WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Plantio de mudas na jardinagem

Seja em cova, seja em canteiros, é importante fazer a rega da área, molhando bem o solo

Para preparar um canteiro de plantas herbáceas é preciso revirar o solo, acrescentar os fertilizantes e misturá-los.

Para preparar um canteiro de plantas herbáceas é preciso revirar o solo, acrescentar os fertilizantes e misturá-los.

Plantar corretamente as mudas determina o bom desenvolvimento das mesmas, pois essas precisam de espaço e de estarem bem enraizadas para crescerem saudáveis. O plantio pode ser realizado em linha, canteiros, ou em vaso, dependendo da espécie plantada e do propósito do jardim.

Quando feito em linha, é necessário demarcar o espaço com barbante ou cordão e o espaçamento de 40 cm entre as mudas, com um gabarito. Abra uma pequena cova no solo da vala, corte a sacola na qual está a planta e libere o torrão. Se necessário, faça a poda de raízes, retirando o excesso. Coloque a muda na cova, fixando-a de forma que o torrão fique no nível do terreno.

Para preparar um canteiro de plantas herbáceas é preciso revirar o solo, acrescentar os fertilizantes e misturá-los. Depois, é só distribuir as mudas homogeneamente, de forma a ocuparem toda a área do canteiro, conforme o espaçamento definido no projeto.

Seja em cova, seja em canteiros, é importante fazer a rega da área, molhando bem o solo. O professor Eduardo Elias dos Santos, no curso Treinamento de Jardineiro, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, explica o porquê, “na fase de estabelecimento das mudas, não pode faltar água, para que as pantas possam se desenvolver mais rápido”.

No caso de árvores com raízes que tendem a subir ate à superfície, especialmente se há algum tipo de construção por perto, é interessante colocar no local uma manilha, assim é possível conduzir o sistema radicular para baixo. Ela deve ser enterrada no centro do canteiro e, dentro dela,  colocado o substrato e a planta. Sua extremidade precisa ficar rente à superfície, para que as raízes não a ultrapassem.

Plantas ornamentais também podem ser cultivadas em vasos, que têm como objetivo, além de ornamentar, garantir substratos às mesmas. “O fundo do vaso deve ter perfurações para drenar o excesso de água. Coloque uma camada de três centímetros de brita, caco de telha ou argila expandida. Sobre essas, deposite um pedaço de manta geotêxtil, uma fibra sintética que evita que a terra se misture ao material de drenagem, reduzindo a saída da água. Como substrato, use terra vegetal, areia lavada e esterco curtido. Para o acabamento, cubra com seixos, musgos, cascas de árvores ou argila”, ensina o professor, consultor em implantação de jardins.

Curso CPT - Treinamento de Jardineiro

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!