Abate de suínos segue passos importantes

Os porcos devem ser abatidos entre os 90 e 100 quilos de peso vivo

As principais raças de suínos recomendadas para o abate são Landrace, Large White, Duroc, Hampshire e Wessex.

As principais raças de suínos recomendadas para o abate são Landrace, Large White, Duroc, Hampshire e Wessex.

Os animais para abate devem ser muito bem escolhidos, para garantir carne de boa qualidade. As principais raças de suínos recomendadas para um bom rendimento e aproveitamento da carcaça  são Landrace, Large White, Duroc, Hampshire e Wessex.

Os porcos devem ser abatidos entre os 90 e 100 quilos de peso vivo, sendo provenientes de regiões com controle sanitário comprovado. Os animais do tipo banha ou com peso vivo muito elevado têm baixo valor comercial. Com a mudança no comportamento dos consumidores, que preocupados com a saúde, tendem a preferir alimentos com menos gordura, o mercado para o suíno tipo light está em crescimento.

“Uma recomendação importante é o abate de animais castrados, no caso de machos, para minimização de possíveis problemas de odor sexual, o que tende a afetar a aceitação do consumidor”, destaca o professor Newton de Alencar, no curso Como Montar e Operar Pequenos e Médios Abatedouros de Bovinos e Suínos, desenvolvido pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

É preciso fazer um exame visual dos animais, observando cuidadosamente o comportamento dos mesmos, que devem estar com boa aparência, sem demonstrar cansaço excessivo, febre ou apresentar infecções. Depois do exame, os animais são pesados e marcados. Em seguida, são colocados na pocilga, onde ficam em jejum por 24 horas, servidos apenas por água limpa.

No dia seguinte, são levados para o abate através do corredor, onde são submetidos à ducha de água fria sob pressão bem forte. O professor Alencar explica que a água fria diminui o estresse dos animais e faz com que haja liberação de maior quantidade de sangue, resultando, assim, em carne de melhor qualidade.

A lei do abate humanitário e proteção aos animais tornou obrigatório o uso de equipamentos insensibilizadores que produzem choque elétrico e insensibilizam os animais, dando mais velocidade no abate. A norma, nesse caso, é provocar o menor estresse possível.

Cursos Relacionados

Curso Manejo de Leitões do Nascimento ao Abate Curso Manejo de Leitões do Nascimento ao Abate

Com Prof. Dr. Paulo Brustolini

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Sistema Orgânico de Criação de Suínos Curso Sistema Orgânico de Criação de Suínos

Com Prof.ª Arenales

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Criação de Suínos em Camas Sobrepostas Curso Criação de Suínos em Camas Sobrepostas

Com Prof. Remi José Sterzelecki

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Produção de Suíno Light - Mais Carne, Menos Gordura Curso Produção de Suíno Light - Mais Carne, Menos Gordura

Com Prof. Luiz Mário

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Mais Notícias sobre diversas áreas do conhecimento

Últimos

Mais Lidos