WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Torne realidade o sonho de viver do que você ama! 20% OFF nos cursos online + 5% OFF pagando no cartão

Breve tutorial para alimentação de calopsitas

A alimentação de calopsitas engloba legumes, vegetais, frutas, sementes e ração, além de água fresca e limpa

Breve tutorial para alimentação de calopsitas

“Assim como as agapornis, as calopsitas são consideradas aves exóticas e requerem uma dieta balanceada e nutritiva para mantê-las com vigor e saudáveis. A alimentação de calopsitas engloba legumes, vegetais, frutas, sementes e ração, além de água fresca e limpa todos os dias”, afirma Paul Richard Wolfensberger, criador de aves exóticas e professor do Curso CPT Os Segredos da Criação e Comercialização de Agapornis.

Mix de sementes


Alguns criadores de calopsitas fornecem um mix de sementes, constituído de 5% de sementes de girassol, 10% de aveia, 15% de arroz com casca, 20% de alpiste e 50% de painço. No mercado, esse mix de sementes é comercializado pronto, com as porcentagens exatas de ingredientes. Dessa forma, o criador não precisa se preocupar em separar as proporções corretas, o que exige certo trabalho.

Ração extrusada ou peletizada


As calopsitas também consomem ração, em forma extrusada ou peletizada, facilmente encontradas em lojas especializadas. Embora não sejam baratas, as rações industriais garantem a qualidade nutricional da dieta das calopsitas, pois são ricas em vitaminas e minerais.

A ração peletizada é fabricada, por compressão e a vapor, para maximizar a conservação do produto. Já a ração extrusada é comercializada, em pedaços pequenos, para melhor aceitação das aves. No processo, misturam-se os ingredientes antes de submetê-los a altas temperaturas.

Areia lavada, ossos de siba e farinha de ostras


Além disso, é indispensável disponibilizar às aves areia lavada, ossos de siba ou farinha de ostras. Esses elementos forneceram cálcio às calopsitas, bem como estimulam o trato digestivo das aves, o que facilita a digestão.

Legumes e verduras


Crus ou cozidos, os legumes são muito atrativos às calopsitas, pois são saborosos. Na categoria de legumes cozidos, podem ser fornecidos milho, inhame e batata doce. Já na categoria de legumes crus, temos abóbora, abobrinha, cenoura, beterraba, nabo e pepino. Quanto às verduras, elas devem ser frescas e de qualidade. São recomendados espinafre, brócolis, couve, couve-flor, chicória e acelga.

Frutas


Da mesma forma que os vegetais, as frutas devem ser frescas e preferencialmente orgânicas, mas nem todas podem ser fornecidas às aves, como o abacate. Se houver dúvidas em relação ao tipo de fruta permitido, consulte um especialista. As frutas recomendadas são maçã, pera, morango, mamão, banana, goiaba, manga, pêssego, melão e melancia. Todas elas muito apreciadas pelas calopsitas.

Quer saber mais sobre o curso? Dê play no vídeo abaixo:

Conheça os Cursos CPT da Área Aves Exóticas.

Leia o artigo "Aprenda a reproduzir o Agapornis."

Fontes: casadospassaros.net; canaldopet.ig.com.br

Por Andréa Oliveira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!