser cultivado em local de alta luminosidade, no qual tenha contato com a luz solar direta por, pelo menos, algumas horas por dia.

- Antes de cultivá-lo, certifique-se que o solo tenha boa drenagem, seja bastante fértil, e seja rico em matéria orgânica.

- Mantenha o solo sempre úmido. No entanto, previna-se de forma que ele nunca se encharque.

- Você pode plantar as sementes do Brócolis em locais diversos, como em canteiros, sementeiras, vasos pequenos ou vasos grandes, e, ainda, copinhos de plástico ou de jornal. Depois que estiverem com 6 folhas, faça o transplante para o local definitivo tomando-se bastante cuidado para não danificar as mudas e as raízes.

Aproximadamente 100 dias após o plantio das sementes, antes que as flores comecem a abrir, poderá ser feita a colheita. é normal que surjam brotos laterais após essa fase.

Uma das pragas mais comuns que atacam os brócolis é a traça-das-crucíferas, cujo nome científico é Plutella xylostella. Estas pragas alimentam-se da cabeça dos brócolis, fazendo furos em seus botões florais. Os brócolis estão mais susceptíveis aos ataques destas pragas agrícolas principalmente em épocas quentes e secas do ano. O controle é feito através do uso de inseticidas.

Aprimore seus conhecimentos acessando os Cursos CPT, da área Horticultura, entre eles o Curso Horta Caseira - Implantação e Cultivo, elaborados pelo Centro de Produções Técnicas.

Entre os mais comuns, fáceis de serem cultivados e manejados, listam-se os seguintes vegetais listados nos links de referência abaixo. Clique e confira!

Horta - vegetais cultivados em pequena quantidade para o consumo próprio

Abobrinha (Cucurbita pepo L.)

Acelga (Beta vulgaris cicla)

Agrião (Nasturtium officinale)

Alcachofra (Cynara cardunculus subsp scolymus)

Alface (Lactuca sativa)

Alho Poró (Allium porrum)

Almeirão (Cichorium intybus)

Aspargo (Asparagus setaceus)

Bardana (Arctium lappa)

Batata (Sclanum tuberosum)

Berinjela (Solanum melongena)

Beterraba (Beta vulgaris)

Cebola (Allium Cepa L.)

Cenoura (Daucus carota)

Chicória (Cichorium endivia)

Couve (Brassica oleracea)

Couve-flor (Brassica oleracea var. botrytis L.)

Ervilha (Pisum sativum)

Espinafre (Spinacia oleracea)

Fava (Vicia faba)

Grão-de-bico (Cicer arietinum L.)

Inhame (Colocasia esculenta)

Mandioquinha (Arracacia xanthorrhiza)

Mostarda (Sinapis alba)

Nabo (Brassica rapa L.)

Ora-pro-nóbis (Pereskia aculeata Miller)

Pepino (Cucumis sativus)

Pimentão (Capsicum annuum)

Quiabo (Abelmoschus esculentus)

Repolho (Brassica oleracea var. Capitata L.)

Serralha (Sonchus oleraceus)

Taioba (Xanthosoma sagittifolium)

Tomates (Solanum lycopersicum)

Vagem (Phaseolus vulgaris)

Por Silvana Teixeira

Fontes: Hortamiga, nplantas, Portal do Jardim, Globo Rural, Globo Rural, Jardinaria, O Meu Jardim, Site Unimed, Frutas no Brasil, Saberes do Jardim, Vovó que ensinou, Horta em Casa, Como Fazer Tudo, Portal São Francisco

Horta - Como plantar Brócolis (Brassica oleracea)

 

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

JOSE ALBERTO BARROSO FREITAS

12 de mar de 2018

Excelente informações como iniciar a plantação de hortaliças e legumes, porém falta informação dos nutrientes que devem ser colocados na cova, e durante o ciclo de vida das plantas

Resposta do Portal Cursos CPT

13 de mar de 2018

Olá José Alberto,

Agradecemos seu comentário. Sempre publicamos novos artigos relacionados a sua dúvida, portanto não deixe de acessar nosso site.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!