WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Fale com uma Especialista
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Quanto vale o seu tempo?

O autor do livro "Como administrar o tempo", Tim Hindle, sugere um cálculo simples para você ter uma noção de que tempo é dinheiro e não pode ser perdido

Quanto vale o seu tempo

 O autor do livro "Como administrar o tempo", Tim Hindle, sugere um cálculo simples para você ter uma noção de que tempo é dinheiro e não pode ser perdido. Segundo o autor: "Um bom exercício de análise consiste em calcular quanto custa o seu tempo para a empresa e saber com precisão quanto é desperdiçado".

Use a fórmula de cálculo indicada abaixo, para descobrir quanto vale cada hora e cada minuto de trabalho. De posse desses dados, analise o custo relativo de algumas atividades rotineiras, por exemplo, a organização de uma reunião. Avalie sempre a possibilidade de delegar as tarefas. Em geral, fica mais barato para a empresa se você, em vez de organizar a reunião, atribuir a missão a um jovem colaborador, cujo custo por hora for bem inferior ao seu.

Multiplique seu salário anual por 1,7 - para incluir despesas administrativas e encargos trabalhistas - e divida o total pelo número de horas de trabalho em um ano (horas por semana vezes por semana úteis). Este autor sugere usar a seguinte fórmula geral:

1,7 X salário anual / horas de trabalho em um ano = custo por hora
Custo por hora / 60 = custo por minuto.

Por exemplo.

Uma pessoa que ganhe R$ 1.200,00 por mês, em um ano ganharia:
12 x R$ 1.200,00 = R$ 14.400,00

Multiplicando este valor por 1,7, conforme sugerido, temos:
R$ 14.400,00 x 1,7 = R$ 24.480,00

Dividindo pelo número de horas trabalhadas no ano, temos:
Considerando 40 horas semanais x 52 semanas = 2080 horas;
R$ 24.480,00 ÷ 2.080 = R$ 11,77

Isto significa ainda que R$ 11,77 ÷ 60 = R$ 0,196/minuto. Portanto este profissional custa pouco mais de 19 centavos por minuto.

“Todas as pessoas bem sucedidas têm o hábito de fazer coisas que as mal sucedidas não gostam de fazer. As pessoas bem sucedidas também não gostam necessariamente de fazê-las, mas seu desagrado é subordinado à força de seu objetivo”. ALBERT E. GRAY.

Conheça os Cursos CPT a Distância, em Livro+DVD e Cursos Online, da área Treinamento Profissional.
Por Silvana Teixeira.

Salvar

Salvar

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!