Ligue Agora (31) 3899-7000 WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Criação de serpentes: doenças mais comuns

A deficiência de aquecimento no cativeiro contribui para deixar a serpente vulnerável a infecções.

A deficiência de aquecimento no cativeiro contribui para deixar a serpente vulnerável a infecções.

As serpentes são animais frágeis, as principais doenças que podem acometê-las são:

* Pneumonia: as serpentes com pneumonia, geralmente, se mostram apáticas, anoréxicas, apresentam dificuldade para respirar (respiram pela boca), têm corrimento nasal e apresentam desequilíbrio ao nadar;

* Estomatite: geralmente, é uma complicação secundária de pneumonias ou septicemias. Pode ocorrer pela má nutrição, devido a uma deficiência de vitamina C, e quando há deficiência de aquecimento no cativeiro, isso contribui para deixar o animal vulnerável a essa infecção. Alguns sintomas são: ulceração na boca, gengivas e alvéolos dentários. É recomendado procurar um médico veterinário;

* Problema de muda: pode ocorrer do animal não conseguir realizar a troca da pele, o que chamamos de muda encruada. Quando isso acontecer, o tratador deverá borrifar água morna (nunca quente) no animal por alguns dias, outra indicação é mergulhar o animal em chá, morno, de camomila por 15 a 20 minutos, isso facilitará a remoção da pele em muda. Restos de pele entre os dedos, sobre os olhos e cauda pode ser removidos com muito cuidado pelo tratador, sempre borrifando água.

* Paramixovirose: essa doença ataca, geralmente, as jararacas, jiboias e cascavéis. Ela se manifesta de inúmeras maneiras e, para diagnosticá-la, é necessário que o tratador esteja sempre atento aos animais do seu plantel, pois, em estádios avançados, todos os animais do criatório são contaminados. Os sintomas mais comuns são respiratórios e neurológicos. A serpente pode expulsar o conteúdo caseoso e purulento pela glote, geralmente apresentam tremor e perda de equilíbrio, e, quando apresentam esses sintomas, já estão com indícios de óbito. É um caso complicado, pois não há tratamento, e os animais acometidos precisam ser sacrificados.

 

* A presente dica é parte integrante do curso Criação de Serpentes para Produção de Veneno,  desenvolvido pelo CPT - Centro de Produções Técnicas.

 

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Jeovani

13 de jun de 2017

Minha jibóia esta com os sintomas de pneumonia, como posso tratar?

Resposta do Portal Cursos CPT

13 de jun de 2017

Olá, Jeovani.

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Aconselhamos que você procure um veterinário que cuide de serpentes para que ele trate-a da forma adequada.

Atenciosamente,

Renato Rodrigues.

Ivan

16 de nov de 2014

Gostaria de saber valor para o curso de criação de serpente. Doenças mais comuns

Resposta do Portal Cursos CPT

17 de nov de 2014

Olá, Ivan!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Para mais informações sobre o Curso CPT Criação de Serpentes para Produção de Veneno nossas consultoras entrarão em contato.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!