WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Produtor rural? Faça um programa de vigilância epidemiológica

Tem uma fazenda? Quer melhorar seus índices de produtividade? A “dica de ouro” para você, então, é implantar um programa de vigilância epidemiológica em sua propriedade. Sabe por quê?

Produtor rural? Faça um programa de vigilância epidemiológica   Artigos CPT

Tem uma fazenda? Quer melhorar seus índices de produtividade? A “dica de ouro” para você, então, é implantar um programa de vigilância epidemiológica em sua propriedade. Sabe por quê? Veja só o que diz o especialista explica Marcelo Dias da Silva, professor do Curso CPT Epidemiologia Veterinária. “um programa de vigilância epidemiológica na propriedade rural pode melhorar a produtividade e a rentabilidade, garantir a segurança de produtos e melhorar a sanidade do rebanho a baixo custo.”

É só isso? Acabou? Não. Ainda tem mais. Com o programa de vigilância epidemiológica em uma propriedade rural é possível:


• Acompanhar o status sanitário do rebanho.
• Ajustar os dados de produção ao ideal.
• Prevenir o plantel de doenças.
• Planejar o calendário de vacinação e de monitoramento do rebanho.
• Melhorar a gestão e a renda da propriedade rural diminuindo perdas e doenças.

Questões reprodutivas e nutricionais são indicativas ou causas de problemas em saúde. Em rebanhos, um bom programa sanitário inclui avaliação de dados de produção.

Agora sim. Após tantas vantagens, como implantar um programa de vigilância epidemiológica na fazenda? Vamos lá: na implantação de um programa de vigilância epidemiológica, alguns fatores devem ser analisados e seguidos para o sucesso do processo. São eles:


• Conhecer a realidade da propriedade, verificando e realizando a escrituração dos dados produtivos e sanitários do rebanho. Deve-se realizar o próprio levantamento, vistoriando, aplicando testes de rotina e observando tudo que acontece no local diariamente.
• Verificar quais testes de triagem devem ser feitos para cada espécie e categoria de animais da propriedade.
• Analisar relevo, clima e outros fatores para detecção de possíveis doenças não imaginadas ainda no local, mas que podem estar presentes.
• Realizar os eventos sentinelas, verificando situações que auxiliem na prevenção de problemas no rebanho.
• Os animais adquiridos devem ficar um período isolados do rebanho, em observação e sendo testados.
• Calendários vacinais devem ser criados a partir das doenças prevalentes.
• Mesmo com os animais vacinados, deve ser realizada uma rotina de testes, para obtenção de um diagnóstico precoce, evitando o comprometimento do rebanho.
• Importante ter uma provisão de medicamentos pra enfrentar os desafios sanitários, através da criação de um calendário sanitário e de manejo.

Gostou da matéria? Quer aumentar um pouco mais seus conhecimentos sobre o assunto? Leia a(s) matéria(s) abaixo:


- Patogênese e Prevenção. Assunto de importância na Medicina Veterinária

Um pouco mais sobre oque encontrar no Curso CPT Epidemiologia Veterinária? Assista ao vídeo!


.

Conheça os Cursos CPT da área Medicina Veterinária.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!