WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Torne realidade o sonho de viver do que você ama! 20% OFF nos cursos online + 5% OFF pagando no cartão

Turismo rural torna pessoas urbanas agricultores por um dia

O agroturismo cresceu tanto no interior paulista que muitas propriedades conseguem ter lucratividade de 50% com a atividade

O turista tem contato com a natureza por meio dos passeios nas trilhas, cahoeiras, cavalos e o conhecimento de toda a produção da propriedade.

O turista tem contato com a natureza por meio dos passeios nas trilhas, cahoeiras, cavalos e o conhecimento de toda a produção da propriedade.

Sossego, contato com a natureza e a beleza das cachoeiras. Vivenciar a tradicional vida no campo está, cada vez mais, sendo a opção dos passeios, seja no fim de semana ou feriados. É uma boa opção para quem quer fugir dos destinos mais badalados, e também excelente oportunidade de renda aos que lidam no campo.

Hoje, somente no estado de São Paulo, segundo estimativas do Idestur - Instituto do Desenvolvimento do Turismo Rural, são mais de 800 empreendimentos do gênero, entre hotéis, pousadas e fazendas abertas à visitação. O agroturismo cresceu tanto no interior paulista que   tem grande representatividade no PIB da região. Muitas propriedades conseguem ter uma lucratividade de 50% com essa atividade.

O professor Fábio Hosken, especialista em turismo rural e consultor do SEBRAE em Minas Gerais, elaborou algumas dicas para os produtores no curso Agroturismo – Um Conceito de Negócio, desenvolvido pelo CPT – Centro de Produções Técnicas. “Defina o produto turístico que pretende implantar na sua propriedade. Conheça outras experiências semelhantes, viaje, troque ideias com empresários do ramo, pesquise, planeje, consulte profissionais especializados e avalie o desafio que se impõe”, diz.

Para Hosken, qualquer que seja a atividade turística escolhida, deve-se preservar a atividade agropecuária, tradicionalmente responsável pela sustentabilidade econômica. É ela o alicerce sobre o qual o produto turístico se desenvolverá.

O dono do Sítio Santa Rita, no município de Louveira, Daniel Miqueletto, desde 2003, abriu a propriedade para visitas. Apesar de estar investindo na ampliação da sua estrutura para produzir mais vinho, Miqueletto destaca que a principal vantagem do agroturismo é que, pela proposta de oferecer uma vivência de fazenda aos visitantes, não é necessário muito investimento em estrutura. "Você pode iniciar com o que você tem, fazendo apenas algumas adaptações", comenta o viticultor.

Nos sítios e fazendas, os turistas podem conhecer da plantação à colheita dos frutos, hortaliças, grãos e leguminosas e, ainda, saborear e levar para casa as delícias produzidas no local. Muitos produtores estão se despertando para o turismo rural e se movimentam para preparar dormitórios e transformar a propriedade em um hotel fazenda.

Por: Ariádine Morgan

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!