WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Fale com uma Especialista
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Inseminação artificial em bovinos: tipos de embalagem para sêmen de boi

A palheta média é hoje mundialmente utilizada, em função das várias vantagens apresentadas em relação às demais

Inseminação artificial em bovinos - tipos de embalagem para sêmen de boi

Atualmente, as embalagens de sêmen bovino mais utilizadas são as palhetas médias ou finas. Entretanto, no Brasil, as mais comuns para a inseminação de bovinos são as palhetas médias. Além destas embalagens, podemos encontrar minitubos, ampolas, ou ainda pellets, mas devido a alguns problemas, como contaminação e falta de praticidade, estes estão caindo em desuso.

Palhetas médias


A palheta média é hoje mundialmente utilizada, em função das várias vantagens apresentadas em relação às demais. Ela é um pequeno tubo plástico, com 133 mm de comprimento, 2,8 mm de diâmetro e volume suficiente para 0,5 mL de sêmen. Essas palhetas podem se apresentar em diferentes cores, o que possibilita a identificação da raça do reprodutor. Esse tipo de embalagem apresenta vantagens na industrialização do sêmen, permitindo um sensível aumento na produção (140/hora).

A rotulagem ou identificação e fechamento do sêmen são feitos em máquinas automáticas. Uma das extremidades é fechada com algodão hidrófobo especial e com talco polivinílico que se gelatiniza no momento em que o sêmen é aspirado para o interior da embalagem. A outra extremidade é fechada pelo processo de ultrassom ou calor. Outra vantagem da palheta média em relação a outras embalagens é a facilidade de armazenamento. Porém, a maior vantagem da palheta média, motivo de sua grande aceitação, está na sua facilidade de utilização, extremamente simplificada em comparação com outros tipos de embalagem.

Palhetas finas


As palhetas finas foram desenvolvidas na França, com capacidade para 0,25 mL de sêmen bovino. Essa embalagem tem sido cada vez mais utilizada no Brasil, principalmente nas doses de sêmen sexado. O formato e o processo de industrialização são idênticos aos da palheta média, porém a palheta fina apresenta algumas vantagens, tais como: dobra a capacidade de armazenamento no botijão, facilitando, consequentemente, o transporte; aumenta a velocidade de descongelamento e preserva melhor a qualidade inicial do sêmen.

Minitubos e Ampolas


Minitubos são tubos plásticos com capacidade de 0,3 cm³ de sêmen, mas está em desuso devido à sua baixa aceitação. Já as Ampolas são embalagens de vidro neutro, em formato de ampola de medicamento, com volume de sêmen de 0,8 cm³. Esta também caiu em desuso devido à sua menor praticidade em relação às palhetas, mas, por terem sido utilizadas por muito tempo, ainda podem ser encontradas em bancos de sêmen de reprodutores mais antigos.

Pellets


Estes possuem o formato de gota achatada, do tamanho de um grão de feijão, devendo ser diluídos em meio especial no momento de seu uso. Entretanto, apresentam muitas desvantagens, mas a principal delas é que não se pode identificar a qual animal pertence o referido sêmen, sendo por essa razão proibida a sua comercialização. Além disso, existem muitos riscos de contaminação dos pellets durante sua manipulação, o que limita o seu uso.

Acesse os links abaixo e conheça mais sobre Inseminação Artificial em Bovinos:


Botijão de nitrogênio
Curral de manejo
Manejo, nutrição, sanidade e treinamento do inseminador
Materiais utilizados para o procedimento de inseminação artificial
Seringa, tronco de contenção e sala de apoio

Conheça os Cursos CPT da área Medicina Veterinária.
Por Andréa Oliveira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!