WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Esquenta Black Friday 25%OFF nos cursos online

Saiba como cuidar de orquídeas em casa

Flores enfeitam a casa e servem como terapia

 

 Por exigir delicadeza e dedicação nos cuidados, muitas pessoas adotam a orquídea como verdadeira terapia. Foto: Deviantart.

As orquídeas são conhecidas pela beleza única, mas também por serem bastante sensíveis e de difícil manutenção. Apesar da dificuldade no cuidado, elas surpreendem pela resistência. A maioria delas pode sobreviver mesmo depois que estiverem completamente secas por fora. Algumas chegam a durar décadas.

Por exigir delicadeza e dedicação nos cuidados, muitas pessoas adotam a orquídea como verdadeira terapia e garantem que pode ser muito relaxante. Por serem bastante resistentes, as orquídeas são ideais para serem cultivadas em casa, desde que recebam luz e água na quantidade adequada. Para cuidar delas, o ideal é perguntar o tratamento específico para cada espécie no próprio local onde forem compradas.

No entanto, de um modo geral, elas precisam de água diariamente, ou a cada dois dias, em quantidade moderada. Algumas espécies já se adaptaram ao sol, mas o melhor mesmo é colocá-las em um lugar com sombra e que seja iluminado apenas pelos raios de sol do entardecer.

É importante adubar as orquídeas sempre, em pequenas quantidades, diretamente no substrato ou então diluído em água e borrifado nas folhas. A adubação deve ser feita pelo menos uma vez por mês, mas com um intervalo de no mínimo duas semanas. As flores também precisam ser podadas sempre, retirando partes secas ou doentes.

Antes de comprar uma espécie de orquídea em uma floricultura, ou casa especializada, certifique-se de que o local está autorizado a comercializá-las e de que elas são originárias de estufas. A retirada delas da natureza é crime, sujeito às mesmas leis que protegem outros produtos florestais, como madeira, lenha e carvão. Essa medida serve para proteger as mais de 3.500 espécies brasileiras, todas ameaçadas de extinção.

Por: Maria Clara Corsino.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

jeane borges cardim

18 de set de 2020

Foi muito útil as dicas muito obrigado.

Resposta do Portal Cursos CPT

18 de set de 2020

Olá, Jeane

Como vai?

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Ficamos felizes em saber que você gostou de nosso artigo.

Em breve, uma das nossas consultoras entrará em contato com informações e esclarecimentos sobre os cursos que disponibilizamos na área e que serão fundamentais para o seu aprendizado.

Atenciosamente,

Erika

 

Izidio noronha

25 de jun de 2020

Obrigada pela dica. Mais quero saber qual o adubo que e misturado na água.

Resposta do Portal Cursos CPT

26 de jun de 2020

Olá,Izidio

Como vai?

Agradecemos sua visita ao nosso site!


O CPT disponibiliza na área o curso:  Cultivo de Orquídeas para Fins Comerciais ou Hobby que auxiliará você na questão.

Em breve, uma das nossas consultoras entrará em contato com informações e esclarecimentos sobre os cursos que serão fundamentais para o seu aprendizado.

Atenciosamente,
Erika Lopes

Dioclecia Souza Martins da Silva

19 de jun de 2020

Devo borrifar a orquídea com o que só água mesmo ou tem outras coisas que posso usar no borrifador?

Resposta do Portal Cursos CPT

19 de jun de 2020

Olá,Dioclecia

Como vai?

Agradecemos sua visita ao nosso site!

É importante adubar as orquídeas sempre, em pequenas quantidades, diretamente no substrato ou então diluído em água e borrifado nas folhas.

Atenciosamente,

Erika Lopes

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!