WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Esquenta Black Friday 25%OFF nos cursos online

Principais pragas e doenças do morangueiro

Para prevenir pragas e doenças no morangueiro, o primeiro passo é escolher mudas com boas condições fitossanitárias

Principais pragas e doenças do morangueiro

“Para prevenir pragas e doenças no morangueiro, o primeiro passo é escolher mudas de boa procedência, com boas condições fitossanitárias. Vale lembrar que mudas sadias facilitam o controle de doenças bacterianas, viróticas e fúngicas, além de nematoides”, ressalta Regina Célia de Matos Pires, professora do Curso CPT Produção de Morango. Caso contrário, a produção de morangos pode chegar a perdas imensuráveis, com sérios prejuízos ao produtor.

Principais pragas e doenças do morangueiro


São inúmeras as pragas e doenças que acometem a plantação de morangos. Uma das doenças mais conhecidas é a mancha-das-folhas, que normalmente é erradicada com controle químico. Já as doenças fúngicas, como podridão Phytophitora, murcha de Verticilium e flor-preta podem ser combatidas com medidas preventivas. Basta tratar as mudas de morango com fungicidas, realizar o controle da umidade do solo e proceder à adubação equilibrada.

Além das doenças, as pragas são amplamente prejudiciais à produção de morangos. Os pulgões devem ser controlados quimicamente, mas com produtos com princípios ativos diferentes e de forma alternada. O mesmo vale para o ácaro rajado e a lagarta-rosca, que devem ser controlados seguindo essas recomendações para não criarem resistência. A irrigação por aspersão também é uma boa medida de controle do ácaro rajado.

No caso da doença bacteriana mancha-angular, como medida preventiva, é importante remover e destruir os morangueiros doentes. Já a rotação de culturas, bem como o revolvimento e a solarização do solo auxiliam no controle de fungos nematoides, que concentram o ataque nas raízes da planta.

Nematoides no morangueiro


Os nematoides mais comuns são os do gênero Melodogyne, que também podem infestar mudas. Quando acometidas por essa praga, essas mudas de morangueiro podem contaminar outras áreas e outros cultivos. Sendo assim, se forem detectados morangueiros contaminados, eles devem ser imediatamente incinerados.

Já os microscópicos nematoides do gênero Pratylenchus praticamente não causam sintomas nos morangueiros. Com isso, a infestação passa despercebida ou é confundida com deficiência de minerais no solo. Daí a necessidade de analisar o solo em laboratório antes de implantar o cultivo de morangos.

Como já mencionamos, uma das melhores medidas de controle de várias pragas, inclusive os nematoides, é proceder à rotação de culturas. Revolver o solo com aração para deixá-lo exposto ao sol (solarização) também é uma prática eficaz. Já nos viveiros, tratar o solo com produtos químicos impede que mudas sadias sejam contaminadas por nematoides. Outra opção é plantar cultivares de morango resistentes à praga.

Conheça os Cursos CPT da Área Fruticultura:

Produção de Morango

Produção de Quivi (Kiwi)

Produção de Melão

Fonte: Cursos CPT - cpt.com.br

            Embrapa - embrapa.br

Por Andréa Oliveira.

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis E-book Implantação de Pomar e Cultivo de Frutíferas

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!