WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

"processar-legumes-e-verduras"

Quais verduras e legumes posso dar para meu cão?

Muitos tutores oferecem alimentação natural a seus cães, pois são contrários a quaisquer tipos de rações industrializadas por considerá-las cancerígenas. Entretanto, para que o seu cão receba a nova dieta natural, é importante consultar um profissional especializado para que os nutrientes sejam oferecidos ao animal de forma balanceada. Além de carnes e frutas, verduras e legumes podem ser fornecidos ao cão.

Você conhece todos os tipos de legumes?

Você conhece todos os tipos de legumes? Se ainda não parou para pensar no assunto ou sequer se deu conta de que os legumes são de diferentes tipos, está na hora de aprender um pouco mais. "Os legumes podem ser classificados de acordo com algumas características básicas", afirma Eiji Tomimatsu, professor do Curso a Distância CPT Básico de Cozinha, em Livro+DVD e Curso Online. Veja:

Aqui, as 9 etapas para o processamento de pescados

Os peixes escolhidos para o processamento de pescados devem ser, de preferência, aqueles de carne mais branca, magra, firme, sem gosto "forte", e sem mioespinhos, principalmente para a produção de filés. Alguns exemplos de peixes que podem ser utilizados no processamento de pescados são a merluza, a tainha, o cação, o namorado, a tilápia. Para defumar ou filetar, podem-se usar peixes mais "nobres" como o salmão e o surubim (pintado).

Aquaponia: o que é e qual a sua vantagem?

Aquaponia é a união dos dois processos, ou seja, produção de organismos aquáticos, como peixes e camarões, integrados com a produção de vegetais, como legumes e verduras, sem o uso do solo. O princípio básico da Aquaponia é o reaproveitamento dos dejetos dos peixes e restos de alimentos que são transformados novamente em nutrientes, por bactérias, permitindo que esses nutrientes sejam utilizados para o crescimento dos vegetais hidropônicos, e que, após os processos biológicos, físicos e químicos embutidos no sistema, a água possa ser reutilizada para o cultivo dos peixes.

12 dicas para quem vai abrir uma fábrica de processamento de hortaliças

Se você pretende trabalhar com hortaliças processadas, saiba que a Unidade de Processamento de Alimentos (UPA) deve se situar em locais isentos de odores indesejáveis, fumaça, pó e outros poluentes. Suas dimensões devem ser suficientes para atender o objetivo visado, sem excesso de equipamentos ou de pessoal.

Como armazenar frutas, verduras, legumes e temperos verdes

Antes de comprar os alimentos, principalmente frutas, verduras e legumes, você deve estar preparado para usar bem os olhos, o tato e o olfato. Estas devem ter uma superfície bem lisinha, não devem nunca estar machucadas, nem molinhas, desmanchando. No quesito cor, a cor marrom, de forma geral, é mau sinal. O que mais funciona é o senso comum: se cheirar mau, não compre! Os solteiros devem comprar pouca quantidade desses alimentos, 2, a 3 tomates está bom demais; não adianta comprar muito porque está na promoção, pois eles irão estragar e você não terá a oportunidade de usá-los.

Conheça as três formas de processamento do lixo urbano

Os processamentos do lixo urbano recomendados sanitariamente são: mecânicos, biológicos e térmicos, explica Maria Esther de Castro e Silva, professora do Curso CPT Compostagem de Lixo em Pequenas Unidades de Tratamento. O processamento mecânico do lixo se dá em etapas, a saber: classificação ou triagem, trituração e compactação. A compactação consiste na aplicação de prensagem sob pressão de 1 a 3 kg/cm 3, resultando numa grande redução de volume.

O processamento dos pescados garante ao consumidor alimentos saudáveis

O processamento de pescados é uma atividade bastante complexa e, como toda indústria de alimentos, deve ser rigorosa quanto aos aspectos de higiene e sanidade. Portanto, para o sucesso na comercialização, os produtos devem ter excelente qualidade e essa qualidade vai depender da matéria-prima empregada, da tecnologia de processamento, da higiene no preparo, das embalagens utilizadas e do armazenamento adequado. O beneficiamento possibilita, então, a comercialização do pescado de forma higiênica, aumentando a vida útil e incrementando sua qualidade. Assim, agrega-se valor ao produto ?in natura?, obtém-se um produto diferenciado e competitivo e permite oferecer novas opções ao consumidor, por exemplo peixe filetado (filés de peixe), fishburguer, nuggets, linguiças, empanados, tirinhas de peixe, patês, entre outros.

Hortaliças e legumes desidratados: etapas do processamento

A desidratação pode ser realizada por meio de diferentes métodos. O método mais comum é o que utiliza circulação forçada de ar quente. Os equipamentos que utilizam esse método são os secadores do tipo cabine e os de esteira contínua ou semicontínua. A diferença entre os métodos, de maneira geral, está na qualidade do produto final, nos custos de implantação e nas etapas de processamento.

Frutas e legumes em parafina - confecção das formas e moldes

Tão reais quanto as frutas e legumes in natura, as réplicas confeccionadas em parafina ornam os mais variados tipos de ambientes em todo o mundo e, quando bem produzidas, a sua comercialização pode gerar uma boa renda familiar. A confecção de frutas e legumes feitos com parafina exige do empreendedor pouco investimento inicial e o sucesso da investida ficará por conta do capricho na confecção das formas e dos moldes e da observação dos pequenos detalhes, que deixarão o objeto reproduzido ainda mais realista.

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!