WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

"tratos-culturais-para-jardins"

Por que trabalhar no sistema de rotação de culturas?

A rotação de culturas é um sistema que consiste em alternar, num mesmo terreno, diferentes culturas, e na sequência estabelecida dentro do plano definido. Isto tem por objetivos organizar melhor a distribuição das culturas na propriedade, facilitar o controle de ervas daninhas, propiciar a economia de operações agrícolas, facilitar a manutenção de matéria orgânica e do nitrogênio no solo, diminuir as perdas do solo por erosão, dentre outros

Como os jardins verticais viraram tendência de decoração?

Um jardim vertical tem como proposta inicial fazer com que o pouco espaço disponível não possa mais ser usado como desculpa para não se ter um jardim em qualquer ambiente que seja. Isso porque, se faltam metros quadrados de área, nos jardins verticais sobram possibilidades de fazer com que as plantas subam pelas paredes, mesmo não sendo espécies com hábito de crescimento das trepadeiras. "Tanto que a ideia que deu origem aos jardins verticais buscava oferecer alternativas decorativas para varandas de apartamentos e para saguões de entrada de empresas", afirma Eduardo Elias Silva dos Santos, professor do Curso a Distância CPT Jardins Verticais - Implantação e Manutenção, em Livros+DVDs e Cursos Online.

Lei Rouanet - Lei Federal de Incentivo a Cultura

A Lei de Incentivo à Cultura, popularmente chamada de Lei Rouanet, é conhecida principalmente por sua política de incentivos fiscais

Culturas hidropônicas, como escolher?

O que levar em consideração para a escolha da cultura hidropônica? Vamos lá às devidas explicações. “No sistema hidropônico mais adotado no Brasil hoje podem ser plantados dois tipos de culturas classificadas como folhosas e frutos”, afirma Prof. Dr. Clério Hickmann, do Curso CPT Hidroponia - O Cultivo sem Solo.

Geografia cultural do Brasil: saiba um pouco mais sobre nós!

As diferentes regiões do Brasil apresentam certo predomínio de alguns grupos culturais, com manifestações culturais, culinárias, sotaques, costumes e roupas diferenciadas. “Conhecer e respeitar a diversidade cultural, eliminar preconceitos e evitar a exclusão social por razões étnicas ou culturais são os grandes objetivos do tema transversal Pluralidade Cultural. Entender que o ambiente de vida é fator determinante na formação cultural é uma forma de chegar a esses objetivos”, afirma Maria Oliveira Cortes, professora do Curso a Distância CPT Pluralidade Cultural - Tema Transversal - Fundamental I, em Livro+DVD e Curso Online.

Como montar uma empresa de manutenção de jardins: como regar as plantas

Algumas dicas são muito importantes para quem deseja trabalhar com a manutenção de jardins. Você sabe como deve ser a água utilizada para regar as plantas?

Violência e maus tratos contra o idoso

A violência e maus tratos contra o idoso é o maior e o mais crescente problema de saúde pública da atualidade. A violência é o maior e o mais crescente problema de saúde pública da atualidade e provoca impacto direto no idoso, expressando-se de forma física, psicológica e social

Cupins de madeira seca: controle efetivo da infestação

Para o controle de cupins de madeira seca, deve-se injetar o produto cupinicida nas galerias infestadas. O ninho do cupim, que está naquela madeira será, assim, eliminado. A madeira a ser tratada deve estar livre de tintas e vernizes que impedem o produto aplicado de nela penetrar e propiciar uma boa cobertura da área tratada.

Hortaliças: dicas para adubar olerícolas corretamente

A adubação em hortas é muito diferente daquela vista para culturas anuais e para culturas perenes porque a maioria dos produtos olerícolas foi melhorada para alta produtividade e boa apresentação, explica Júlio César Lima Neves, professor do Curso CPT Aplicação Econômica de Adubos. Assim, de forma geral, são plantas extremamente exigentes em nutrientes.

Lagoas de estabilização. Você sabe o que são e para que servem?

As lagoas de estabilização são bacias para tratar águas residuárias brutas ou efluentes pré-tratados. A função dessas lagoas é degradar a matéria orgânica através da ação de microrganismos, principalmente bactérias e algas, que vão trabalhar os efluentes e minimizar, ao máximo, sua carga orgânica, além de destruir microrganismos patogênicos e não patogênicos existentes nesse efluente, de modo que o resultado final seja uma água límpida e de boa qualidade.

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!