Processamento de pescado - etapas e tipos ideais de peixe para o beneficiamento

Os peixes escolhidos para o processamento de pescados devem ser aqueles de carne mais branca, magra, firme, sem gosto "forte", e sem mioespinhos, principalmente para a produção de filés

Processamento de pescado - etapas e os tipos ideais de peixe para o beneficiamento

 

Os peixes escolhidos para o processamento de pescados devem ser, de preferência, aqueles de carne mais branca, magra, firme, sem gosto “forte”, e sem mioespinhos, principalmente para a produção de filés. Alguns exemplos de peixes que podem ser utilizados no processamento de pescados são a merluza, a tainha, o cação, o namorado, a tilápia. Para defumar ou filetar, podem-se usar peixes mais "nobres" como o salmão e o surubim (pintado). Já para produtos feitos com a carne triturada, é mais lógico empregar espécies mais baratas e de fácil aquisição. A tilápia é extremamente versátil e reúne todos os atributos do peixe ideal para processar. É comprovadamente uma das espécies possuidoras de carne de excelente qualidade, tendo sua tecnologia de produção completamente dominada, sendo fácil de obter no comércio. É bom lembrar que a presença dos chamados “espinhos” faz muita gente deixar de experimentar o pescado. É preciso, tabém, pensar que crianças irão comer os produtos, sendo mais seguro utilizar os tipos indicados. A traíra e o dourado apesar de serem saborosos, possuem muitos mioespinhos não sendo, portanto, adequados. Na produção artesanal, nem sempre é possível triturar satisfatoriamente esses “espinhos” com a máquina de moer. As etapas necessárias para o processamento do pescado são:

Processamento

O controle das quantidades de ingredientes deve ser rígido, para evitar a toxidade do produto (principalmente aqueles que contêm aditivos, pois eles devem sempre estar dentro das concentrações permitidas pela legislação). É importante que todos os tipos de peixe que serão processados também sejam pesados.

Trituração e mistura


Apesar de serem executadas no mesmo equipamento, a trituração e a mistura são operações distintas. A trituração é o processo em que pedaços de carne de peixe são subdivididos em partículas menores, de tamanho bem definido, e com aumento da área superficial, buscando propiciar maior uniformidade do produto. A trituração, ou cominuição, é feita sob efeito de forças de esmagamento, corte e ruptura, causando a desorganização e o espalhamento das células dos tecidos; o que facilita a etapa da mistura e deixa a massa mais homogeneizada.

Cura

A cura de carnes de peixe tem por finalidade a conservação do produto, além de conferir-lhe determinadas qualidades sensoriais, como o sabor, a textura e, principalmente, a coloração branca ou rósea atraente. Os sais são constituídos de uma mistura de cloreto de sódio, nitrato e nitrito (de sódio ou potássio) ou de apenas cloreto de sódio e nitrito (de sódio ou potássio). O nitrato de sódio ou potássio e nitrito de sódio ou potássio servem para desenvolver a cor característica do peixe curado e funcionar como bacteriostático em meio ácido.

Embutimento

O embutimento é o procedimento de extrusão da massa de carne em embalagens flexíveis. Por ser um produto emulsionado, é preciso dar-lhe alguma forma para propiciar o processamento subsequente, além de protegê-lo. Um dos principais objetivos no processo de embutimento é a remoção de ar, pois a presença deste propicia a formação de bolsas de gordura durante o cozimento, além de favorecer a oxidação do produto.

Cozimento

Para alguns produtos, o cozimento é importante para dar as características de paladar adequado (cor, sabor e consistência), estabilizar a mistura, e melhorar a conservação. Outro fator importante no cozimento é a umidade relativa. Quando a umidade é relativamente alta, aumenta-se a probabilidade de ocorrer quebra da emulsão e diminuir a intensidade da cor superficial. Todavia, facilita-se a pelagem, diminui-se o “encolhimento” do produto e reduz-se o tempo de cozimento. O cozimento também exerce a função essencial de destruição dos microrganismos (eventualmente presentes na matéria-prima). A redução da população contaminante depende da magnitude do tempo e da temperatura utilizada no processo de cocção.

Resfriamento

Após o cozimento, o resfriamento pode ser feito por meio de chuveiradas ou jatos de água fria, até que a temperatura interna seja de 40° C. É fundamental que sempre se utilize água potável e tratada, para evitar contaminação do produto.

Depelagem

Essa é a etapa dos produtos que necessitam da remoção da tripa. A depelagem deve ser feita em máquina automática, tomando-se o cuidado para que o ajuste da lâmina que corta a tripa seja preciso, para não ocorrer cortes no produto. Antes de o produto entrar no depilador, ele deve ser colocado em tanques com gelo, para facilitar a retirada da tripa.

Tingimento

Normalmente, os processados de peixe não utilizam a etapa de tingimento, estando a critério do produtor (opcional). Nessa fase, o produto passa por um banho de spray a quente e, em seguida, por um tanque de tingimento. O corante mais utilizado é o urucum. Depois de tingidos, os produtos são impulsionados a outro tanque, contendo solução de água, ácido fosfórico e sal, para fixar a cor e aumentar a densidade para mantê-los na superfície.

Filetagem

Quando se pretende comercializar o peixe na forma de filés, sejam crus ou empanados, é importante saber retirá-los para uma boa apresentação. Em termos de tamanho e formato, utilizaremos a tilápia,
não só para a produção de filés, mas como matéria-prima para os demais produtos apresentados neste curso. Mas, atenção! Um peixe muito pequeno não vai permitir um bom corte, nem um bom rendimento; melhor utilizar peixes acima de 400 g, a filetagem exige destreza e rapidez do manipulador.

Aprimore seus conhecimentos acessando os Cursos CPT, da área Indústria da Carne, entre eles o Curso Processamento Artesanal de Pescado, elaborados pelo Centro de Produções Técnicas.

Por Silvana Teixeira

Cursos Relacionados

Curso Produção de Defumados Curso Produção de Defumados

Com Prof. Newton de Alencar

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção de Embutidos Curso Produção de Embutidos

Com Prof. Newton de Alencar

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Processamento de Carne de Frango Curso Processamento de Carne de Frango

Com Prof.ª Ana Dell Isola

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Processamento Artesanal de Pescado Curso Processamento Artesanal de Pescado

Com Prof.ª Ana Dell Isola e Prof.ª Dr.ª Luciene Corrêa

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Técnicas de Processamento de Peixes Curso Técnicas de Processamento de Peixes

Com Prof.ª Dr.ª Elisabete Viegas e Prof.ª Dr.ª Maria Luiza Rodrigues

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

juberlandia felix

30 de jun de 2014

Muito bom saber tudo do pescado.

Resposta do Portal Cursos CPT

1 de jul de 2014

Olá, Juberlandia!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Ficamos muito felizes que tenha gostado do nosso artigo sobre pescado para mais informações cadastramos seu e-mail para receber nosso boletim informativo.

Atencisoamente,

Ana Carolina dos Santos

Outros artigos relacionados à área Indústria da Carne

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade