WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Esquenta Black Friday 25%OFF nos cursos online

Tipos de linguagem devem se adequar ao contexto

Há diferentes tipos de linguagem, é preciso conhecê-los bem para decidir qual usar em uma redação

A linguagem não-literária é própria das redações acadêmicas e profissionais.

Usamos a linguagem muito mais para falar do que para escrever, porém a língua falada difere muito da escrita. Ninguém pode escrever como pronuncia, ou não será compreendido, pois a fala é espontânea, livre e varia de uma região para outra, ganhando sotaques diferentes.

“Não há um jeito errado ou certo de falar, cada um pronuncia as palavras de acordo com seu padrão linguístico, que apresenta variações em função da região, idade, grau de cultura e muitos outros fatores. Já a língua escrita é mais elaborada e uniforme, pois não varia de região para região. Apresenta um padrão de norma culta, menos natural, mais formal e obediente à gramática”, explica a professora Gamali Rodrigues Gomide, no curso Redação para Vestibular e Concurso, desenvolvido pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

A linguagem também pode ser literária ou não-literária. Os textos escritos no trabalho, escola ou em concursos são não-literários, isto é, exigem uma linguagem denotativa. Já o texto literário é do âmbito da arte, requer talento, não aceita regras, não tem compromisso com a gramática convencional nem com a verdade dos fatos. Ele só tem compromisso com a estética e com a criatividade.

A professora, especialista em linguística e redação, comenta que “a linguagem não-literária é própria das redações acadêmicas e profissionais. Usa o padrão culto da língua, não aceita gírias, palavrões, regionalismos e neologismos. Mais formal, tem compromisso com a gramática, com a verdade e a ética”.

A linguagem não-literária deve ser clara, coerente e objetiva. Ela exige seleção vocabular e obediência a um conjunto de normas como regência, concordância, regras de acentuação, pontuação, entre outras, além do correto emprego das palavras, de acordo com seu significado e com a organização sintática.

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!