WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

"posso-abater-porca-no-cio"

Abate humanitário de animais - prática que diminui a dor e o estresse animal no pré-morte

Visando o menor grau de sofrimento possível, o abate humanitário de animais tem como objetivo realizar todas as práticas de manejo, desde o embarque nas propriedades rurais até a sua morte em frigoríferos ou abatedouros, dentro de um padrão de ética e de muito respeito para com os mesmos. Neste sentido, faz parte da ideologia humanitária de abate garantir todo o bem-estar possível no pré-abate, além de garantir que os animais estejam devidamente desestressados e inconscientes no momento da sangria. A insensibilização, portanto, dentre as outras etapas do processo de abate, é considerada a operação mais crítica e deve perdurar até o final da sangria.

Veterinário de suínos? Saiba mais sobre a maturidade sexual das porcas

De acordo com a Professora Mariana Costa Fausto, do Curso CPT Suínos: Produção e Principais Doenças, "na fêmea, a maturidade sexual acontece aproximadamente aos 5 meses de idade, podendo variar entre 130-240 dias e compreende fases como o pró-estro ou pré-estro, estro, cio, metaestro e, por fim, o diestro."

Identificação do cio em vacas leiteiras - importância para o produtor

Para obter um intervalo entre os partos de 12 meses, e alcançar maior eficiência produtiva, é preciso que a vaca leiteira emprenhe até 90 dias após a parição, apesar de no Brasil este tempo médio ser de 18 meses. Não detectar o cio de vacas a tempo em propriedades leiteiras é uma falha que custa caro à produção, já que a inseminação é atrasada, aumentando o intervalo entre partos, reduzindo a produtividade leiteira e o número de bezerras nascidas. Mas, os prejuízos não param por aí. Quando não se percebe o cio, o produtor tem seus gastos elevados, pois tem de custear a manutenção de vacas improdutivas.

Reprodução de cavalos - como detectar éguas no cio

Fatores como idade adequada, boa condição nutricional, presença de fotoperíodo longo (16 h/dia) e temperaturas mais quentes são essenciais para que a égua entre no cio. Essas condições estão inter-relacionadas, pois é exatamente quando os dias se tornam mais longos e a temperatura aumenta que a pastagem se torna mais exuberante, melhorando o escore nutricional dos animais que tiverem acesso a ela.

Criação de porcos enriquece o sitiante ao mesmo tempo que enriquece a terra

O porco é um animal que pode ser explorado com pequeno capital inicial, mostrando-se excelente chance de negócio para os pequenos produtores. No entanto, poucos são os criadores que de fato sabem explorar e se beneficiar dos grandes benefícios proporcionados pela criação de suínos. Em sua maioria, os criadores só se preocupam em obter porcos que, superalimentados com milho, alcancem enormes pesos, ignorando o fato de o porco possuir a seu favor pontos essenciais, como grande prolificidade, docilidade e rusticidade, podendo ser alimentado com economia e fornecer carne de excelente qualidade. Isto comprova que esses criadores não conhecem o real valor desta rendosa indústria, que supera em lucro a de quase todos os animais domésticos.

Criação de porcos ao ar livre ou em pocilgas, qual o melhor?

Os porcos criados a campo não só são mais fortes, como também mais robustos, em seu desenvolvimento geral, do que aqueles que se criam encerrados em pocilgas com exclusiva alimentação de concentrados. “Quando dispõem de boas pastagens, ternas e abundantes, os animais podem ser criados com mais harmonia com a natureza, e uma vez que os piquetes fiquem infestados de vermes, podem ser renovados pelo cultivo de vegetais”,

Inseminação artificial em gado de leite: identificação da vaca em cio

Uma correta observação do cio em vacas é fundamental para o sucesso da inseminação, ou seja, depois que se adota a inseminação, o rebanho não terá mais o touro, a não ser em caso de opção por repasse. A detecção do cio, então, terá de ser feita de uma forma alternativa, surgindo a necessidade de técnicas para reconhecimento do cio entre as vacas.

Criação de suíno light - conheça suas vantagens de produção e ganhe mais

A vida do porco brasileiro foi mudando no mesmo ritmo que a sociedade. Até os anos setenta, a gordura usada na cozinha era geralmente de origem animal. Porco bom era porco gordo, que rendia banha. Com o advento dos óleos vegetais, o rebanho suíno precisou dar mais carne que gordura. Nos últimos vinte anos, por exemplo, o índice médio de carne magra dos porcos subiu de 47% para 60%.

Dicas de transporte de suínos para abate

O transporte de suínos para abate é uma etapa importante na cadeia de produção. Quando realizado inadequadamente, impacta de forma negativa no pós-abate, como desqualificação da carcaça por lesões e altas taxas de mortalidade no plantel por falta de planejamento (jejum pré-abate). Os suínos devem passar por regime de jejum 12 horas antes do transporte até os abatedouros.

Frango de corte - 8 dúvidas sobre produção, abate e comercialização de carne

É normal que surjam muitas dúvidas tanto naqueles já inseridos no processo de produção, abate e comercialização de carne de frango, quanto naqueles que estão dando seus primeiros passos nesse ramo. Afinal, para que uma empresa sobreviva no comércio e tenha sucesso, ela deverá estar antenada nas exigências de um público moderno e exigente; e, ainda, estar disposta a evoluir de forma a melhorar a qualidade dos seus serviços em todos os aspectos. Aqueles que se negam às mudanças exigidas pelos novos tempos (em constante transformação), com certeza terão menos chances de sobrevivência e fatalmente serão engolidos pelos seus concorrentes. Sendo assim, tanto avicultores quanto dirigentes de abatedouros devem sanar quaisquer tipos de dúvidas que por ventura tiverem, procurando fazer dessas dúvidas uma poderosa ferramenta estratégica de trabalho. Veja alguma, das mais comuns, abaixo:

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!