WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Fale com uma Especialista
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Staphylococcus aureus: o que saber sobre essa bactéria?

Staphylococcus aureus pode ocasionar tanto infecções superficiais como profundas, além da produção de toxinas, muitas das quais responsáveis pelas toxinfecções alimentares

Staphylococcus aureus: o que saber sobre essa bactéria?   Artigos CPT

Entre as bactérias do Staphylococcus, o Staphylococcus aureus é a bactéria que tem maior importância tanto para a saúde animal quanto pra saúde humana. “Ela pode ocasionar tanto infecções superficiais como profundas, além da produção de toxinas, muitas das quais responsáveis pelas toxinfecções alimentares”, explica Dra. Magna Coroa Lima, professora do Curso CPT Microbiologia Veterinária.

O Staphylococcus aureus tem uma plasticidade genômica muito grande, o que significa que possui uma gama de ilhas de patogenicidade:


- é coagulase positivo;
- são ubíquos em superfícies corporais de animais e humanos;
- são isolados facilmente em meios convencionais, apresentando coloração variada entre amarelo, dourado e acinzentado;
- acometem várias espécies (bovinos, ovinos, caprinos, bubalinos, suínos, cães, gatos, equinos, coelhos, galinhas, psitacídeos, golfinhos e o homem; e causam muitas enfermidades, como dermatites, piodermites, mastite, foliculite, endometrite, conjuntivite, pododermatite, onfalite, linfadenite, cistite e septicemias).

O mecanismo de invasão do S. aureus revela que, no primeiro momento, essa bactéria adere à pele ou à mucosa e, após a invasão, utiliza diversas estratégias para permitir a sua sobrevivência.

Staphylococcus coagulase negativo


- Anteriormente, eram classificados como patógenos oportunistas.
- São aproximadamente 37 espécies (como S. epidermidis, S. hyicus, S. chromogenes, S. galinarum, S. xylosus e S. simulans).
- Microbiota: pele, membrana e mucosas de humanos e animais.
- Importante causador de infecções nosocomiais.
- Possuem como fatores de virulência a glicocálise, Dnase, Lipase, Protease, β-hemolisinas, Biofilmes, Exopolímeros e Lipoproteínas ou Ácidos Lipotecoicos.

Gostou da matéria? Quer aumentar um pouco mais seus conhecimentos sobre o assunto? Leia a(s) matéria(s) abaixo:


Salmonella e a Shigella. Por que essas bactérias são tão importantes?

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT da área Medicina Veterinária.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!