WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Cultivo de peixes em sistemas fechados. Conheça as vantagens

Existem várias aplicações possíveis e interessantes. Dentre elas, o aquarismo, tanto para produção comercial de espécies ornamentais como para a educação ambiental e a ornamentação

Cultivo de peixes em sistemas fechados. Conheça as vantagens   Artigos CPT

O entendimento sobre o sistema de recirculação, ou seja, o cultivo de peixes ou outros animais aquáticos em sistemas fechados, não só se aplica à piscicultura comercial com o ensejo de obtenção de peixe de corte. “Existem várias aplicações possíveis e interessantes. Dentre elas, o aquarismo, tanto para produção comercial de espécies ornamentais como para a educação ambiental e a ornamentação”, afirma Giovanni Resende de Oliveira, professor do Curso CPT Cultivo de Peixes em Sistema de Recirculação de Água – RAS.

Tem sido muito demandado para lagos ornamentais em áreas externas, para a ornamentação de restaurantes, hotéis e pousadas que podem ser beneficiados por este tipo de tecnologia, porque há menor necessidade de demanda de água para reposição e maior facilidade de manutenção da qualidade e do padrão de água para determinadas espécies, numa situação específica. Por exemplo, em épocas de frio, é mais fácil manter a temperatura desses ambientes aquáticos havendo uma menor reposição de água. Ainda mais se há uma necessidade de aquecimento. Além disso, outras aplicações são possíveis, por exemplo: quem faz a venda de alevinos pode utilizar esse sistema para manutenção e até crescimento de formas jovens desde pós-larvas, alevinos, juvenis, até peixes adultos.

Algumas peixarias utilizam essa estratégia para manutenção de estoques e comercialização de peixes vivos. Então, é interessante avaliar esse leque de opções, a fim de escolher a melhor possibilidade que este tipo de tecnologia permite.

Outro fator a ser considerado é que, em áreas urbanas ou semiurbanas, há uma necessidade de controle, ou seja, existe uma restrição maior não só em questão de espaço como também do acesso à água, do descarte de um volume de água ou de determinados resíduos. Então, a recirculação completa, nesse caso, também atende bem, já que esta permite a utilização de menores áreas para tratamento desse efluente, gerando menos volume de água e menos rejeito.

Em áreas rurais há a opção de se trabalhar com a recirculação parcial, pois é possível fazer descargas e realizar a destinação desse volume de água para outros usos, até mesmo descartar essa água no próprio solo. Já, a recirculação total permite a manutenção dos níveis de qualidade de água, o menor volume de descarte, quando não for zero, e também necessita de menores volumes de reposição. A recirculação abrange várias aplicações, desde que se atenda a todos os critérios da sequência de tratamento.

Aprimore seus conhecimentos sobre o assunto. Leia a(s) matéria(s) a seguir:


- Por que produzir peixes no Sistema de Recirculação de Água?

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 


Conheça os Cursos CPT da área Piscicultura.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!