WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Reformas do ensino médio para 2018: o que mudou?

O aumento da carga horária e flexibilização da grade curricular entrará em vigor em 2018, conforme consta em medida provisória, anunciada pelo Governo Federal

Reformas do ensino médio para 2018: o que mudou?   Notícias Cursos CPT
 

Foi anunciado no dia 24 de setembro deste ano, oficialmente publicada no Diário Oficial, a nova reforma pela qual passará o ensino médio das escolas públicas e particulares de todo o Brasil. Se aprovada pelo Congresso Nacional, haverá aumento da carga horária e flexibilização da grade curricular dos alunos.

A mudança, que entrará em vigor já em 2018, é muito necessária devido à urgência em melhorar a educação no país, e o ensino médio é a etapa mais crítica nas avaliações nacionais. Para se ter ideia, em 2014, a taxa de abandono no ensino médio foi de 7,6%, mais que o dobro verificado nos anos finais do ensino fundamental (3,5%), de acordo com o Ministério da Educação (MEC). O indicador, contudo, tem diminuído desde 2006, quando atingiu o pico de 15,3%.

Mas, afinal, o que vai mudar com a nova reforma do ensino médio?



I- Tempo de estudo
O tempo de estudo vai passar de 800 para 1.400 horas por ano, com adoção do turno integral.

II- Disciplinas obrigatórias
O conteúdo obrigatório será definido pela Base Nacional Comum Curricular, a ser definida em reuniões com educadores e secretarias de educação estaduais Segundo o MEC, a expectativa é no meio de 2017 o texto seja encaminhado par ao Conselho Nacional de Educação e posteriormente homologado pelo ministro para que passe a vigorar.

III- Currículo
1.200 horas as 1400 serão de conteúdo da base curricular. Segundo o MEC, metade da grade será de livre escolha do aluno entre cinco ênfases: linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas e formação técnica e profissional.

III- Disciplinas obrigatórias
Os currículos devem abranger, obrigatoriamente: língua portuguesa, matemática, inglês, conhecimento do mundo físico e natural e da realidade social e política. O estudo da arte e educação física passa a ser opcional.

IV- Professores
A nova lei amplia a possibilidade de contratação e diminui a exigência de conhecimentos específicos na formação dos professores.

V- Ensino superior
Os processos seletivos das universidades serão feitos exclusivamente a partir das "competências, as habilidades e as expectativas de aprendizagem das áreas de conhecimento definidas na Base Nacional Comum Curricular.

Por Silvana Teixeira.
Fonte: Guia do Estudante.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Adriana Célia Valadares Ramos.

6 de out de 2016

Eu gostei muito porque agente pode estudar e trabalhar .

Resposta do Portal Cursos CPT

6 de out de 2016

Olá Adriana,

Ficamos muito felizes que tenha gostado do nosso conteúdo.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!