WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Projeto ambiental aumenta produtividade agrícola na Amazônia

O Projeto Olhos D'Água da Amazônia atua na recuperação de áreas degradadas e no uso sustentável da terra

 

 Projeto atua na recuperação da áreass degradadas da floresta. Foto: reprodução.

Por muitos anos, o município de Alta Floresta, no Mato Grosso, foi conhecido como um dos municípios que mais desmatavam a Amazônia. Para retirar esta imagem da cidade, as secretarias municipais de Meio Ambiente e de Agricultura se uniram à Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e a outras instituições públicas para criar o Projeto Olhos D'Água da Amazônia.

O projeto existe há dois anos, promovendo a proteção de áreas de floresta nativa e de nascentes e a recuperação de áreas de preservação permanente (APPs). São 20 Unidades de Referência Tecnológica, nas quais os produtores rurais recebem materiais para realizar o replantio e o cercamento das nascentes. Também foram disponibilizados recursos para a recuperação e o piqueteamento de pastagens utilizadas para a pecuária leiteira.

Os organizadores do projeto quiseram desde o primeiro momento aliar a questão ecológica com a geração de renda para os produtores rurais. Deste modo, a ideia também é de regularizar as propriedades. A Embrapa estima que 1.100 unidades rurais já foram levantadas e outros 2.200 projetos foram elaborados.

O chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia da Embrapa Agrossilvipastoril, Lineu Domit, acredita que o ponto forte do programa é aumentar a renda dos produtores através da adoção de tecnologias. Ele explicou que o uso de tecnologias aumenta a produtividade e a renda dos produtores, incentivando-os a participarem da recuperação das APPs e adotando os sistemas agroflorestais. Assim, ele acredita que o projeto está mostrando que é possível integrar a questão ambiental com a produção agrícola.

Por: Maria Clara Corsino.

Fonte: Globo Rural.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!