WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Black Friday 30%OFF nos cursos online 15% OFF nos cursos em livro+DVD + 5% OFF extra no cartão de crédito

Animais de estimação também precisam de treinamento físico

Exercícios são importantes para manter a saúde e a qualidade de vida dos animais

 

Correr e brincar ajudam os bichos a gastarem energia. Foto: Pixie Led.

É bem comum a ideia de que os animais de estimação tendem a se parecer com o dono. Se é incerto que isso seja verdade em relação à aparência e à personalidade, pelo menos é verdade em relação à saúde. Eles inclusive sofrem de diversas doenças comuns nos humanos, como problemas cardíacos e diversos tipos de câncer. O fato é que os bichinhos acabam tendo os mesmos hábitos dos donos e, assim como os humanos, precisam praticar exercícios físicos.

Animais de estimação que praticam exercícios, como correr, caminhar, nadar e pular bastante, são mais saudáveis e felizes. Com os estímulos físicos, eles ganham bastante em qualidade de vida. A especialista em condicionamento físico animal Ana Cláudia Veríssimo afirma que cães e gatos podem ser inseridos em programas de condicionamento desde muito cedo.

Ana Cláudia explica que os exercícios fazem tão bem aos animais quanto aos seres humanos. Ela recomenda que se comece com uma caminhada leve e depois passe para uma corrida. Assim, os animais ficam mais tranquilos, evitando, por exemplo, aqueles latidos constantes. A especialista destaca que a atividade física para os animais deve ser constante para que eles possam gastar a energia acumulada e evitar doenças.

A especialista afirma que, antes de sair para passear com o animal, ele precisa estar bem alimentado e hidratado. Além disso, pode receber alguma recompensa quando voltar, como um alimento ou um brinquedo. Estes, por sinal, são ótimos para o condicionamento físico dos bichos de estimação. É uma forma deles se divertirem, relaxarem e gastarem a energia acumulada.

Por: Maria Clara Corsino.

Fonte: Conselho Federal de Medicina Veterinária.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!