Levantamento de recursos naturais. Como e por que fazer?

O levantamento dos recursos naturais identifica a distribuição da rede de drenagem, da cobertura vegetal, da geomorfologia, dos diversos tipos de solos e, se existirem, da ocorrência de minerais com valor econômico

Levantamento dos recursos naturais. Como e por que fazer?   Artigos Cursos CPT

Fazer o levantamento dos recursos naturais de determinada propriedade rural abrange os estudos de distribuição da rede de drenagem na propriedade, da cobertura vegetal, da geomorfologia, dos diversos tipos de solos e, se existirem na área, da ocorrência de minerais com valor econômico. Entram neste levantamento: hidrologia, vegetação, geomorfologia, solos e minerais.

1- Hidrologia


Segundo Dr. Eufran Ferreira do Amaral, professor do Curso a Distância CPT Planejamento Estratégico de Propriedades Rurais, em Livro+DVD e Curso Online, “As imagens da área com o levantamento planialtimétrico fornecem claramente a distribuição dos rios e córregos. É possível identificar, também, os canais e as rotas de escoamentos de água pluviais e delimitar com precisão as nascentes”. Associado a este trabalho temático pode-se conseguir com um levantamento de campo, informações sobre a qualidade da água, sua vazão, existência de quedas d’água e outras informações que serão importantes na locação de estradas, zoneamento da propriedade e identificação de potencial para outras atividades.

2- Vegetação


O levantamento aerofotográfico, imagens de satélite, e os trabalhos de campo fornecem informações que possibilitam avaliar a condição da vegetação original e sua distribuição na propriedade.

A análise da distribuição da vegetação pode ser realizada a partir de uma composição falsa de cor das aerofotos, com o objetivo de diferenciar os vários tipos de vegetação da propriedade, que deve ser associada com uma checagem de campo. Na ausência dessa tecnologia, pode-se trabalhar com outros produtos de sensores remotos, associados com trabalhos de campo e, ou inventários florestais, que permitem indicar a diversidade de tipologias de vegetação existentes.

3- Geomorfologia


Para estratificar as diferentes unidades geomorfológicas no interior da propriedade rural são utilizadas as aerofotos, o levantamento planialtimétrico e trabalhos de campo, que permitem a geração do mapa temático.

As formas de terrenos devem ser estudadas a partir da interação desses dados temáticos, que permitem estratificar a propriedade em unidades homogêneas de formas de relevo, por exemplo áreas de:
- Relevo plano;
- Relevo suave ondulado;
- Relevo montanhosos a escarpado;
- Relevo ondulado a forte ondulado; e
- Relevo plano a suavemente ondulado e outras feições.

4- Solos


A partir da interação das aerofotos verticais e do mapa planialtimétrico será obtido o mapa preliminar de solos que servirá de base para as pesquisas de campo. Durante as pesquisas de campo, são abertas picadas de penetração, trincheiras e minitrincheiras, visando à caracterização morfológica e coleta de amostras de solos para análises físicas e químicas, com a finalidade de caracterizar as classes de solos, assim como aferir as unidades de mapeamento no mapa de solos. Posteriormente, será feita a reinterpretação das imagens de sensores, retificação e confecção do mapa final de solos, que é a base para as interpretações de uso.

5- Minerais


Com o mapa planialtimétrico na mão, deve-se percorrer todos os locais possíveis, observando os indícios superficiais da ocorrência de minerais. As amostras devem ser recolhidas e as posições devem ser georreferenciadas e plotadas em um mapa base, para que se possa constatar, por meio de análises laboratoriais, a viabilidade de uma exploração comercial da propriedade, por meio de um especialista.

A exploração de pedras, areia lavada para construção, granito, mármore, quartzo, caulim, pedras preciosas e vários outros minerais ocorrem por este país afora e muitas vezes passam despercebidos pelos empresários. São oportunidades que não são aproveitadas e deixam de gerar recursos para o empreendimento por falta de uma observação mais atenta.

Para garantir o uso efetivo, inclusive de eventuais recursos minerais, o proprietário deve fazer reserva do subsolo junto ao Ministério das Minas e Energia, para prospecção e estudo da viabilidade da exploração comercial.

Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDs e Cursos Online, da área Administração Rural.
Por Silvana Teixeira.

 

Cursos Relacionados

Curso Chefia e Liderança na Fazenda Curso Chefia e Liderança na Fazenda

Com Prof. Pedro Paulo Iannini

R$ 338,00 à vista ou em até 10x de R$ 33,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Planejamento Estratégico de Propriedades Rurais Curso Planejamento Estratégico de Propriedades Rurais

Com Prof. Dr. Eufran Amaral e Prof. Dr. João Luiz Lani

R$ 365,00 à vista ou em até 10x de R$ 36,50 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Administração da Pequena Empresa Rural Curso Administração da Pequena Empresa Rural

Com Prof. Edson Schwambach

R$ 338,00 à vista ou em até 10x de R$ 33,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Outros artigos relacionados à área Administração Rural

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade