WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Identificação do cio em vacas leiteiras - importância para o produtor

Quando não se percebe o cio de vacas leiteiras, o produtor tem seus gastos elevados, já que tem de custear com a manutenção de animais improdutivos em sua propriedade

Identificação do cio em vacas leiteiras - importância para o produtor   Artigos CPT

Para obter um intervalo entre os partos de 12 meses, e alcançar maior eficiência produtiva, é preciso que a vaca leiteira emprenhe até 90 dias após a parição, apesar de no Brasil este tempo médio ser de 18 meses. Não detectar o cio de vacas a tempo em propriedades leiteiras é uma falha que custa caro à produção, já que a inseminação é atrasada, aumentando o intervalo entre partos, reduzindo a produtividade leiteira e o número de bezerras nascidas. Mas, os prejuízos não param por aí. Quando não se percebe o cio, o produtor tem seus gastos elevados, pois tem de custear a manutenção de vacas improdutivas.

Método mais utilizado de percepção do cio


O método mais utilizado nas propriedades para a detecção do cio ainda é a observação dos animais. Portanto, para um eficiente trabalho, é preciso deixar uma pessoa especificamente com esta tarefa nas fazendas leiteiras.

- Períodos de observação
A observação deve ser feita, preferencialmente, três vezes ao dia: no início da manhã, no meio do dia e no fim do dia. Essas três observações permite um índice de, aproximadamente, 70% de detecção de cio. Se fossem realizadas, por exemplo, cinco observações de uma hora ao dia, este índice aumentaria para 92%.

- Tempo de observação
A pessoa escalada para fazer a identificação de vacas no cio deverá observá-las durante, no mínimo, 30 minutos, no momento de descanso, ou seja, o “olheiro” tem de evitar os momentos em que as vacas estejam a caminho da ordenha, na sala de espera e após a ordenha, especialmente enquanto não estão sendo alimentadas.

- Rotina de determinação do cio
Para um trabalho mais eficiente de detecção de cio em vacas leiteiras, é fundamental que o criador estabeleça uma rotina, determinando quem será responsável pela identificação, onde será feita e quem fará o registro do cio, para que a informação seja do conhecimento de todos. É necessário salientar, que todos os cios identificados devem ser anotados, mesmo que a vaca não seja inseminada, para que, no retorno do cio, elas possam ser avaliadas de forma criteriosa.

- Período e tempo de cio
A cada 21 dias, o cio se repete e, em situações normais, tem duração das 10 h às 18 h.

Métodos auxiliares


Separação de lotes com fêmeas vazias (que montam umas sobre as outras) ou o auxílio de rufiões também são estratégias utilizadas para a identificação de cio.

Por Silvana Teixeira.

Conheça os Cursos CPT da área Gado de Leite.

Fonte: Revista Mundo do Leite.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Eliene campos Carvalho

25 de out. de 2020

É um aprendizado este texto que acabei de ler

Resposta do Portal Cursos CPT

27 de out. de 2020

Olá, Eliene!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Ficamos felizes em saber que gostou do nosso artigo.

Atenciosamente

Lidiane Lisboa


Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!