WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Fale com uma Especialista
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Patogênese e Prevenção. Assunto de importância na Medicina Veterinária

Patogênese é o momento da implantação e evolução da doença. Ou seja, o modo como os agentes etiopatogênicos agridem o organismo e como os sistemas de defesa reagem, produzindo a doença

Patogênese e Prevenção. Assunto de importância na Medicina Veterinária   Artigos CPT

Por que a patogêneses é tão importante para o mundo da medicina veterinária? Simples! Porque a patogênese é o momento da implantação e evolução da doença no indivíduo, ou seja, o modo como os agentes etiopatogênicos agridem o organismo e como os sistemas naturais de defesa reagem, produzindo a doença.

Neste sentindo, “entender bem por quais fases a patogênese passa e quais são os meios necessários de prevenção de doenças, é extremamente necessário ao desenvolvimento dos trabalhos dos médicos veterinários”, explica Marcelo Dias da Silva, professor do Curso CPT Epidemiologia Veterinária.

E quais são as fases da patogênese? São elas:


• Subclínica:
Alterações sem sintomatologia, mas já ocorrendo. É o período de incubação, onde o organismo pode curar ou evoluir. A epidemiologia irá buscar o diagnóstico e o tratamento precoce (prevenção secundária).
• Clínica:
Fase dos sinais e sintomas que evolui para cura, morte ou sequela.

História natural da doença com as possíveis evoluções da enfermidade no indivíduo Artigos CPT

Foto: História natural da doença com as possíveis evoluções da enfermidade no indivíduo

Quais os meios de prevenção das doenças?


1. Interceptar fatores pré-patogênicos, promovendo a saúde: bons hábitos, imunizações.
2. Interceptar o estado da doença, com exames de triagem, diagnóstico precoce, isolamento e tratamento.
3. Reabilitação do paciente.

A epidemiologia vai buscar os fatores determinantes da doença através da relação de causa efeito na epidemia, dos fatores que originaram as enfermidades ou que são de ricos. Os profissionais devem, então, preconizar ações primárias preventivas, por meio de:


• Quarentena.
• Vacinação (se houver).
• Higiene.
• Uso de equipamentos de proteção obrigatórios.

Gostou da matéria? Quer aumentar um pouco mais seus conhecimentos sobre o assunto? Leia a(s) matéria(s) abaixo:


- Epidemiologia Descritiva na Medicina Veterinária? Sim!

Um pouco mais sobre oque encontrar no Curso CPT Epidemiologia Veterinária? Assista ao vídeo!


 

Conheça os Cursos CPT da área Medicina Veterinária.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!