WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Como começam os temporais? Conheça as chuvas ciclônicas

As chuvas ciclônicas, também conhecidas como chuvas frontais, podem vir acompanhadas por ventos fortes com circulação ciclônica e, também, podem produzir enchentes em grandes bacias

Como começam os temporais? Conheça as chuvas ciclônicas   Artigos Cursos CPT

 

As chuvas ciclônicas são originadas da interação de massas de ar quentes e frias. Geralmente, elas têm de baixa a média intensidade e são de longa duração, atingindo grandes áreas ao mesmo tempo, e são muito comuns no Brasil. “As chuvas ciclônicas, também conhecidas como chuvas frontais, podem vir acompanhadas por ventos fortes com circulação ciclônica e, também, podem produzir enchentes em grandes bacias”, afirma Paulo Sant'Anna e Castro, professor do Curso CPT Recuperação e Conservação de Nascentes.

O aquecimento desigual da superfície terrestre origina uma diferença de pressão atmosférica (gradiente de pressão) de uma região para outra. Esse gradiente de pressão, por sua vez, fará com que as massas de ar se desloquem de suas regiões de origem, o que sempre ocorre de uma região de alta pressão para outra de baixa pressão.

O deslocamento das massas de ar pela atmosfera ocasionará o encontro de massas de propriedades diferentes. Assim, quando duas massas de ar de densidades diferentes se encontram, elas não se misturam imediatamente, tendendo a conservar suas características individuais. Em vista disso, entre as massas haverá, devido ao contato das mesmas, uma zona de transição, que é denominada de “zona frontal”, geralmente com vários quilômetros de extensão, onde é possível se observar a mistura do ar de ambas as massas. Quando isso acontece, diz-se que se formou uma “frente”, a qual, dependendo das características térmicas das massas de ar envolvidas, são chamadas de “frias” ou “quentes”.

Tanto as frentes frias como as quentes resultam na ascensão do ar quente sobre o frio, provocando a condensação do ar, que, por sua vez, gera as chuvas. Isso porque nas regiões de convergência na atmosfera, o ar quente e úmido é violentamente impulsionado para cima, resultando no seu resfriamento e na condensação do vapor de água, de forma a produzir chuvas.

Aprimore seus conhecimentos sobre o assunto. Leia a(s) matéria(s) a seguir:


- Assutado com o volume das chuvas? Saiba como elas são medidas
O que pode poluir a água das nascentes? Aprenda!

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT na Área Meio Ambiente
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!