Abelhas com ferrão - como as Apis mellifera se comunicam

Abelhas com ferrão - como as Apis mellifera se comunicam

 

A comunicação das Apis mellifera pode ocorrer por meio de sons, substâncias químicas, tato, danças ou estímulos eletromagnéticos.

Um dos meios mais importantes de comunicação da Apis é a transferência de alimento, pois, durante a transferência, ocorrem trocas de algumas secreções glandulares entre uma abelha e outra. Esse simples gesto de troca de alimento pode informar a necessidade de néctar e água, odor e sabor da fonte de alimento e as mudanças na qualidade e quantidade de néctar coletado, afetando a postura, a criação da prole, a secreção de cera e o armazenamento do mel, entre outras atividades. Durante esse processo, também são transferidos feromônios, que estimulam ações específicas.

Os feromônios são substâncias químicas produzidas e liberadas externamente por indivíduos, que produzem uma resposta específica no comportamento ou fisiologia de indivíduos da mesma espécie. Nas Apis, esses feromônios são transmitidos pelo ar, contato físico ou alimento. Vejamos algumas reações desencadeadas por eles:

Feromônios produzidos pelas operárias

Feromônio de trilha: Orienta as operárias na localização do ninho e de fontes de alimento.

Feromônio de alarme: Alerta as operárias quanto à presença de inimigo próximo à colmeia.

Feromônio de defesa: Liberado por operárias, durante a ferroada, atrai outras operárias para ferroarem o local.

Feromônio de detenção: Repele as operárias de fontes sem disponibilidade de alimento.

Feromônio da glândula de Nasonov: Liberado na entrada da colmeia, durante a enxameação e em fontes de água e alimento, ajuda na orientação e no agrupamento das abelhas.

Feromônios produzidos pela rainha
    
Feromônio da glândula mandibular:
Atrai zangões para o acasalamento, mantém a unidade da colmeia, inibe o desenvolvimento dos ovários das operárias e a produção de outras rainhas.

Feromônio das glândulas epidermais: Atrai as operárias. Age em sinergia com o feromônio da glândula mandibular.

Feromônio de trilha: Ajuda a evitar a produção de novas rainhas.

Feromônio produzido pelo zangão
    
Feromônio da glândula mandibular do zangão:
Atrai rainhas e outros zangões para a zona de congregação de zangões.

Feromônio produzido pelas crias
    
Feromônio de cria:
Estimula a coleta de alimento e inibe o desenvolvimento dos ovários das operárias. Permite que as operárias reconheçam idade, casta e estado de sanidade das crias.

Aprimore seus conhecimentos, acessando os cursos da área Apicultura, elaborados pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

Por Andréa Oliveira.

Fontes: Embrapa, USP, WebBee e Wikipédia

Acesse os links abaixo e conheça mais sobre as abelhas:

Anatomia das abelhas

O mercado do mel no Brasil

Abelhas sem ferrão e com ferrão

Funções da rainha

Funções do zangão e das operárias

Termorregulação da colmeia

A dança em busca de alimento

ABELHAS SEM FERRÃO

Critérios de escolha das espécies para a criação

Requisitos ideiais para a criação

Vantagens e dificuldades quanto à sua criação

Mel com baixo teor de açúcar e ação antibacteriana

ESPÉCIES DE ABELHAS SEM FERRÃO

Abelha-Limão (Lestrimelitta limao)

Boca-de-Sapo (Partamona helleri)

Borá (Tetragona clavipes)

Guarupu (Melipona bicolor)

Guiruçu (Schwarziana quadripunctata)

Iraí (Nannotrigona testaceicornes)

Irapuã (Trigona spinipes)

Jataí (Tetragonisca angustula)

Jataí-da-Terra (Paratrigona subnuda)

Lambe-Olhos (Leurotrigona muelleri)

Mandaçaia (Melipona mandacaia)

Manduri (Melipona marginata)

Marmelada Amarela (Frieseomelitta varia)

Mirim-Preguiça (Friesella Schrottkyi)

Mombucão (Cephalotrigona capitata)

Tataíra (Oxytrigona tataira tataira)

Tubuna (Scaptotrigona bipunctata)

Uruçu (Melipona scutellaris)

ABELHAS COM FERRÃO

Origem da Apis mellifera e mecanismo de defesa

Gênero Apis e sua distribuição no mundo

ESPÉCIES DE ABELHAS COM FERRÃO

Abelha-Africana (Apis mellifera scutellata)

Abelhas Africanizadas (Africana+Europeia)

Abelha-Carnica (Apis mellifera carnica)

Abelha-Caucasiana (Apis mellifera caucasica)

Abelha-Europeia (Apis mellifera mellifera)

Abelha-Italiana (Apis mellifera ligustica)

Cursos Relacionados

Curso Planejamento e Implantação de Apiário Curso Planejamento e Implantação de Apiário

Com Prof. Paulo Sérgio Cavalcanti Costa

R$ 420,00 à vista ou em até 12x de R$ 35,00 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Manejo do Apiário - Mais Mel com Qualidade Curso Manejo do Apiário - Mais Mel com Qualidade

Com Prof. Paulo Sérgio Cavalcanti Costa

R$ 420,00 à vista ou em até 12x de R$ 35,00 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Apicultura Migratória - Produção Intensiva de Mel Curso Apicultura Migratória - Produção Intensiva de Mel

Com Prof. Paulo Sérgio Cavalcanti Costa

R$ 420,00 à vista ou em até 12x de R$ 35,00 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Processamento de Mel Puro e Composto Curso Processamento de Mel Puro e Composto

Com Prof. Paulo Sérgio Cavalcanti Costa

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção e Processamento de Própolis e Cera Curso Produção e Processamento de Própolis e Cera

Com Prof. Paulo Sérgio Cavalcanti Costa

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Produção de Rainhas e Multiplicação de Enxames Curso Produção de Rainhas e Multiplicação de Enxames

Com Prof. Dr. Etelvina Almeida e Prof. Paulo Sérgio C...

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

CARLA RAMOS

23 de set de 2016

prezados, sou bióloga do Centro de Informação Toxicológica do Rio Grande do Sul (CIT/RS-FEPPS) da Secretaria Estadual da Saúde. Somos uma entidade pública que presta orientação 24 horas por dia nos casos de intoxicações por meio de telefone. Estamos atualizando nossas informações (cartaz) que é distribuído para a população e principalmente em Unidades Básicas de Saúde e afins. Uma de nossas novas informações são relacionadas aos ataques por abelhas, que se iniciam neste época do ano e principalmente no verão. Verifiquei que vocês possuem imagens de abelhas (Apis mellifera) muito boas. Venho perguntar se existe a possibilidade de enivo das imagens. Temos um termo de compromisso (autorização) onde nos comprometemos a indicar a fonte. Certas de sua compreensão. Att. Carla Ramos

Resposta do Portal Cursos CPT

26 de set de 2016

Olá Carla,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Por favor encaminhe um e-mail para publicidade@cpt.com.br, com o seu pedido.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Mais Artigos que abordam as diversas áreas do conhecimento

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade