Poço caipira - método mais usado no meio rural para o tratamento de água

O poço caipira é perfurado manualmente, com diâmetro em torno de um metro e a profundidade variável. Visa a captação de água do lençol freático já que a camada impermeável não é perfurada

 

O poço “caipira” é aquele perfurado manualmente, com diâmetro em torno de um metro e a profundidade variável (até encontrar água). São poços que visam a captação de água do lençol freático uma vez que a camada impermeável não é perfurada.

A escolha da localização do poço é de grande importância. Apesar de ser necessário adotar  medidas visando a proteção física do poço, a sua localização também deve ser muito bem planejada. É fundamentalmente importante construir o poço o mais afastado possível das prováveis fontes de contaminação. Isso será mais uma providência a ser tomada e que atuará em conjunto com a proteção física do poço, visando, assim, obter água de boa qualidade.

Esses poços precisam de proteção adequada para evitar que sejam contaminados por escoamento superficial. Deve-se manter uma distância considerável para escolha do local de perfuração do poço e ainda torna-se necessário revestir o poço internamente; construir, ao seu redor uma proteção, que é chamada de selo sanitário; construir uma parede circular ao redor do poço, acima da superfície do solo; e cobri-lo com uma tampa (metálica, de madeira, de plástico ou de concreto).

Componentes de proteção do poço caipira

a) Revestimento interno: evita que infiltrações indesejáveis (águas superficiais contaminadas) que eventualmente possam ocorrer na superfície do solo, nas proximidades do poço, possam atingir o interior do mesmo e contaminar a água. Esse revestimento pode ser feito com tijolos (parede de alvenaria) ou por meio de anéis de concreto (tipo manilhas).

b) Selo sanitário: cumpre, basicamente, a mesma função do revestimento interno. Porém, o seu objetivo principal é evitar que uma infiltração de água através da superfície do solo, nas proximidades do poço possa contaminá-lo. O selo sanitário deverá ser feito com argila compactada ou com concreto.

c) Elevação ao redor do poço: para completar a proteção do poço, o beiral, ou elevação acima do nível do solo, praticamente impede que escoamentos superficiais e impurezas atinjam o poço, reduzindo, assim, as possibilidades de contaminação do mesmo. Essa elevação deverá atingir uma altura de 50 a 70 cm e poderá ser feita de tijolos ou de concreto. Na verdade, ela deverá ser obtida por meio do prolongamento do revestimento interno do poço.

d) Tampa do poço: esse elemento completa a proteção do poço contra fontes de contaminações externas, evitando que as mesmas possam atingir o interior do mesmo e provocar a contaminação da água. A tampa poderá ser feita de concreto armado, de chapas metálicas ou de plástico.

Aprimore seus conhecimentos, acessando os Cursos CPT, da área Meio Ambiente, entre eles o Curso Tratamento de Água e Esgoto na Propriedade Rural, elaborados pelo Centro de Produções Técnicas.

Por Silvana Teixeira

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis Passo a Passo para Construção de uma Fossa Séptica Biodigestora

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Cursos Relacionados

Curso Técnicas de Avaliação de Impactos Ambientais Curso Técnicas de Avaliação de Impactos Ambientais

Com Prof. Dr. Elias Silva

R$ 348,00 à vista ou em até 10x de R$ 34,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Aterro Sanitário - Planejamento e Operação Curso Aterro Sanitário - Planejamento e Operação

Com Prof.ª Maeli Borges

R$ 338,00 à vista ou em até 10x de R$ 33,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Reciclagem de Entulho Curso Reciclagem de Entulho

Com Prof. Evaldo Lima e Prof.ª Sinara Meireles

R$ 338,00 à vista ou em até 10x de R$ 33,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Recuperação e Conservação de Nascentes Curso Recuperação e Conservação de Nascentes

Com Prof. Dr. Paulo Sant’Anna

R$ 348,00 à vista ou em até 10x de R$ 34,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Restauração Florestal em Áreas de Preservação Permanente e Reserva Legal Curso Restauração Florestal em Áreas de Preservação Permanente e Reserva Legal

Com Prof. Dr. Sebastião Venâncio

R$ 360,00 à vista ou em até 10x de R$ 36,00 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Tratamento de Água e Esgoto na Propriedade Rural Curso Tratamento de Água e Esgoto na Propriedade Rural

