WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Pesquisa aponta vantagens da cultura de coqueiro feita em consórcio

Foi utilizada a coconicultura juntamente com culturas alimentares, e os coqueiros cresceram tão rapidamente e saudáveis quanto nos outros métodos convencionais

O coqueiro anão produz por um período de até 30 anos, desde que esteja em condições adequadas.

O cultivo de coco é uma atividade tradicional no Brasil, porém está passando por mudanças. A tendência é deixar de utilizá-lo como monocultura e passar a fazer um plantio integrado. Por isso, estão sendo desenvolvidas pesquisas na Embrapa Tabuleiros Costeiros, utilizando a coconicultura juntamente com culturas alimentares, que, segundo os pesquisadores, têm obtido resultados promissores.

Nos estudos, o plantio do coqueiro foi feito em consórcio com culturas como milho, feijão, mandioca e a glicirídia, uma planta que atua como cerca viva, além de servir  de alimento para o gado e adubo para a plantação. Isso garante a sustentabilidade do sistema agroecológico.

Foi utilizada a variedade híbrida, Anão Verde do Brasil e Gigante da Praia do Forte, com plantio tendo espaçamento de 10 metros, em quadrado. A glicirídia foi instalada com espaçamento de um metro entre as plantas, deixando livre um raio de dois metros, devido à zona de coroamento do coqueiro. O sistema não utiliza produtos químicos, assim, a adubação é feita por compostagem orgânica.

O professor Dr. Luiz Ângelo Mirizola Filho, no curso Produção de Coco Anão para Consumo de Água, desenvolvido pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, destaca que “o coqueiro anão produz por um período de até 30 anos, desde que haja condições adequadas de clima e solo para o seu cultivo, um manejo correto da cultura e, principalmente, se as mudas utilizadas na implantação forem de boa qualidade”.

Como resultado dos experimentos, os coqueiros cresceram tão rapidamente e saudáveis quanto nos outros métodos convencionais, comprovando que frutas, raízes e leguminosas interagem harmonicamente. Dessa forma, há diversidade na produção, custos reduzidos e maior renda para o produtor.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!