WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Outono/Inverno 2016 - o que dita a moda, o que usar?

Recheada de peças prateadas, peles e sobretudos, a moda outono/inverno 2016 está mais diversificada e quente do que nunca. Conheça as tendências que ditam a estação mais fria do ano

 
Moda outono/inverno
 

Recheada de peças prateadas, peles e sobretudos, a moda outono/inverno 2016 está mais diversificada e quente do que nunca. Se você ainda não sabe o que dita a moda e tem dúvidas sobre o que usar, cubra-se com as informações abaixo e faça a escolha que mais se adequar ao seu estilo.

Confira as principais tendências:

Peles
  • Tal qual o inverno passado, no outono/inverno 2016 as peles (de preferência sintéticas) também vão invadir as passarelas, deixando os looks mais chiques e aquecidos do que nunca. Você poderá observá-las em peças inteiras, como casacos e coletes, ou em detalhes localizados, como em sapatos e bolsas.
Gender-bender
  • No inverno 2016, os limites entre guarda-roupa feminino e masculino terão seu fim contado. Será muito fácil encontrar pessoas usando roupas de alfaiataria, principalmente nas cores neutras, em quaisquer lugares das cidades brasileiras. Trata-se do movimento Gender-bender, que brilha nas principais passarelas do País.
Peças metalizadas
  • Dourado ou prata, qual metalizado usar? Para o outono/inverno 2016, o dourado perde a vez para o prata, que irá iluminar os looks sóbrios da estação. Casacos longos, bodies, botas, saias e até looks mais futurista serão encontrados nos dias mais frios da estação.
Retrô anos 70 e 80
  • Continuam, sim, continuam! As tendências dos anos 70 e 80 não saíram de moda; muito pelo contrário, neste inverno esses looks chegarão com tudo. Calças boca de sino, vestidos florais, gola rolê, ombros marcados e couro, assim como estamparias com estilo tribal, étnico e boho peruano, em cores intensas, como o laranja, amarelo, lamê e vinil, vão embalar os dias frios do outono/inverno 2016.
Cores neutras e sóbrias
  • A cor neutra mais usada no outono/inverno 2016 será o bege, que virá mais amarelado e menos rosado do que o nude. No entanto, quem optar por roupas neste tom deverá tomar cuidado, já que deixa a pele ainda mais apagada do que de costume na época mais fria do ano. Além disto, aparecerão o laranja, o verde musgo, cinza chumbo, bonina e outras tons sóbrios.
Sobretudos e Capas
  • Além de proteger do frio, os sobretudos e capas também vão dar um toque moderno ao look de inverno. Compridos por natureza, os sobretudos e capas, como ponchos, por exemplo, vão estar com tudo no outono/inverno 2016.
Veludo molhado
  • Na versão “molhado”, os veludos ressurgem no outono/inverno 2016. A grande aposta das marcas são as modelagens mais justinhas e cores inusitadas, como o verde, mostarda e vinho.
Listra preto e branco
  • A listra p&b também estará presente neste inverno 2016. Sempre muito versátil, será possível encontrá-las em calças, camisas e casacos.
Animal print colorido ou estilizado
  • Para o outono/inverno 2016, a famosa estampa foi renovada. Agora ela vem com variações de cor e de recursos gráficos. Serão muitas oncinhas, zebras e girafas desfilando por aí durante os dias frios.
Pochetes
  • Lindas e totalmente repaginadas, as pochetes estarão de volta no outono/inverno 2016, adaptando-se aos mais diferentes estilos.

A moda surgiu em meados do século XV, no início do renascimento europeu. A palavra moda relaciona-se a costumes e provém do latim modus. A variação da característica das vestimentas surgiu para diferenciar o que antes era igual, já que naquela época usava-se um estilo de roupa desde a infância até a morte.

No Brasil, a estratégia competitiva das empresas é seguir as tendências da moda internacional, encontrar nichos de mercado e oferecer produtos diferenciados (com marca e estilistas reconhecidos); em especial, buscar fortalecer a marca Brasil como característica de estilo próprio, qualidade de produto e respeito socioambiental.

De acordo com os Professores da Sigbol Fashion, do Curso CPT Confecção de Casacos Femininos, “Se o segmento populacional alvo for de menor renda, a preocupação maior é aumentar o número de coleções por ano e encontrar nichos de mercado por grupos específicos (faixa etária, sexo, grupos sociais específicos – funk, hip hop etc.), a fim de fomentar nos consumidores uma preocupação de estar na moda, para que evitem os produtos mais padronizados”. Contudo, a otimização no uso dos recursos, buscando preços acessíveis, ainda é característica crucial.

Conheça os Cursos CPT da área Confecção de Roupas.
Por Silvana Teixeira.
Fonte: Guia da Semana.

Salvar

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis Processo de Produção em uma Confecção de Roupas

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!