Produção de gengibre cresce no Espírito Santo

Atualmente, o gengibre é cultivado por mais de mil produtores do Espírito Santo, cerca de 50 toneladas por hectare, que este ano devem colher cerca de dez mil toneladas

Gengibre

 

Pesquisas recentes mostram que Espírito Santo é o maior produtor de gengibre do País, concentrando a maior parte de sua produção nos municípios de Santa Maria de Jetibá e Santa Leopoldina. Atualmente, ele é cultivado por mais de mil produtores, cerca de 50 toneladas por hectare, que este ano devem colher cerca de dez mil toneladas. Comercialmente, a produção abastece o mercado interno em 20% e os 80% restantes são exportados para os Estados Unidos e para a Europa.

Características do gengibre

De um sabor picante inconfundível, o consumo de gengibre estimula a digestão e seu chá é muito eficiente no tratamento de tosses e dores de garganta. Dele também se extrai óleos essenciais usados na fabricação de cosméticos. Popularmente, ele é mais conhecido como um componente do quentão, bebida muito consumida em festas juninas.

Doenças do gengibre

Um problema grave dessa cultura são as doenças de solo causadas por bactérias e fungos.

Como identificar uma planta doente

Para identificar uma planta doente é preciso partir o gengibre. Se ele apresentar uma mancha escura, é sinal de que está atacado por um fungo chamado fusarium. O gengibre sem manchas está livre da doença.

Como fazer o controle da doença

A única forma de evitar a doença é por meio da rotação de cultura, respeitando-se um prazo de pelo menos 5 anos para que o gengibre seja plantado novamente em determinada área novamente.

Seleção de mudas

Cada tubérculo produz várias brotações que podem servir de mudas. O produtor deverá quebrar com mão o gengibre e observar o corte. Se a muda estiver manchada de fungo, ela tem que ser descartada.

Exigências da plantação do gengibre

A cultura do gengibre exige muita água em todas as fases. Desde o plantio é necessário irrigar a lavoura.

Colheita do gengibre

Quando o gengibre está no ponto de colher é necessário roçar as folhas e deixar os talos secando por pelo menos três dias.

Cuidados pós-colheita do gengibre

Depois de colhido, o gengibre é lavado para tirar a terra e espalhado em estufas para secar. Em seguida, faz-se a limpeza para tirar os excessos de brotos e raízes estragadas.

Por Silvana Teixeira.
Fonte: Globo Rural.

Salvar

Cursos Relacionados

Curso Cultivo Orgânico de Brócolis, Couve-Flor e Repolho Curso Cultivo Orgânico de Brócolis, Couve-Flor e Repolho

Com Prof. Dr. Jacimar Souza

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo Orgânico de Alho, Cenoura, Baroa, Beterraba e Batata-Doce Curso Cultivo Orgânico de Alho, Cenoura, Baroa, Beterraba e Batata-Doce

Com Prof. Dr. Jacimar Souza

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo Orgânico de Gengibre, Taro e Inhame Curso Cultivo Orgânico de Gengibre, Taro e Inhame

Com Prof. Carlos Alberto e Prof. Dr. Jacimar Souza

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

OSCAR ALBERTO ULIARTE

8 de mar de 2018

Preciso comprar gengibre de exportação

Resposta do Portal Cursos CPT

9 de mar de 2018

Olá Oscar,

Recomendamos que entre em contato com produtores de sua região.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Mais Notícias sobre diversas áreas do conhecimento

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade