Galinha D`Angola - sua criação pode gerar lucro certo para o produtor

A criação de Galinhas D`Angola pode ser lucrativa, desde que seja feita em larga escala

A Galinha D'Angola colabora com o equilíbrio ecológico, pois devora  lagartas, formigas, carrapatos, cobras e escorpiões. Foto: reprodução

A galinha D'Angola surgiu, como o próprio nome já diz, em Angola, na África. Muito conhecida também como guiné, galinha-do-mato, capote, capota, sakué, pintada ou fraca, é uma ave bastante procurada no mercado, pois além de fornecer carne e ovos. Sua carne tem consistência firme e é muito saborosa, sendo comparada a do faisão. Muitos a criam como ornamental, pois possui penas muito bonitas. Por ser muito barulhenta e estressada, a Galinha D'Angola é usada como animal de guarda, além de colaborar com o equilíbrio biológico, pois devora lagartas, formigas, carrapatos, cobras e escorpiões.

Particularidades da ave

 

Essa espécie de galinha exige poucos cuidados, assim como a galinha caipira, e pode ser criada, solta, no chão, mas em um espaço apropriado, de preferência, longe de outras aves. No Brasil, são encontrados três raças mais comuns. São elas: a Pedrês, com bolinhas brancas; a Branca; e a Pampa, esta oriunda do cruzamento entre a Pedrês e a Branca. Com cerca de três meses, o macho já apresenta uma crista pronunciada para a frente, como um chifre. Na fêmea, essa crista é mais arredondada.

 

Quanto à alimentação, esta é bastante variada, alimentando-se de grãos, verduras, insetos e cobras. Quando completa 6 meses, a Galinha D'Angola já começa a produzir ovos, produzindo de 50 a 80 ovos ao ano. No entanto, não são boas poedeiras. Quanto ao período de acasalamento, a proporção é de um macho para três fêmeas.

 

Sistemas de criação

 

A criação de Galinhas D'Angola pode ser lucrativa, desde que seja feita em larga escala. Muitos preferem criá-las soltas, no quintal, pois o custo de criação é mais barato.

 

Quando criadas livremente, as galinhas recebem uma ração pela manhã ou à tarde, pois essa ave adora comer quaisquer alimentos que encontrem pelo caminho. Com isso, o produtor não tem, praticamente, nenhuma despesa com a alimentação da Galinha D'Angola. Por outro lado, criá-las soltas gera poucos resultados, pois, como adoram viver no mato, fazem o seu ninho nele, longe da propriedade, escondendo os ovos embaixo de palhas, que elas mesmas colocam. Dessa forma, quando encontrados, alguns ovos já estão estragados.

 

Alguns produtores optam por criá-las em confinamento, pois o manejo da criação é melhor controlado. No entanto, o produtor deve criá-las em abrigos e cercados cobertos com tela, já que fogem facilmente, pois são aves muito ariscas, difíceis de serem capturadas novamente. Como não são boas chocadeiras, é preciso recorrer a galinhas comuns ou incubadeiras para que os ovos sejam chocados, principalmente se o plantel for grande. No caso de criação destinada ao abate, as aves devem ser abatidas com 80 a 90 dias de idade e com peso entre 900 gramas a 1,3 Kg.

 

Principais doenças que podem afetar a Galinha D'Angola

 

Embora seja uma ave rústica e resistente, algumas doenças, comuns aos Galliformes, podem afetá-la. As mais comuns são a Bouba Aviária e a Newcastle. Por isso, convém vacinar os pintinhos de 21 dias contra essas doenças como medida de prevenção. Além disso, no período de postura, é imprescindível que o produtor administre vitaminas apropriadas, diluídas na água, para fortalecer a poedeira, melhorar seu desempenho e protegê-la contra essas doenças.

 

Bouba Aviária

 

Galinhas D'Angola que vivem com outras aves podem ser acometidas por essa doença, que é transmitida por insetos ou fezes de outras aves já infectadas pela doença. É muito conhecida como caroço ou pipoca, em virtude dos nódulos que se formam na face, crista, barbelas e outras partes expostas das aves, assemelhando-se a crostas ou verrugas, além de falsas membranas no trato digestivo e respiratório. No entanto, existem vacinas para preveni-la, bem como tratamento para aves contaminadas.

 

Doença de Newcastle

 

Essa doença é bastante preocupante, causada por vírus, altamente contagiosa, espalhando-se por meio do ar e capaz de dizimar todo o lote. As galinhas infectadas levam, em média, cinco dias para manifestar os sintomas que são: encefalite, redução no consumo de ração, sintomas de resfriado, inspiração ruidosa com o bico aberto, diarreia abundante e esverdeada, tremor nas pernas e torcicolo no pescoço. No entanto, há vacina preventiva e, se detectada com antecedência, existe tratamento.

 

Pensando em você, cliente CPT, o Centro de Produções Técnicas disponibiliza gratuitamente um manual prático sobre as principais raças de galinha com fim comercial. Tudo elaborado em linguagem simples e ilustrações para melhor exemplificar o conteúdo.

Portanto, não perca tempo!

