WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

"minha-calopsita-sangra-pelo-anus"

Breve tutorial para alimentação de calopsitas

Assim como as agapornis, as calopsitas são consideradas aves exóticas e requerem uma dieta balanceada e nutritiva para mantê-las com vigor e saudáveis. A alimentação de calopsitas engloba legumes, vegetais, frutas, sementes e ração, além de água fresca e limpa todos os dias. A ração pode ser extrusada ou peletizada, ambas facilmente encontradas em lojas especializadas.

Calopsitas: manejo correto garante o sucesso da criação

A história tem seu registro inicial no ano de 1838 no qual um ornitólogo inglês, chamado John Gould, viajou para a Austrália com o objetivo de estudar a fauna do país e realizar desenhos de suas aves. John Gould foi o responsável pela fama mundial das Calopsitas por ser o primeiro especialista a levar a espécie para fora da Austrália. Em 1950, a popularidade das Calopsitas tomou o mundo graças à Arlequim, calopsita surgida através da primeira mutação de cor.

Abate humanitário de animais - prática que diminui a dor e o estresse animal no pré-morte

Visando o menor grau de sofrimento possível, o abate humanitário de animais tem como objetivo realizar todas as práticas de manejo, desde o embarque nas propriedades rurais até a sua morte em frigoríferos ou abatedouros, dentro de um padrão de ética e de muito respeito para com os mesmos. Neste sentido, faz parte da ideologia humanitária de abate garantir todo o bem-estar possível no pré-abate, além de garantir que os animais estejam devidamente desestressados e inconscientes no momento da sangria. A insensibilização, portanto, dentre as outras etapas do processo de abate, é considerada a operação mais crítica e deve perdurar até o final da sangria.

Doenças da Seringueira - Antracnose do Painel e Cancro da Haste

A Antracnose do Painel é uma doença do tronco, do painel de sangria da seringueira, causada pelo fungo Colletotrichum gloeosporioides, presente, principalmente, nos seringais dos Estados de São Paulo e Mato Grosso. Os sintomas se assemelham aos do cancro estriado.

Sangramento na gravidez - 6 dúvidas que atormentam as futuras mamães

Passar pela gestação sem apresentar um probleminha sequer é privilégio de poucas. Muitos são os tormentos das mamães até a tão esperada hora do parto e, para evitá-los ou amenizá-los, é preciso que elas estejam sempre atentas à manutenção da sua própria saúde para, assim, manter o bom desenvolvimento dos seus bebês. Durante a gestação, não faltam aquelas que apresentam corrimentos vaginais, coceiras, dores nos mamilos, fortes enjoos, dores de cabeça e, não poderiam deixar de ser ressaltados, os tão temidos sangramentos. Ter um sangramento durante a gestação dá indício de que algo não vai bem e, ao seu primeiro sinal, as futuras mamães devem procurar o médico de sua confiança imediatamente

Doenças da Seringueira - Secamento do Painel ou Brown Bast

Essa é uma doença fisiológica do caule, de causa desconhecida, que ocorre em todas as regiões heveícolas do mundo, sobretudo quando o clone é mais suscetível e os métodos de exploração são intensivos. Os sintomas se caracterizam pela ausência da exsudação de látex no corte de sangria e, mais tarde, em todo o painel podendo haver necrose da casca. Nos casos mais severos, ocorrem rachaduras e descamações na área abaixo do corte.

Meu filho vive sangrando pelo nariz. O que fazer?

Ferimento no nariz, normalmente, ocorre devido ao traumatismo digital (dedo no nariz) e fragilidade eventual da região. Os vasos sanguíneos que nutrem a cavidade nasal se rompem. “Não se angustie, esclareça suas dúvidas e procure seu médico otorrinolaringologista. A maioria dos sangramentos nasais tem resolução espontânea em, aproximadamente, 10 minutos, e não necessitam atendimento médico"

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!