WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Venda de alimentos orgânicos cresce e eles ficam mais baratos

O acesso a alimentos saudáveis já não é mais um privilégio para poucos

Ao contrário do que se pode pensar, não é complicado produzir alimentos orgânicos.

Muitas pessoas, preocupadas em consumir alimentos livres de agrotóxicos e fertilizantes químicos, optam pelos chamados alimentos orgânicos, que utilizam produtos naturais para afastar pragas e   ajudar no crescimento das plantas. Desta maneira, eles sempre foram conhecidos pela alta qualidade e também pelo alto preço. Geralmente produzido em menor escala, as frutas, verduras e legumes orgânicos custavam até 70 % a mais que os alimentos convencionais.

Mas, a tendência de consumo de orgânicos vem se intensificando nos últimos anos, exercendo pressão sobre a oferta. Os produtores perceberam que o mercado é promissor e têm investido na área. Além disso, várias pesquisas ajudaram a desenvolver formas mais eficientes de produzir sem aditivos agrícolas. Um grande avanço, já que os agricultores é que faziam suas próprias experiências. Neste caso, o acerto dependia bem mais de um excesso de tentativas.

Com a implantação de novas tecnologias, o pesquisador Mauro de Resende Lopes, da Fundação Getúlio Vargas (FGV), acredita no crescimento da produção, e consequentemente, numa queda ainda maior dos preços. “No entanto, não há como saber quando os preço vão chegar a um equilíbrio”, afirma.

Hoje, um em cada três estabelecimentos vende alimentos orgânicos. Se há 5 anos eles custavam 70% a mais que os alimentos convencionais, essa diferença hoje caiu para 30%, de acordo com a Associação Brasileira de Orgânicos (BrasilBio). Com essa queda nos preços, e o aumento no consumo, o faturamento do setor cresce 40 % ao ano, mostrando-se uma boa promessa no mercado agropecuário.

O presidente da BrasilBio, José Alexandre Ribeiro, assegura que a produção está aumentando. Segundo ele, “as pessoas estão mais preocupadas com a saúde, e os produtores estão percebendo as vantagens do cultivo orgânico”. Atualmente, o Brasil possui 332 mil hectares de produção agrícola orgânica, utilizados por 8 mil agricultores certificados. Ribeiro acredita que este número deve subir por conta da nova lei de certificação de orgânicos, aprovada em janeiro deste ano. Ela dá garantias a quem produz e regula a atividade no país.

Ao contrário do que se pode pensar, não é complicado produzir alimentos orgânicos. As técnicas são simples, mas precisam ser seguidas corretamente. Aprenda como fazer o cultivo com o curso Como Tornar sua Fazenda Orgânica, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

Por: Maria Clara Corsino.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!