WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Black Friday 30%OFF nos cursos online 15% OFF nos cursos em livro+DVD + 5% OFF extra no cartão de crédito

Contação de histórias - o desafio da leitura literária na escola

A contação de histórias na escola é um desafio e o professor de literatura infantil deve ter bastante cuidado ao escolher livros para atividades com as crianças

Contação de histórias - o desafio da leitura literária na escola

 

A contação de histórias na escola requer muito cuidado por parte do professor de literatura infantil. Este, ao escolher livros para atividades com as crianças, deve se lembrar de evitar títulos que contenham ideias preconceituosas e que tenham problemas de redação, buscando também material com ilustrações de boa qualidade. No entanto, não é apenas isso, o professor se defronta com inúmeros problemas reais, como a falta de interesse dos alunos pela literatura, ou ainda a falta de incentivo dos pais.

“O que fazer com o texto literário em sala de aula funda-se, ou devia fundar-se, em uma concepção de literatura muitas vezes deixada de lado em discussões pedagógicas. Estas, de modo geral, afastam os problemas teóricos como irrelevantes ou elitistas diante da situação precária que espera o professor de literatura em uma sala de aula”, afirma a professora Maria Oliveira Cortes, do Curso Educação Infantil - Literatura Infantil e Contação de Histórias, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.
 
A precariedade de tal situação costuma ser resumida nos clichês e preconceitos que afloram, quando vêm à tona temas que relacionam jovem, leitura, professor, escola, literatura e similares, como sugerem as falas abaixo:

"(...) outros alunos, por não terem hábito ou gosto pela leitura, infelizmente, a maioria, só leem se obrigados. Outros ainda, a minoria, não leem nem obrigados (...)";

"(...) muitos não leem com a desculpa de que não têm tempo, sendo que para assistir à TV sempre dispõem de tempo (...)";

"(...) o nosso estudante só faz determinada atividade se exigida e bem estimulada. Do contrário, entregam-se à preguiça de ler. Mesmo porque eles acham cansativo ter de ficar parados a ler, muitas vezes, histórias que não estejam agradando (...)";

"(...) Só a leitura e o incentivo pelos bons autores poderá melhorar a redação dos alunos, cada vez mais pobre e restrita pela TV (...)".

Os textos acima poderiam ser assinados por mestres do Oiapoque ao Chuí. O que surge nas linhas e entrelinhas dos quatro depoimentos é um professor que se crê investido da função sagrada de guardião do templo: lá dentro, o texto literário, cá fora, os alunos. Na porta, ele, o mestre, sem saber se entra ou se sai.

O problema é que os rituais de iniciação propostos a quem está começando não parecem agradar: o texto literário, objeto de zelo e do culto, razão de ser do templo, é objeto de um, nem sempre discreto, mas sempre incômodo, enfado dos fiéis – infidelíssimos, aliás - que não pediram para ali estar.

Aprimore seus conhecimentos, acessando os Cursos CPT, da área Educação Infantil.

Por Andréa Oliveira.

Acesse os links abaixo e conheça mais sobre contação de histórias na educação infantil:

As fábulas e a moral

A natureza da narração oral

Despertando o desejo de ler

Duração, tipos de conto e convidados

Seleção do conto

Técnicas do contar

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

cleide Almeidaev

3 de jan de 2015

Sou deficiente visual e quero estudar com vocês.

Resposta do Portal Cursos CPT

21 de jan de 2015

Olá, Cleide!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Para mais informações nossas consultoras entrarão em contato.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!