Resultados da busca para "cobra-coral-verdadeira"

As cobras mais venenosas do Brasil

Classificar as serpentes mais venenosas do Brasil é um assunto um pouco complexo, pois temos de avaliar a quantidade de acidentes ofídicos, bem como as consequências do envenenamento. No entanto, quatro delas são bastante significativas, como a coral verdadeira, a cascavel, a surucucu e a jararaca. A coral verdadeira é a mais venenosa, embora cause apenas 1% dos acidentes com cobras no país. Em segundo lugar, está a cascavel; em terceiro, a surucucu pico-de-jaca; e, em quarto, a jararaca, responsável por mais de 80% dos acidentes no Brasil. Independente de seu tamanho, uma única picada de uma dessas criaturas pode ser tão letal quanto o ataque voraz de um grande carnívoro. Por outro lado, as serpentes (ou cobras) contribuem, e muito, para a medicina. O Captopril (hipertensão), isolado do veneno da jararaca, é um exemplo disso, além da cola para fins cirúrgicos. Daí a importância de se preservar as espécies, respeitando-as.

As 10 cobras mais venenosas do mundo

As cobras venenosas dividem-se em três grupos, conforme a ação do seu veneno. O primeiro é o grupo das cobras cujo veneno age no sistema nervoso periférico, causando parada respiratória. É o caso da Taipan e da Coral Verdadeira. Já o grupo das víboras inocula substâncias tóxicas, que provocam distúrbios na coagulação do sangue, hemorragias e necrose local. Por fim, o terceiro grupo é o das serpentes marinhas, estas liberam um tipo de veneno chamado miotóxico, que causa destruição das fibras musculares e insuficiência renal aguda. Todas são extremamente letais.

Como montar criação de cobras para extração do veneno

Antes de montar a criação de cobras para extração de veneno, é indispensável buscar informações sobre a legalização do negócio. O veneno de cobras é largamente utilizado na indústria farmacêutica e apresenta alto valor comercial. Os seus principais compradores são universidades, laboratórios de pesquisa e indústrias farmacêuticas.

Papagaio-verdadeiro: dicas de criação

O papagaio-verdadeiro pode chegar a 37 centímetros de comprimento e alcançar cerca de 400 gramas. Os machos se diferenciam das fêmeas pela íris: vermelho-laranja com um fino anel externo avermelhado (fêmeas adultas) e amarelo-laranja (machos adultos). Outra característica dos machos é apresentar bico na cor negra.

Musicalização infantil - formação do coral infantil

Todas as atividades apresentadas até agora podem ser utilizadas de uma forma coordenada, enriquecendo diversas atividades na escola. Você pode, por exemplo, formar um coral com as crianças. Formar um coral não é uma iniciativa tão difícil. Você irá, na verdade, formar grupos de crianças, por turma, que irão cantar juntas. Você irá se preocupar muito mais com a interação entre as crianças e a música, do que com a técnica musical.

Pintura especial em metais - como fazer o verdigris cobre

O verdigris cobre, tal como o verdigris dourado, pode ser aplicado em diversas superfícies de ferro fundido complementando ambientes sofisticados. Material Necessário: Verniz Marítimo;; Purpurina Cobre; Pigmento em Pó ( Azul e Verde); Dióxido de Titânio

Quais as principais e mais importantes serpentes do Brasil?

Segundo Pacífico Antônio Diniz Belém, professor do Curso a Distância CPT Enquanto o veterinário não chega - Atendimento a bovinos, em Livro+DVD e Curso Online, "As serpentes de maior importância no Brasil estão representadas pelos gêneros: Bothrops, Crotalus, Lachesis e Micrurus".

Pasta americana: 6 dicas para evitar defeitos ao cobrir bolos

Segundo Marina Queiroz, professora do Curso a Distância CPT Profissional Avançado de Confeitaria, em Livro+DVD e Curso Online, "Para elaborar um produto de confeitaria corretamente existem muitos conhecimentos envolvidos. Muitos deles, se não forem colocados em prática, poderão levar à obtenção de um produto de qualidade inferior, com alguma característica que, na maioria das vezes, interfere de maneira indesejável no aspecto e, ou, no sabor do produto. É exatamente este o caso do mal uso da pasta americana na cobertura de bolos. Quando não utilizada de forma correta, fatalmente o resultado final do trabalho será negativo".

Calda Bordalesa: o que é, para que serve e como utilizar?

A calda bordalesa é um fungicida que surgiu no século passado, na região de Bourdeaux, na França, para o controle de míldio em videiras. Ela resulta da mistura de sulfato de cobre com cal virgem, diluídos em água. O seu uso é permitido na Agricultura Orgânica por ser o sulfato de cobre um produto pouco tóxico, e por melhorar o equilíbrio nutricional das plantas. A preparação mais comum da calda bordalesa se dá na proporção de 1 parte de cal virgem e 1 parte de sulfato de cobre para 100 partes de água.

Criação de serpentes: um ramo interessante para se explorar

A criação de serpentes não é uma atividade muito praticada no Brasil. Apesar disso, a extração de venenos desses répteis é um negócio vantajoso, pelo elevado valor de mercado dessas substâncias, principalmente para o mercado farmacêutico.

Atendimento Online
Quer Facilidade