WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Abelhas sem ferrão: Guiruçu (Schwarziana quadripunctata)

A Guiruçu é popularmente conhecida como Abelha-Mulata, Mulatinha, Abelha-do-Chão, Papa-Terra e Iruçu-do-Chão

Abelhas sem ferrão - Guiruçu (Schwarziana quadripunctata)   Artigos CPT

A Guiruçu é popularmente conhecida como Abelha-Mulata, Mulatinha, Abelha-do-Chão, Papa-Terra e Iruçu-do-Chão. É uma abelha social, da subfamília dos meliponíneos. É uma espécie muito mansa, visitante da copa das árvores. A Schwarziana quadripunctata nidifica no solo, em buracos no chão, ou em ninhos de formigueiros abandonados. Os ninhos da Guiruçu tanto podem ser encontrados a 30 cm do solo, como a 1,5 m deste. Por isso, essa abelha precisa de uma melhor termorregulação de seu ninho para controlar a sua temperatura interna.

- Ocorrência
Esta espécie de abelha pode ser encontrada no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina, no Paraná, em São Paulo, no Rio de Janeiro, em Minas Gerais, no Goiás, no Espírito Santo e na Bahia.

- Morfologia
A abelha Guiruçu mede cerca de 17 mm de comprimento e possui coloração negra, com abdome frequentemente avermelhado.

- Ninho
Com já mencionado,  a abelha Guiruçu nidifica no solo. A entrada do ninho é um pequeno buraco no solo, podendo ter uma pequena elevação de barro. Internamente, a entrada é revestida de cerume. O ninho todo é circundado por um invólucro que tem uma forma característica. Os favos são em espiral ou paralelos. As células de cria são construídas sucessivamente, ou seja, ao mesmo tempo, há células em construção em vários estágios, desde iniciais até o estágio final. Em colônias fortes, até 13 células são construídas simultaneamente.

Uma característica interessante dessa espécie é que há rainhas pequenas, médias e grandes. Em outras palavras, as rainhas podem ser criadas em células normais e/ou em células reais. Os machos podem aparecer em grande quantidade, permanecendo agrupados nos locais aquecidos do ninho. O alimento, como o mel e o pólen, é colocado em potes ovoides, de 3cm de altura. o mel é muito saboroso. Alguns consumidores deste mel deixam o ninho enterrado no seu local de origem e de quando em quando recolhem o mel produzido.

- Mel
A Guiruçu produz um mel de excelente qualidade e muito saboroso. Alguns meliponicultores deixam o ninho enterrado em seu local de origem, recolhendo o mel produzido periodicamente.

Acesse os links abaixo e conheça mais sobre as abelhas


Anatomia das abelhas
O mercado do mel no Brasil
Abelhas sem ferrão e com ferrão
Funções da rainha
Funções do zangão e das operárias
Termorregulação da colmeia
A dança em busca de alimento

ABELHAS SEM FERRÃO


Critérios de escolha das espécies para a criação
Requisitos ideiais para a criação
Vantagens e dificuldades quanto à sua criação
Mel com baixo teor de açúcar e ação antibacteriana

ESPÉCIES DE ABELHAS SEM FERRÃO


Abelha-Limão (Lestrimelitta limao)
Boca-de-Sapo (Partamona helleri)
Borá (Tetragona clavipes)
Guarupu (Melipona bicolor)
Guira (Geotrigona mombuca)
Iraí (Nannotrigona testaceicornes)
Irapuã (Trigona spinipes)
Jataí (Tetragonisca angustula)
Jataí-da-Terra (Paratrigona subnuda)
Lambe-Olhos (Leurotrigona muelleri)
Mandaçaia (Melipona mandacaia)
Manduri (Melipona marginata)
Marmelada Amarela (Frieseomelitta varia)
Mirim Droryana (Plebeia droryana)
Mirim-Guaçu (Plebeia remota)
Mirim-Preguiça (Friesella Schrottkyi)
Mombucão (Cephalotrigona capitata)
Tataíra (Oxytrigona tataira tataira)
Tubuna (Scaptotrigona bipunctata)
Uruçu (Melipona scutellaris)
Uruçu-Amarela (Melipona rufiventris)

ABELHAS COM FERRÃO


Origem da Apis mellifera e mecanismo de defesa
Gênero Apis e sua distribuição no mundo
Como as Apis mellifera se comunicam

ESPÉCIES DE ABELHAS COM FERRÃO


Abelha-Africana (Apis mellifera scutellata)
Abelhas Africanizadas (Africana+Europeia)
Abelha-Carnica (Apis mellifera carnica)
Abelha-Caucasiana (Apis mellifera caucasica)
Abelha-Europeia (Apis mellifera mellifera)
Abelha-Italiana (Apis mellifera ligustica)

Aprimore seus conhecimentos, acessando os Cursos CPT da área Apicultura.
Por Andréa Oliveira.
Fontes: Embrapa, USP, WebBee e Wikipédia

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!