WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Pavões, aves exóticas, exuberantes e lucrativas

Além da comercialização das aves, outra possibilidade é a venda das penas, que são utilizadas para decoração

 

O leque do pavão adulto pode chegar a medir dois metros e meio de diâmetro e possuir em torno de 200 penas de diferentes tamanhos.

 

O Brasil é um país muito privilegiado na criação de aves, pois o clima favorece a reprodução da maioria das espécies. São encontradas aqui aproximadamente 1.600 das mais de 2.900 catalogadas na América do Sul.

Dentre elas, temos as exóticas, das quais pode-se destacar o pavão, que encanta pela rara beleza. Sua cauda aberta chama a atenção pelas cores e formas. Por possuir uma carne muito dura, é criado exclusivamente para fins ornamentais.

As principais espécies são originárias da Índia, da Malásia e do Congo. O pavão do Congo é o mais difícil de ser encontrado no Brasil. O indiano, também conhecido como pavão real, é o mais difundido no mundo. Possui as variedades branco, azul e ombros negros. O pavão verde, também conhecido como gigante, por ser o maior dos pavões, é originário da Malásia.

A diferença sexual dessas aves é muito evidente. O macho possui um exuberante leque, o qual utiliza para conquistar a fêmea para a reprodução. No pavão adulto, ele pode chegar a medir dois metros e meio de diâmetro e possuir em torno de 200 penas de diferentes tamanhos.

De acordo com o professor João Batista de Oliveira, no curso Criação de Pavões, elaborado pelo CPT - Centro de Produções Técnicas, também zootecnista, “essas aves geralmente são adquiridas por pessoas que tem sítios, chácaras ou fazendas, a fim de ornamentar a propriedade. Para esses clientes, os pavões são comercializados principalmente em casais. O produtor que deseja iniciar uma criação, também é comprador em potencial. Esse irá adquirir machos e fêmeas em proporções adequadas à reprodução”.

Além da comercialização das aves, outra possibilidade é a venda das penas, que são utilizadas para decoração, na confecção de fantasias e em trabalhos artesanais. Elas caem naturalmente na época da muda, no mês de dezembro, após a postura das fêmeas.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Paulo

30 de nov de 2012

Oi, gostaria de saber como diferenciar o pavão macho da fêmea, quando filhotes?

Resposta do Portal Cursos CPT

14 de dez de 2012

Olá, Paulo!

Ficamos felizes por sua visita e comentário em nosso site.

O sexo dos pavões só podem ser diferenciados após oito meses de vida.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

 

Últimos Artigos

Fique por dentro das novidades!