 

Aprimore seus conhecimentos sobre criação de galinhas, acessando os cursos da área Avicultura, elaborados pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

 

Por Andréa Oliveira

 

Fonte: UOL

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis Manual sobre as Principais Raças de Galinha com fim Comercial

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Cursos Relacionados

Curso Criação de Frango e Galinha Caipira Curso Criação de Frango e Galinha Caipira

Com Prof. Dr. Luiz Albino

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Produção de Frangos de Corte Curso Produção de Frangos de Corte

Com Prof. Dr. Tadeu Cotta

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Galinhas Poedeiras - Produção e Comercialização de Ovos Curso Galinhas Poedeiras - Produção e Comercialização de Ovos

Com Prof. Dr. Júlio Puppa

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Edson Gimenes Teixeira

29/07/2016

Eu aplique a vacina contra new castle a galinha está botando eu posso deixa ela choca

Resposta do Portal Cursos CPT

29/08/2016

Olá Edson,

Pode sim.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Edson Gimenes Teixeira

28/07/2016

Quero saber eu dei a vacina contra new castle eu posso consumi os ovos.

Resposta do Portal Cursos CPT

29/08/2016

Olá Edzon,

Pode sim.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Fernanda Santos

12/05/2015

Boa noite, preciso de ajuda, tenho um capote fêmea e a mesma hoje passou o dia triste e não está conseguindo andar, está com as pernas para trás, parece que ela teve um avc ou deu uma paralisia nas pernas dela, se alguém puder me ajudar agradeço muito, estou preocupada. Agora a pouco dei cachaça alemã , aqueles composto que tem jalapa, se alguém já tiver visto algo parecido em suas aves, me diga uma solução, um remédio pra mim da para esse animal. Obrigada pela compreensão.

Resposta do Portal Cursos CPT

29/08/2016

Ola Fernanda!

Seria interessante consultar um médico veterinário para uma correta avaliação de como proceder.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

edgleison Leite

26/04/2015

Oi tô querendo fazer um criadouro e gostaria mais de informações .

Resposta do Portal Cursos CPT

29/08/2016

Olá, Edgleison!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Para mais informações cadastramos seu e-mail para receber nosso boletim informativo.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

JOSE ÂNGELO FAZION

20/02/2015

Gostaria de obter informações sobre galinha de Angola gigante.

Resposta do Portal Cursos CPT

29/08/2016

Olá, José Angelo!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Para mais informações cadastramos seu e-mail para receber nosso boletim informativo.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

davi marques

03/02/2015

Informações sobre criação da galinha d'angola

Resposta do Portal Cursos CPT

29/08/2016

Olá, Davi!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Os seguintes artigos podem ser de grande ajuda Galinha de Angola - sua criação pode gerar lucro certo para o produtor; Hábitos e características da galinha de angola.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Antonio marcos da conceicao

12/12/2014

Sou um eterno apaixonado por aves, crio aves desde os meus três anos de idade, presente que ganhei de meu tio (uma pequena franga). De lá para cá, não consigo mais parar de criar aves. Gosto muito mesmo. Adoro aves ornamentais, galizes nagazaks, sedosas dentre outras.

JOSAFÁ LOPES BEZERRA

06/07/2014

Bom dia amigo, tenho uma criação de angolas, aproximadamente 70 (setenta) aves de diversas idades, no entanto, estou tendo alguns problemas na criação, pois algumas angolas ficam triste e logo vão a óbito, os sintomas não são da Newcastle, tenho galinhas caipiras índio gigante no entanto só está ocorrendo isso nas angolas, favor me informa o que pode ser isto e qual medicamento para prevenir isto. grato Josafá - Vilhena - Rondônia

Resposta do Portal Cursos CPT

29/08/2016

Olá, Josafá!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Para mais informações recomendamos que consulte um médico veterinário em sua região. Para que ele possa fazer um correto diagnóstico e tratamento.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Thiago

10/06/2014

Olá gostaria de saber se a ração para as galinhas d'angola é mesma da galinha poedeira e os filhotes a ração também pode ser a ração inicial de pintinhos da granja ?

Resposta do Portal Cursos CPT

29/08/2016

Olá, Thiago!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

A alimentação da galinha de angola deve ser realizada da seguinte forma: a partir do segundo dia de vida, os filhotes começam a ser alimentados com ração inicial para pintos. Após 30 dias, essa ração é substituída por ração de crescimento e a partir de 6 meses ração de postura, ou engorda a partir de 60 dias, conforme a finalidade. O cardápio de angolas adultas é composto por ração, milho e verduras.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

ANDERSON BARCELOS DO NASCIMENTO

18/03/2014

Bom Dia! Crio algumas galinhas, gansos, patas e tenho 1 Angola (fêmea) que de repente caiu, com as patas viradas pra trás. Hoje faz 3 dias e nada. No domingo, falaram desta doença Newcastle ou... intoxicação. Na pior das hipótese: Posso comer seus ovos que ela pôs antes de aparecer o problema ? Tenho que sacrificá-la ? Agora, se não for esta doença "newcastle", como faço para tratar a intoxicação ? Anderson Barcelos

Resposta do Portal Cursos CPT

29/08/2016

Olá, Anderson!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Você não deve comer o ovo desta galinha de angola. E para maiores informações se é uma intoxicação ou a Doença de Newcastle, recomendamos que procure um médico veterinário para uma correta avaliação e diagnóstico.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Outros artigos relacionados à área Avicultura

Atendimento Online
Quer Facilidade