WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Sr. veterinário, responda: você conhece o princípio da leucopoiese?

Sr. veterinário, responda: você conhece o princípio da leucopoiese?Não? Já ouviu falar, mas não se lembra? Pois bem, vamos lá!

Sr. veterinário, responda: você conhece o princípio da leucopoiese?   Artigos CPT

Sr. veterinário, responda: você conhece o princípio da leucopoiese? Não? Já ouviu falar, mas não se lembra? Pois bem, vamos lá! Waleska de Melo Ferreira Dantas, professora do Curso CPT Patologia Clínica Veterinária, explica que Leucopoiese significa o processo pelo qual são formados os leucócitos. Esse processo é estimulado quando o organismo dos animais enfrenta adversidades que resultam em quadros clínicos de doenças, infecções ou inflamações.

A medula óssea produz o mieloblasto que sofre uma série de alterações morfológicas até se transformar em um leucócito. Acompanhe algumas dessas alterações, também chamadas de eventos morfológicos, na ilustração a seguir:

Eventos de produção e eventos morfológicos que ocorrem na medula óssea durante o processo de produção de leucócitos   Artigos CPT

Foto: Eventos de produção e eventos morfológicos que ocorrem na medula óssea durante o processo de produção de leucócitos.

As fases de proliferação e maturação formam dois tipos de leucócitos: granulócitos e agranulócitos. A linfopoiese corresponde ao processo de formação dos linfócitos que também fazem parte do grupo de leucócitos. A linfopoiese, por sua vez, corresponde ao processo de formação dos linfócitos que também fazem parte do grupo de leucócitos.

Observe, na figura a seguir, a ilustração do processo de linfopoiese:


Linfopoiese é o processo de formação dos linfócitos    Artigos CPT

Foto: Linfopoiese é o processo de formação dos linfócitos.

A medula óssea e o timo produzem o linfoblasto, célula que sofrerá maturação até se tornar um linfócito e ser liberado no sangue periférico.

Gostou do assunto? Leia mais:


- Vai coletar amostras de sangue animal? Conheça as vias de acesso!

Um pouco mais sobre o que encontrar no Curso CPT Patologia Clínica Veterinária? Assista ao vídeo!


 

Conheça os Cursos CPT da área Medicina Veterinária.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!