Com Prof. Dr. Marcelo Otenio

R$ 338,00 à vista ou em até 10x de R$ 33,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

pedro z. filho

07/02/2017

Qual o cloro, dosagem indicada para tratamento de poço caipira com uso doméstico

Resposta do Portal Cursos CPT

28/03/2017

Olá Pedro,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. 1. Retirar toda água do poço ou fonte com auxílio de uma bomba;
2. Limpar todo o lodo do fundo e escovar bem as paredes do poço ou fonte;
3. Deixar entrar água novamente até estabilizar o nível;
4. Preparar a solução desinfetante num balde, com quantidade suficiente de água para dissolver o desinfetante e depois misturar na água do poço ou fonte;
5. Fazer recirculação da água para misturar bem o desinfetante (tirar a água do poço e jogar ao interior várias vezes);
6. Esperar 12 horas e esvaziar totalmente o poço ou fonte;
Obs.: Quando houver reservatório domiciliar (caixa da água) deverá ser efetuada a sua desinfecção, observando a instruções abaixo:
a- Escovar e limpar a caixa d´água;
b- Enche-la com a mesma água clorada do poço (água que foi adicionada a solução desinfetante), a seguir, abra todas as torneiras e deixe escoar até sentir o cheiro do desinfetante, depois feche-as;
c- Esperar 4 horas e abrir as torneiras para esvaziar a caixa d´água.
7. Deixar que o poço ou fonte encha novamente de água.
8. Repetir o exame bacteriológico após o término do serviço.
Com esse tratamento, o poço ou fonte, a caixa da água e as canalizações ficarão desinfetadas.

Quantidade de Desinfetante a Usar:
CAL CLORADA a 32% – 200 gr/m3 ou
ÁGUA SANITÁRIA (Q boa, etc.) – 2 litros/ m3
HIPOCLORITO DE SÓDIO A 10% - ½ litros/ m3 

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Daiana martinoti

28/01/2017

A mais ou menos um mês furamos um poço e todo dia tiro bastante água dele p ver se melhora mais a água está com um óleo por cima e está bem amarela o q eu posso fazer??

Resposta do Portal Cursos CPT

28/03/2017

Olá Daiana,

Recomendamos que procure um técnico em meio ambiente para mais informações de como tratar esta água.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Alvaro Filgueiras

15/01/2017

Tenho um poço de 3 metros de profundidade e supre as necessidades básicas. Ele tem as paredes feitas em anéis de concreto de 90 cm de diâmetro. Como estes anéis são impermeáveis, será que fazendo alguns furos nestes anéis a quantidade de fornecimento de água pelo poço aumentaria? Obrigado.

Resposta do Portal Cursos CPT

28/03/2017

Olá Alvaro,

Para mais informações recomendamos que consulte um técnico.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

joao marcos

22/11/2016

tenho um poço caipira que está reduzindo a quantidade de água. Existe alguma forma de recuperar a vazão?

Resposta do Portal Cursos CPT

28/03/2017

Olá,
 
Algumas causas dos poços perderem a vazão:
 
- Ruptura da coluna de revestimento do poço - provoca aberturas que permitem a entrada de partículas sólidas como areia, pedriscos e até elementos contaminantes. Pode ser causada por corrosão, defeitos construtivos, manutenção inadequada ou ações externas.
 
- Alteração de características construtivas - resultante de desmoronamentos ou deslocamentos de rocha, que obstruem as zonas produtoras e podem , danificar a bomba;
 
- Funcionamento prolongado em regime inadequado - que resulta em uma produção irregular e desordenada;
 
- Exaustão da reserva subterrânea - provocada pelo aumento no número de poços próximos ou pelo regime inadequado de funcionamento;
 
- Queda ou prisão de objetos - tubos, bomba, cabos e ferramentas, que podem impedir o fluxo de água, danificar equipamentos e comprometer o funcionamento do poço.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Jeronimo Esteves

30/06/2014

Prezados amigos leitores Tenho um poço caipira, porém toda a água da mina está saindo pelos veios de vazão. Existe algum meio de impermeabilizar. Obrigado

Resposta do Portal Cursos CPT

28/03/2017

Olá, Jeronimo!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Para mais informações recomendamos que consulte um engenheiro agronômo.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Outros artigos relacionados à área Meio Ambiente

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade