WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Formigas Cortadeiras - desmatamento racional e diversificação do plantio

Formigas Cortadeiras - desmatamento racional e diversificação do plantio

 

A cultura florestal, geralmente, é feita de uma só espécie vegetal e não oferece possibilidade de alimento e de refúgio para a maioria das espécies de animais que viviam no local antes de ser derrubada a floresta original. Quando alguma espécie de animal, que pode ser um inseto, consegue se estabelecer na cultura, vai encontrar abundância de alimento e ausência de inimigos naturais, o que é mais do que suficiente para permitir um aumento populacional exagerado e, assim, tornar-se praga.

Pesquisas mostram que é fundamental preservar os locais que favorecem a alimentação, a reprodução e o abrigo dos inimigos nativos, deixando faixas de vegetação nos topos de morros ou ao redor de plantações e áreas de pastagens. Além disso, no desmatamento racional, recomenda-se restringir ao máximo o uso do fogo, não aplicar certos formicidas que eliminam formigas úteis e evitar o uso desnecessário de agrotóxicos.

Quando se realiza o desmatamento racional, automaticamente, realiza-se, também, um controle biológico. Dessa forma, preservam-se os inimigos naturais e a diversidade da vegetação nativa. Na falta de uma cobertura vegetal diversificada no solo, as novas colônias de saúvas tendem a sobreviver melhor e, por isso, os ataques às árvores tornam-se mais intensos.

Pesquisas indicam que o desenvolvimento do sub-bosque em área onde não existia esta cobertura vegetal anteriormente reduziu a quantidade média de novos sauveiros que se instalavam a cada ano. Em tais casos, a presença do sub-bosque pode ter dificultado o pouso e a instalação das tanajuras, uma vez que elas tendem a pousar somente em locais limpos e de solo desnudo. Esse sub-bosque pode, também, ter servido para criar diversos mecanismos naturais de defesa das árvores contra as formigas, muitos ainda desconhecidos pela ciência, a exemplo do que ocorre dentro de uma mata natural.

As formigas cortadeiras fazem distinção entre plantas nativas e plantas exóticas e já se concluiu que elas podem forragear em mais da metade das plantas de uma floresta tropical. Em condições experimentais, constatou-se que essa quantidade pode chegar a mais de 3/4 das espécies de vegetais oferecidos para forrageamento. Tais informações ajudam a confirmar o fato de que as formigas sempre forrageiam em muitas espécies de vegetais que estão à sua disposição. Assim, as formigas podem poupar a floresta plantada quando o sub-bosque é bem diversificado e abundante.

Confira, abaixo, algumas dicas extreamente necessárias ao controle formaigas cortadeiras. Estas  informações e tecnologias foram devidamente testadas e aprovadas por pesquisas em campo. Portanto, saiba como agir ao se deparar com este problema e tenha sucesso em seu empreendimento.

- Formigas Cortadeiras - espécies, manejo integrado e métodos de combate à praga

- Importância do controle e do combate das saúvas e quenquéns

- Quem são as saúvas e os quenquéns e como vivem

- Manejo integrado de saúvas e quenquéns

- O que são as técnicas preventivas ao ataque de saúvas e quanquéns

- Uso de barreiras físicas

- Uso de plantas poucos apreciadas, resistentes ou tóxicas

- Conservação de inimigos naturais

- Técnicas curativas

- Monitoramento e decisão

- Combate direto com formicidas

- Combate químico por formicidas em pó

- Combate químico por iscas granuladas

- Combate químico por termonebulização

- Controle por escavação

Por Silvana Teixeira

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!