Horta - como plantar Beterraba (Beta vulgaris)

Com sabor levemente adocicado e textura suave, a Beterraba é apreciada cozida ou crua em saladas, mas também pode ser usada como ingrediente em purês, musses, sopas, tortas, vitaminas e sucos

 

A Beterraba, (Beta vulgaris), originária de regiões de clima temperado da Europa e do norte da África, é uma uma cultura anual, herbácea e produz uma raiz tuberosa, comestível, com formato esférico a globular-achatado e sabor bastante adocicado. Desenvolve, em sua fase vegetativa, folhas alongadas e caule pequeno. A coloração varia de vermelho-escuro a dourada, de acordo com a variedade e sua composição é rica em proteínas (3%) e ferro (2,5 mg/100 g de produto cozido).

Com sabor levemente adocicado e textura suave, a Beterraba é apreciada cozida ou crua em saladas, mas também pode ser usada como ingrediente em purês, musses, sopas, tortas, vitaminas e sucos. Possui propriedades medicinais como anti-inflamatório, antianêmico, antirreumático, diurético e para tratamento de doenças cardíacas.

A raiz tuberosa é a raiz principal, adaptada para armazenar reservas de nutrientes, vitaminas e energia. Embora seja o principal produto comercializado para consumo, as folhas correspondem à parte mais nutritiva dessa planta herbácea. É nelas que se encontram as maiores quantidades de cálcio, ferro, sódio, potássio e vitaminas A, B e C. Grandes e volumosas, as folhas podem ser consumidas refogadas ou em omeletes e bolinhos.

Como plantar a Beterraba

- A Beterraba pode ser semeada o ano todo em áreas com altitude acima de 800 metros. De 400 a 800 metros, o cultivo é indicado entre os meses de fevereiro e junho. Abaixo de 400 metros, o melhor período para a plantação é de abril a junho. A semeadura pode se tornar mais difícil nos meses quentes e chuvosos.

- A Beterraba tem seu plantio mais garantido em locais de clima frio. As temperaturas mais adequadas para o desenvolvimento da planta estão dentro da faixa de dez a 20 graus.

- A Beterraba necessita de boa luminosidade, com pelo menos algumas horas de sol direto, de solos leves, férteis, ricos em matéria orgânica, boa drenagem e boa disponibilidade de água durante o ciclo da planta. O solo precisa ser rico em nitrogênio e boro para a planta crescer bem.

- O ciclo varia em função de variedades, de 60 a 70 dias, do plantio à colheita.

- A propagação é feita através de sementes, plantadas diretamente no campo ou através de mudas com 5 a 6 folhas e 15 centímetros de altura, produzidas em estufa. Cada “semente comercial” contem 2 a 4 sementes verdadeiras.

- Nos meses quentes, a semeadura da Beterraba é mais vulnerável a doenças e pragas. O calor pode interferir na formação das raízes, provocando anéis claros que depreciam o produto na hora das vendas. Sob temperaturas elevadas, também aumenta o risco do ataque de doenças, como mancha da folha, podridão da raiz e ferrugem. Entre as pragas que mais acometem a hortaliça estão a lagarta-rosca e a vaquinha.

- Antes de adubar, faça análise do solo, seguida da calagem, se necessário. Em solos pobres, juntamente com o adubo químico, é bom adicionar boro e zinco. Aos 15 dias e 30 dias após a emergência das plântulas (ou transplante das mudas), pulverize com molibdato de sódio ou molibdato de amônio, misturados em água.

- Para a semeadura, mantenha espaçamento entre as linhas de 20 a 30 centímetros; no transplante ou após o raleio, a recomendação é manter de dez a 15 centímetros entre plantas. Para facilitar o cultivo inicial, o indicado é adquirir sementes descortiçadas já que passaram por um processo mecânico de quebra do glomérulo.

- A profundidade ideal para semear a Beterraba é de um a dois centímetros. Pode ser realizada em bandejas específicas, que são vendidas no varejo, ou diretamente no local definitivo. Após 20 dias, o transplante para o campo já pode ser feito. Outra opção é utilizar canteiros (sem alvenaria) com um a 1,2 metro de largura e de 20 a 30 centímetros de altura; entre um canteiro e outro, deve-se deixar um espaço de 40 a 50 centímetros. Neste caso, as mudas estarão prontas para o transplante depois de 20 a 30 dias após a semeadura. Para fortalecer a planta, faça o raleamento quando ela atingir cinco centímetros de altura.

- Não permita que o solo fique seco. para que isto não aconteça, irrigue-o com a frequência.

A colheita varia de acordo com a opção do plantio. No sistema de semeadura direta, a Beterraba pode ser colhida de 60 a 70 dias após o cultivo. Para mudas transplantadas, leva de 90 a 100 dias para começar a apanhar a hortaliça. Quando atingirem de seis a oito centímetros de diâmetro, as raízes estão no ponto de colheita.

Aprimore seus conhecimentos acessando os Cursos CPT, da área Horticultura, entre eles o Curso Horta Caseira - Implantação e Cultivo, elaborados pelo Centro de Produções Técnicas.

Entre os mais comuns, fáceis de serem cultivados e manejados, listam-se os seguintes vegetais listados nos links de referência abaixo. Clique e confira!

Horta - vegetais cultivados em pequena quantidade para o consumo próprio

Abobrinha (Cucurbita pepo L.)

Acelga (Beta vulgaris cicla)

Agrião (Nasturtium officinale)

Alcachofra (Cynara cardunculus subsp scolymus)

Alface (Lactuca sativa)

Alho Poró (Allium porrum)

Almeirão (Cichorium intybus)

Aspargo (Asparagus setaceus)

Bardana (Arctium lappa)

Batata (Sclanum tuberosum)

Berinjela (Solanum melongena)

Brócolis (Brassica oleracea)

Cebola (Allium Cepa L.)

Cenoura (Daucus carota)

Chicória (Cichorium endivia)

Couve (Brassica oleracea)

Couve-flor (Brassica oleracea var. botrytis L.)

Ervilha (Pisum sativum)

Espinafre (Spinacia oleracea)

Fava (Vicia faba)

Grão-de-bico (Cicer arietinum L.)

Inhame (Colocasia esculenta)

Mandioquinha (Arracacia xanthorrhiza)

Mostarda (Sinapis alba)

Nabo (Brassica rapa L.)

Ora-pro-nóbis (Pereskia aculeata Miller)

Pepino (Cucumis sativus)

Pimentão (Capsicum annuum)

Quiabo (Abelmoschus esculentus)

Repolho (Brassica oleracea var. Capitata L.)

Serralha (Sonchus oleraceus)

Taioba (Xanthosoma sagittifolium)

Tomates (Solanum lycopersicum)

Vagem (Phaseolus vulgaris)

Por Silvana Teixeira

Fontes: Hortamiga, nplantas, Portal do Jardim, Globo Rural, Globo Rural, Jardinaria, O Meu Jardim, Site Unimed, Frutas no Brasil, Saberes do Jardim, Vovó que ensinou, Horta em Casa, Como Fazer Tudo, Portal São Francisco

A Beterraba possui propriedades medicinais como anti-inflamatório, antianêmico, antirreumático, diurético e para tratamento de doenças cardíacas

 

 

Cursos Relacionados

Curso Hidroponia - Solução Nutritiva Curso Hidroponia - Solução Nutritiva

Com Prof. Dr. Quirino Carmello

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Hidroponia - Controle de Pragas e Doenças da Alface Curso Hidroponia - Controle de Pragas e Doenças da Alface

Com Prof.ª Liliane Teixeira, Prof. Octavio Nakano e P...

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Horta Caseira - Implantação e Cultivo Curso Horta Caseira - Implantação e Cultivo

Com Prof. Dr. João Tessarioli Neto

R$ 446,00 à vista ou em até 12x de R$ 37,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo Orgânico de Hortaliças em Estufa Curso Cultivo Orgânico de Hortaliças em Estufa

Com Prof. Luiz Geraldo de Carvalho Santos

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo Orgânico de Alho, Cenoura, Baroa, Beterraba e Batata-Doce Curso Cultivo Orgânico de Alho, Cenoura, Baroa, Beterraba e Batata-Doce

Com Prof. Dr. Jacimar Souza

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Como Tornar sua Fazenda Orgânica Curso Como Tornar sua Fazenda Orgânica

Com Prof.ª Clevane Valle e Prof. Joe Valle

R$ 428,00 à vista ou em até 12x de R$ 35,67 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

CLEVERTON RODRIGUES

19 de mar de 2015

MUITO BOM

Resposta do Portal Cursos CPT

20 de mar de 2015

Olá, Cleverton!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Ficamos felizes que tenha gostado dos nossos cursos.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Mais Artigos que abordam as diversas áreas do conhecimento

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade