WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Black Friday 30%OFF nos cursos online 15% OFF nos cursos em livro+DVD + 5% OFF extra no cartão de crédito

Fases da criação de pavões - cria, recria, crescimento, jovem e adulto

As fases pelas quais passam os pavões, desde o seu nascimento até a sua morte ou comercialização, quando criados em cativeiro são: cria, recria, crescimento, jovem e adulto

 


As fases pelas quais passam os pavões, desde o seu nascimento até a sua morte ou comercialização, quando criados em cativeiro são:  cria, recria, crescimento e jovem. A fase de cria tem seu início no primeiro dia de vida e vai até o 30º. A recria inicia-se a partir do 30º e perdura até o 60º dia. A fase de crescimento dura dos 2 meses de vida ao 6º mês de idade dos pavões. A partir de então, os pavões entram na fase jovem. Esta, por sua vez, inicia-se no sexto mês de vida da ave só termina quando os pavões completam 2 anos de idade. A partir de então, ou seja, dos 2 anos de idade, os pavões entram na fase adulta.

Fase de Cria


A fase de cria inicia-se a partir da eclosão dos filhotes. Do nascedouro, os filhotes devem ser transferidos para os viveiros de cria, onde devem permanecer até completarem um mês de idade. O local deve ser seco e fofo, e os pavõezinhos não podem ficar em contato direto com o chão e devem ficar em local protegido dos ventos e da umidade. Nessa fase inicial da criação, a temperatura deve ser mantida em torno de 37o C. A alimentação nas primeiras 48 horas não é necessária, pois os pavõezinhos nascem com uma reserva alimentar. Passadas as 48 horas, pode-se utilizar ração inicial para pintinhos. Bebedouros e comedouros devem ficar na altura das asas dos filhotes e a água deve estar limpa, fresca e sempre disponível às aves.

Fase de Recria


Ao completarem um mês de vida, os pavões já podem ser transferidos para os viveiros de recria. A partir dessa idade, os pavões podem viver em temperatura ambiente. A alimentação deve passar a ser feita com ração de crescimento, que é quando atingem de quatro a seis meses de idade. A limpeza desses viveiros deve ser feita duas vezes por semana.

Fase de Crescimento


Com sessenta dias de vida, as aves podem ser transferidas para o viveiro de crescimento, onde ficaram até os seis meses de idade. Nessa fase, a ave deve ser vermifugada mensalmente, até os 8 meses. Após, deve-se vermifugá-la duas vezes ao ano. Até em torno de seis meses de idade, os pavões não podem ter contato com o solo, pois o risco de acontecer doenças respiratórias é muito grande. A ração de crescimento deve ser fornecida durante toda essa etapa.

Fase de Jovens e Adultos


Quando as aves atingem seis meses, podem ser transferidas para os viveiros e ficar em contato com o solo. A presença de poleiros é importante para os pavões. Após os seis meses, a ração a ser fornecida deve ser de manutenção, evitando-se o ganho exagerado de peso. Quando atingem a idade de 2 anos, os jovens são considerados plenamente adultos e permanecem nesta fase até a sua morte. Os cuidados são os mesmos da fase de jovens, não merecendo tratamentos especiais.

Saiba mais sobre Criação de Pavões, acessando os artigos abaixo:


Pavões - dicas de comercialização e criação dessas aves exóticas
Pavões - principais doenças, sintomas, como evitá-las e tratamento indicado
Aves ornamentais - criação de pavões tem menor investimento inicial e maior lucro

Quer saber mais sobre o Curso? Dê Play no vídeo abaixo:


 

Conheça os Cursos CPT da área Aves Exóticas.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!