WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Mel das abelhas nativas jataí: Um tesouro na apicultura sustentável

Explore o fascinante mundo das abelhas jataí e seu mel excepcional, uma joia da natureza que promove a sustentabilidade na apicultura

Mel das abelhas nativas jataí: Um tesouro na apicultura sustentável

A criação de abelhas Jataí (Tetragonisca angustula) tem se destacado como uma opção vantajosa para os meliponicultores. Esta espécie nativa do Brasil, amplamente distribuída desde o Rio Grande do Sul até o México, oferece diversas vantagens em comparação com as abelhas africanizadas ou europeias da família Apis. A Jataí demonstra robustez, sendo capaz de construir ninhos e prosperar em ambientes variados, incluindo áreas urbanas, explicam os professores Dr.ª Ana Maria Waldschmidt, Paulo Sérgio Cavalcanti Costa e Dr. Rogério Marcos de Oliveira Alves, do Curso CPT Criacao de Abelhas Nativas sem Ferrao - Uruçu, Mandacaia, Jataí e Iraí


Uma característica distintiva e benéfica dessa espécie é sua mansidão e a ausência de ferrão. No máximo, ela pode dar pequenos beliscões ou grudar cerume nos intrusos quando se sente ameaçada. Essa característica permite a criação dessas abelhas em proximidade com residências, pessoas e animais, sem riscos de ataques.



A Jataí escolhe os mais variados locais para nidificação, adaptando-se inclusive ao meio urbano, algo não observado na maioria das espécies de abelhas nativas, as quais geralmente constroem exclusivamente em ocos de troncos de árvores.



Essas abelhas de cor amarelo-ouro apresentam corbículas pretas (aparelho coletor de pólen). Elas visitam plantas cultivadas e constroem ninhos em uma variedade de cavidades, como tijolos, caixas de luz, cabaças e latas abandonadas, além de ocos em árvores vivas quando em ambientes mais naturais. A capacidade da Tetragonisca angustula de ocupar uma ampla gama de locais para nidificação, adaptando-se mesmo em grandes cidades, influencia positivamente sua sobrevivência, mesmo diante de desmatamentos extensos e queimadas frequentes nas florestas brasileiras.



O ninho da Jataí constrói uma estrutura praticamente em forma de disco, separada por cera e resina, conhecida como batume, que protege tanto a parte superior quanto a inferior do núcleo. Os favos são dispostos horizontalmente em camadas sobrepostas, permitindo uma sequência contínua de reprodução à medida que as células superiores se rompem para conviver com as inferiores. A entrada do ninho é caracterizada por um tubo de cera fechado durante a noite, com pequenos orifícios para permitir a ventilação interna, assemelhando-se a uma teia.



Quanto ao mel produzido pela Jataí, além de ser saboroso e suave, é procurado por suas propriedades medicinais, atuando como fortificante e anti-inflamatório, especialmente para os olhos. Além do mel, a Jataí produz própolis, cera e pólen de alta qualidade. Embora a quantidade produzida seja menor em comparação com as abelhas com ferrão, o preço de venda é significativamente mais alto. Vale ressaltar que as abelhas armazenam pólen e mel em potes semelhantes, sendo os de mel mais transparentes e os de pólen opacos.

 

Um pouco mais sobre o que encontrar no Curso CPT? Assista ao vídeo!


Conheça os Cursos CPT da área Criação de Abelhas.
Por: Thiago de Faria

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!

Precisa de ajuda?