WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Veterinário de suínos? Saiba mais sobre a maturidade sexual das porcas

A maturidade sexual das porcas acontece aproximadamente aos 5 meses de idade, variando entre 130-240 dias. Compreende fases como o pró-estro ou pré-estro, estro, cio, metaestro e diestro

Veterinário de suínos? Saiba mais sobre a maturidade sexual das porcas   Artigos CPT

De acordo com a Professora Mariana Costa Fausto, do Curso CPT Suínos: Produção e Principais Doenças, "na fêmea, a maturidade sexual acontece aproximadamente aos 5 meses de idade, podendo variar entre 130-240 dias e compreende fases como o pró-estro ou pré-estro, estro, cio, metaestro e, por fim, o diestro."

- Pró-estro ou pré-estro


É a fase em que ocorre o crescimento e a maturação dos folículos ovarianos pela ação do FSH e tem duração de média de três dias. Durante essa fase, a concentração de LH está baixa na circulação e a progesterona está em declínio devido à lise do corpo lúteo proveniente do ciclo anterior.

Nessa etapa, inicia-se a produção de estrógeno pelos folículos em desenvolvimento, os quais, ao atingirem o estágio de maturação, desenvolvem o pico de estrógeno na corrente circulatória, o que estimula os centros hipotalâmicos a provocar uma descarga abrupta de LH hipofisário.

- Estro


É a fase em que ocorre o estímulo da ovulação pelos folículos. Na fase de estro ocorre a manifestação do cio, regulado pela quantidade de estradiol-17, estrógeno produzido pelos folículos maduros. Alguns autores preferem denominar essas duas fases (pró-estro e estro) de fase folicular, que compreende desde a regressão do corpo lúteo até a ovulação, tendo o estrógeno como hormônio predominante (Lima et al., 1999; Hafez, 1995).

- Cio


Nos suínos, o cio tem duração média de dois a três dias, iniciando-se com o pico de LH e terminando rapidamente após a ovulação, que ocorre normalmente de 30 a 40 horas após o início do estro.

- Metaestro


Após a ovulação, o nível de estrógeno diminui na corrente circulatória e inicia-se a produção de progesterona pelos corpos lúteos. Nessa fase, os corpos hemorrágicos formados por ocasião da ovulação são transformados em corpos lúteos (CL) pela ação do LH. Esta fase tem duração aproximada de dois dias.

- Diestro


Fase em que a progesterona atinge seu platô e corresponde à fase mais longa do ciclo estral, com duração média de 14 dias. Esta fase caracteriza-se pela presença de CL maduros que geram progesterona, inibindo ou diminuindo a secreção de FSH e LH hipofisário (feedback negativo).

Se ocorrer a fertilização, os corpos lúteos (CL) persistem durante toda a gestação. Do contrário, o endométrio produz a PGF2 (Prostaglandina F2) que provoca a lise ou destruição dos CL e a fêmea inicia um novo ciclo estral. Alguns autores classificam essas duas últimas fases (Metaestro e Diestro) em uma única denominada: fase luteínica, que se caracteriza pela presença do CL tendo, portanto, a progesterona como hormônio predominante (Lima et al, 1999; Hafez, 1995).

A seguir, o mecanismo hormonal do ciclo estral dos mamíferos:


Características hormonais do ciclo estral de mamíferos    Artigos CPT

Foto: Características hormonais do ciclo estral de mamíferos.
Fonte: http://www.thepigsite.com

Gostou do assunto? Leia a(s) matéria(s) abaixo:


- Veterinário de suínos? Conheça o aparelho reprodutor do macho

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT da área Medicina Veterinária.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!