WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Por que estudar toda a região e o terreno antes de plantar?

Ao fazer a leitura do ambiente, ou seja, de toda região e do terreno, o agricultor tomará decisões acertadas, pois poderá avaliar melhor o custo/benefício antes de optar por determinada cultura

 


A superfície terrestre é bastante heterogênea. Ela varia no que se refere às condições climáticas gerais, ou seja, precipitação, temperatura, nebulosidade, ventos e outros. Varia quanto às irregularidades topográficas, ou seja, montanhas, vales, planaltos, rios, escarpas, dunas e outros. Varia quanto à cobertura vegetal e quanto ao uso pelo homem.


"De forma geral, há variações que são rapidamente perceptíveis, como a cor da solo, a pedregosidade, o número de rios e a sua perenidade, altura do lençol freático e risco de inundações, áreas encharcadas, rocha subjacente e muito mais", afirma Dr. Eufran Ferreira do Amaral, professor do Curso CPT Planejamento Estratégico de Propriedades Rurais.


Todas essas informações, diferenciam a superfície terrestre como um mosaico, sendo no entanto, a base para a diferenciação de ambientes. O tipo de uso dado a um determinado ambiente está diretamente relacionado com suas características, incluindo aquelas não-visíveis diretamente, como conteúdo de nutrientes, vulnerabilidade a processos erosivos, quantidade de água disponível, entre outros.


Por que estudar toda a região e o terreno antes de plantar?


Para o agricultor, por exemplo, a exposição de um pequeno trato de terra, ou seja, soalheira, noruega e outros, pode ter importância fundamental. Ao saber fazer a leitura do ambiente, ele vai poder tomar decisões mais acertadas. Conhecendo a frequência de inundação das várzeas, observando nuanças, tais como: cor do solo, vegetação espontânea e outros, vai poder avaliar melhor os estratos ambientais, o que vai refletir nas estimativas de custo/benefício. Portanto, é sempre útil informações sobre o ambiente.


Em razão dessas inter-relações é que a natureza apresenta diferentes ambientes, mesmo em espaços curtos no terreno, onde se pode perceber a presença de uma bromélia em cima de uma rocha e, ao lado, uma árvore frondosa. As condições de solo e clima influenciam diretamente na vegetação atual, havendo uma estreita relação entre esses dois componentes. Logo, a natureza apresenta vários ambientes, para que se possa planejar melhor as atividades agrícolas e, assim, ter uma agricultura mais ecológica e, consequentemente, mais equilibrada com a natureza.


Portanto, é importante que o produtor rural planeje as suas atividades antes de qualquer tomada de decisão, para, assim, ter resultados mais promissores, dentro de um projeto de equilíbrio ecológico.


Gostou do assunto? Leia as matérias abaixo:


- Modelo digital de elevação: o que é e como fazê-lo?
- Zoneamento agroambiental: o que é e para que serve?


Conheça os Cursos Online CPT da área Administração Rural.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!

Precisa de ajuda?