WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Fale com uma Especialista
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Caprinos recém-nascidos? Saiba como tratá-los

A sobrevivência das crias após o nascimento tem grande impacto econômico nos sistemas de produção de caprino. Por isso, os médicos veterinários recomendam alguns cuidados iniciais

Cabritinhos recém-nascidos? Saiba como tratá-los   Artigos CPT

A sobrevivência das crias após o nascimento tem grande impacto econômico nos sistemas de produção de caprino. Por isso, os médicos veterinários recomendam alguns cuidados iniciais após o nascimento, explica Magna Coroa Lima, professora do Curso CPT Caprinocultura: Produção e Principais Doenças.


- Retire o filhote de perto da mãe, tomando precauções para evitar ao máximo o estresse causado pelada separação. A mãe não deve lamber o animal.
- Seque e limpe o filhote utilizando papel toalha, principalmente na parte costal, para evitar a perda de calor e estimular a respiração do filhote.
- Segure o cabrito no colo e balance o animal com a cabeça levemente voltada para baixo com o objetivo de retirar todo o material armazenado nas fossas nasais, restos de secreções do parto. Verifique e limpe as vias aéreas do cabrito observando se o filhote está respirando corretamente.

Os cabritos devem ser colocados em um ambiente com temperatura controlada Artigos CPT

Foto: Os cabritos devem ser colocados em um ambiente com temperatura controlada Artigos CPT

- Coloque o cabrito em um ambiente controlado com temperatura adequada entre 20oC e 25oC para que os recém-nascidos não sofram estresse térmico. Abaixo de 20oC os recém-nascidos passam a sofrer de hipotermia. A termorregulação pode ser feita em um ambiente mais fechado e iluminado com lâmpada fluorescente aquecedora com mercúrio. As lâmpadas devem estar entre 15 a 30 cm de distância do animal dependendo da temperatura do local.
- A pesagem é feita em uma balança digital com o auxílio de um container para colocar os filhotes. O acompanhamento do peso dos animais é fundamental e a pesagem deve ser realizada mensalmente para acompanhar o crescimento dos filhotes. Geralmente, animais que nascem abaixo de 2 kg apresentam dificuldades para mamar e crescer, tornando-se animais com peso inferior na vida adulta.


Pesagem dos animais em balança digital com auxílio de um container Artigos CPT

Foto: Pesagem dos animais em balança digital com auxílio de um container Artigos CPT

- Anote em uma planilha os dados sobre os recém-nascidos com o objetivo de realizar o controle zootécnico do rebanho de caprinos. Reúna informações, tais como: dia do nascimento, no de registro da mãe, no de registro da cria, peso da mãe, peso e sexo da cria, além de observações que julgar serem importantes.
- Os caprinos nascem sem imunidade, já que a placenta dos ruminantes não permite a troca de imunoglobulinas, ou seja, a passagem de sangue entre a mãe e os filhotes. Por isso, o fornecimento de colostro aos recém-nascidos nas primeiras 6 horas de vida é extremamente importante devido ao pico de absorção dos enterócitos no organismo dos animais. A ingestão de colostro também facilita a eliminação de mecônio, fezes retidas no intestino das crias após o nascimento. Os caprinos filhotes devem mamar o colostro durante 3 dias.


Fornecimento de colostro em mamadeira feita com porta leite de saquinho e bico para caprinos Artigos CPT

Foto: Fornecimento de colostro em mamadeira feita com porta leite de saquinho e bico para caprinos Artigos CPT

- O colostro, em rebanhos de corte, deve ser fornecido diretamente na mães. O médico veterinário deverá observar se o cabrito balança a cauda durante a mamada e se, após a mamada, o abdômen do animal estiver pleno ou distendido.
- Em rebanhos de leite, o colostro deve ser fornecido às crias através de mamadeiras já que os cabritos são para a comercialização. O colostro deverá ser separado em garrafas pet de 500 mL, pode ser congelado e utilizado durante até 1 ano. O leite deverá ser descongelado em banho-maria até à temperatura de 37oC a 39oC para consumo das crias. A quantidade de colostro administrada é em torno de 10% do peso vivo do animal.
- A formação de um banco de colostro é indicada em casos em que a cabra não dá o leite ou em casos de falecimento da cabra. O colostro deve ser tratado antes de ser fornecido aos animais. Isso é feito em um equipamento específico no formato de uma panela elétrica que aquece o leite em banho-maria até a temperatura de 56oC durante 1 hora. Após esse período o colostro é resfriado e armazenado em garrafas pet de 500 mL para, em seguida, ser congelado. O colostro pode ser conservado refrigerado durante uma semana em temperatura de 2oC a 8oC ou congelado por até um ano em temperatura de -20oC.
- O uso da sonda para alimentação de recém-nascidos é feita apenas nos casos de animais que nasceram muito fracos e que não conseguem mamar o colostro. Para isso, utiliza-se uma sonda nasogástrica, de uso humano, e uma seringa de 60 mL com colostro.


Fornecimento de colostro via sonda nasogástrica Artigos CPT

Foto – Fornecimento de colostro via sonda nasogástrica Artigos CPT

Atenção:
Ao preencher a seringa com colostro para administrá-lo via sonda nasogástrica, retire o ar da mesma para que o animal não ingira ar juntamente com o colostro.

Tratamento do umbigo


O corte e a cura do umbigo é um procedimento frequentemente negligenciado pelos produtores que o consideram como desnecessário.

Esquema: como curar umbigo de caprinos Artigos CPT

Foto – Esquema: como curar umbigo de caprinos Artigos CPT

Em geral, o procedimento de cura é feito pela maioria dos tratadores por meio da administração de um repelente na região do umbigo. Contudo, o umbigo é a segunda maior porta de entrada de patógenos no organismo, por isso, fazer a cura correta é de suma importância.

O coto do umbigo deverá ser mergulhado completamente no pote contendo o iodo permanecendo por 15 segundos. Além de desinfetar, o iodo mantém o coto do umbigo seco, evitando as miíases, até o momento de cair.

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT da área Medicina Veterinária.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!